Livro conta a trajetória das políticas culturais brasileiras na América Latina

Capa
Capa

No dia 6 de julho, quinta-feira, a partir das 19h, será lançado o Livro “Cultura Viva Comunitária: Políticas Culturais no Brasil e na América Latina”, de Alexandre Santini – mestre em Cultura e Territorialidades pela UFF, ex-diretor de Cidadania e Diversidade Cultural do MinC e atual diretor do Teatro Popular Oscar Niemeyer – na Livraria Blooks, que fica na Reserva Cultural de Niterói. A obra está sendo publicada pela ANF Produções. Ainda neste dia, acontecerá a abertura do I Encontro Latino-americano de Comunicação Comunitária – que vai até o dia 9 de julho, também no município de Niterói. O evento promoverá debates, oficinas e intercâmbios entre os fazedores de cultura e comunicação do Brasil e coletivos de países como México, Argentina, Bolívia, Colômbia, Equador, Peru e Uruguai. O encontro é uma realização da Rede de Agentes Comunitários de Comunicação da Agência de Notícias das Favelas (ANF) e acontecerá em oito espaços culturais da cidade. O “Macquinho” de Niterói, localizado no Morro do Palácio, é um deles.

Na obra “Cultura Viva Comunitária: Políticas Culturais no Brasil e na América Latina”, Santini analisa a história das políticas culturais desenvolvidas no Brasil no século XX e nas primeiras décadas do século XXI. A partir de suas experiências com as realidades culturais de diversos países, reconstitui a linha do tempo da Cultura Viva Comunitária, e de como os Pontos de Cultura e o Programa Cultura Viva inspiraram e contribuíram no desenvolvimento de políticas públicas na América Latina. 

Segundo  Juca Ferreira, ex-Ministro da Cultura, “Alexandre Santini aborda o processo de implementação do Programa Cultura Viva e dos Pontos de Cultura no país,  seus impactos e consequências positivas, mas também desafios e impasses institucionais. Ao abordar o panorama continental, Santini reconstitui de forma minuciosa a linha do tempo do desenvolvimento destas políticas nos países latino-americanos”, comenta. O livro tem ainda prefácio de Ivana Bentes, Professora da UFRJ e Ex-Secretária de Cidadania e Diversidade Cultural do MinC, e orelha assinada por Célio Turino, historiador e idealizador dos Pontos de Cultura no Brasil.

Alexandre Santini (foto: Vitor Vogel)
Alexandre Santini (foto: Vitor Vogel)

O AUTOR
Alexandre Santini é gestor cultural, dramaturgo, diretor teatral, bacharel em Teoria do Teatro pela UNIRIO e mestre em Cultura e Territorialidades pela UFF. Integrou por 10 anos o Grupo de Teatro Tá Na Rua, atua na rede dos Pontos de Cultura desde 2004 e participou da criação do Fórum e da Comissão Nacional dos Pontos de Cultura. Em 2012, criou o Lab de Políticas Culturais e, através deste projeto, conheceu e percorreu experiências relacionadas ao Cultura Viva em países como Argentina, Colômbia, Peru, Bolívia, Equador, Guatemala e Costa Rica. Atuou na Organização do I Congresso Latino-Americano de Cultura Viva Comunitária (2013) e no processo de aprovação e regulamentação da Lei Cultura Viva no Brasil (2014). Foi diretor de Cidadania e Diversidade Cultural do Ministério da Cultura entre 2015 e 2016. Atualmente, é diretor do Teatro Popular Oscar Niemeyer, em Niterói (RJ). OBS: Seguem anexas fotos para uso na Assessoria de Imprensa. Atenção para o crédito individual e institucional. 

 

Serviços:

Lançamento do Livro – “Cultura Viva Comunitária: Políticas Culturais No Brasil e na América Latina. 
Data: 06/07
Horário: 19h
Local: Livraria Blooks – Reserva Cultural de Niterói  

Evento – I Encontro Latino-americano de Comunicação Comunitária
Data – De 6 a 9 de Julho
Local – “Macquinho” de Niterói, localizado no Morro do Palácio
Inscrições por meio do preenchimento do formulário on-line
Entrada Franca

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.