Livro-reportagem apresenta investigação sobre a crise na Venezuela e os impactos globais do chavismo

Em Hugo Chávez, o espectro, o jornalista Leonardo Coutinho narra como o líder venezuelano levou o país ao colapso ao aliar-se com o narcotráfico e o terrorismo, como parte de seu projeto de “revolução”

O que levou um país dono das maiores reservas de petróleo do planeta e de uma localização estratégica ao maior colapso financeiro e institucional do Ocidente? A crise na Venezuela, que ganhou a atenção mundial nos últimos meses, é apenas a face mais evidente de uma intrincada rede de organizações políticas que surgiram e foram alimentadas por Hugo Chávez como parte de seu sonho de reengenharia global.

Em Hugo Chávez, o espectro, lançamento da Editora Vestígio, o jornalista Leonardo Coutinho apresenta como as digitais de Hugo Chávez podem ser encontradas desde a explosão da violência na América Central e México até nas origens do grupo Estado Islâmico. Baseado em diversos documentos, alguns deles até secretos, e em centenas de entrevistas realizadas em mais de dez países, o autor procura responder como Hugo Chávez e seus seguidores valeram-se do narcotráfico e da corrupção como política de Estado.

Eleito em 1998 com a promessa de tirar a Venezuela da crise e com o compromisso de conduzir os venezuelanos ao desenvolvimento, Hugo Chávez desperdiçou a fortuna arrecadada durante a bonança petroleira para financiar um modelo de mundo caótico e subversivo. Ele resgatou Cuba da crise iniciada uma década antes, com a derrocada da União Soviética, abriu as portas da América Latina para a influência russa e iraniana, e patrocinou uma série de governos que se uniram sob a bandeira do bolivarianismo. Apesar de sua morte em decorrência de um câncer, em março de 2013, Chávez segue presente com os efeitos destrutivos de sua combinação de tráfico de cocaína e terrorismo. Legado que o presidente Nicolás Maduro manteve, conduzindo o país ao colapso econômico e institucional sem precedentes.

O autor:
Leonardo Coutinho 
é jornalista há vinte anos, dezessete deles na revista Veja. Foi correspondente na Amazônia por oito anos, onde começou a investigar as organizações criminosas e as conexões políticas nos países da região. Desde 2011, publicou diversas reportagens sobre a presença de extremistas islâmicos no Brasil e uma série de furos com repercussão internacional relacionados aos governos bolivarianos, como a reincidência do câncer de Chávez, a prisão dos sobrinhos de Nicolás Maduro por tráfico de cocaína e a conspiração entre Venezuela, Irã e Argentina para contrabandear segredos nucleares.

Serviço: 

HUGO CHÁVEZ, O ESPECTRO
Como o presidente venezuelano alimentou o narcotráfico, financiou o terrorismo e promoveu a desordem global

Autor: Leonardo Coutinho
Páginas: 240
Formato: 16 x 23 cm
Acabamento: brochura
ISBN: 978-85-8286-435-7
Preço: 44,90
Editora: Vestígio
www.grupoautentica.com.br

1 comentário
  1. […] Livro-reportagem apresenta investigação sobre a crise na Venezuela e os impactos globais do chavis…  Sopa Cultural […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.