Liah lança Carimbó com participação de Ximbinha e lyric vídeo animado para promover seu mais novo álbum

"Dia de Sopa" é o primeiro single do novo álbum "Sopa de Estrelas", um caldeirão de ritmos da cantora e compositora Liah em suas raízes paraenses

Todo artista que se preza carrega fortes ligações com suas origens. E quando as raízes falam mais alto, aí não tem jeito mesmo, tudo tem forte apelo. São os ritmos, as cores, os cheiros, sabores, lugares e ditos populares que o transportam para aquele lugar e o fazem querer dividir estas sensações de uma grandeza única com o seu público cativo, bem como conquistar novos ouvidos. Por que não? Nascida em Tucuruí, a cantora, compositora e musicista paraense Liah não resistiu ao chamado de sua terra e resolveu produzir um disco que traduzisse o que o seu Pará tem de mais rico e especial, além de sua gente.  “Sopa de Estrelas” é o mais novo projeto de Liah e “Dia de Sopa”, a primeira faixa de trabalho, dará sua largada nas rádios e em forma de um charmoso lyric video animado que será lançado no YouTube no dia 21 de março e ainda estará disponível nas plataformas digitais no dia 23 do mesmo mês. O clipe de “Dia de Sopa” é um verdadeiro presente para os amantes das raízes da música brasileira e um aperitivo do que está por vir no álbum Sopa de Estrelas.

Produzido em um período de 15 dias, o clipe nasceu da ideia da artista Liah em utilizar a linguagem de animação para ilustrar sua mais nova música. O convite foi feito e a dupla começou a trabalhar em cima de um storyboard onde pudesse mostrar todas as cores do Pará, suas formas e personagens típicos. A linguagem de “lyric video” então caiu como uma luva, misturando personagens e tipografia para colorir ainda mais a animada faixa da artista Liah, com participações pra lá de especiais de Ximbinha na guitarra e também de Epaminondas Gustavo, um personagem ribeirinho de fala rápida e puxada já muito conhecido entre os paraenses, interpretado pelo juiz Cláudio Rendeiro, e criado inicialmente para auxiliar o Poder Judiciário a levar informação de utilidade pública a todo o Estado do Pará. Composta por Liah e Marianna Eis, a faixa “Dia de Sopa” conta com Dedê Borges nos teclados; Charles Barros no baixo; Gil Santos na percussão; Ximbinha nas guitarras e Jota R. na bateria. O videoclipe tem o cheiro do Pará. As ilustrações do premiado quadrinista Gidalti Jr. ganham movimento com o motion graphics de Léo Almeida, revelando uma canção cheia de cores, temperada com Carimbó e Guitarrada, dois ritmos genuinamente brasileiros e tradicionais no Pará.

O ÁLBUM SOPA DE ESTRELAS
Gravado no final de 2017, o álbum “Sopa de Estrelas” é mesmo um caldeirão de ritmos e nasceu carregado de zouk, carimbó e tecnobrega misturado ao pop, conservando ainda a vertente romântica da cantora e trazendo nesta fusão novas colaborações nas suas composições, a exemplo da cantora Marianna Eis, parceira dos tempos da primeira edição do The Voice Brasil;  o músico Udylê Procópio e a compositora  Iana Marinho.  “Sopa de Estrelas” é produzido por Ximbinha, considerado um dos melhores guitarristas do Brasil e responsável por alavancar a carreira da Banda Calypso, tendo chegado a marca de 15 milhões de discos vendidos com a banda.  O produtor Dedê Borges, que tem os seus 25 anos de estrada e já assinou trabalhos com artistas como a própria Calypso, Beto Barbosa, Gaby Amarantos, Marhco Monteiro, Wanderley Andrade, entre outros, assina a co-produção de “Sopa de Estrelas”. Aliás, a parceria dos dois produtores já é bastante conhecida pelo público paraense como sendo um sucesso certeiro sempre.

A ARTISTA

Contabilizando quatro discos em estúdio, um DVD gravado no Theatro da Paz, um EP, diversas participações especiais em projetos paralelos e tendo alcançado o respeito e admiração de grandes músicos do cenário brasileiro, Liah se firma cada vez mais como um dos grandes nomes de sua geração. A cantora foi finalista da primeira edição do talent show “The Voice Brasil” (exibido pela TV Globo em 2012) e teve uma participação de grande destaque durante toda a competição, encantando o público com interpretações com sua assinatura ousada, doce e envolvente. A paraense defendeu com seu talento canções consagradas como “As Rosas Não Falam, de Cartola e “Asa Branca”, composta por Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga, eternizada na voz do Rei do Baião.

Liah traz a música impressa em seu DNA desde criança. Nascida no interior do Pará, a cantora aprendeu pelas mãos do pai, entre discos e ondas do rádio, o que é a boa música.  Aos três anos de idade já mostrava a que veio em pleno coro da igreja de sua cidade natal. Aos onze já ganhava o primeiro violão e a total entrega à música acabou levando-a para o primeiro festival de música em sua trajetória, aos doze anos, onde dentre mais de 3000 músicas inscritas, ficou entre as 24 de destaque. Esta experiência rendeu-lhe a primeira vez em um palco, cantando para um grande público. Foi o suficiente para querer viver de sua arte para o resto da vida. 

Quando lançou seu primeiro disco em 2004 pela EMI, Liah já era uma compositora de sucesso. Sua habilidade em escrever melodias com letras profundas e surpreendentes já havia chamado a atenção de muitos artistas e críticos do meio musical. Suas composições chegavam aos artistas através de “demos” que ela mesma gravava, e sua voz despertava em todos uma certa curiosidade em saber quem era aquela menina tão talentosa, que cantava, compunha e tocava tão intuitivamente. Foi assim que surgiu então o contrato da primeira gravadora. Sua voz chegou ao grande público com as baladas “Garotas Choram Demais” (primeiro single a tocar nas rádios de todo o Brasil) e com “Poesia e Paixão”.

Logo veio o convite do cantor italiano Tizziano Ferro para o duo na musica “Sere Nere”, do seu disco que seria lançado no Brasil e América Latina pela EMI. Após lançar o segundo disco “Perdas e Ganhos”, com músicas que fizeram parte da trilha das novelas Malhação (TV Globo) e Alta Estação (TV Record), Liah se muda para a cidade do Rio de Janeiro e inicia uma nova experiência de intercâmbio cultural com músicos cariocas. Hoje possui canções de sua autoria gravadas por artistas consagrados como a então dupla Sandy & Junior, Elba Ramalho, Ivete Sangalo, Ivan Lins, entre outros.

Nos últimos anos, a cantora participou de algumas coletâneas de discos (“Elas cantam Paul McCartney”, “Elas cantam Roberto Carlos” e “Tributo a Cazuza”) e também se apresentou ao lado de Maria Gadú em uma das edições do especial da TV Globo “Criança Esperança”, firmando-se cada vez mais no cenário musical brasileiro. Com seu álbum “Quatro Cantos”, lançado pela Som Livre em 2012, Liah emplacou a canção “Nossa Música”, que fez parte da trilha da novela “A Vida da Gente”, da TV Globo, com direção de Jayme Monjardim, assim como a canção “Você Por Perto”,extraída de seu EP “O Som é o Sol” e tema de um dos casais protagonistas da novela “Em Família”, escrita por Manoel Carlos, em 2014. Liah ainda teve uma composição sua intitulada “Beijo de Hortelã” gravada por Ivete Sangalo. A inclusão da música no DVD Multishow ao Vivo (2014) de Ivete resultou em um dos pontos máximos deste trabalho.

Com uma carreira consolidada e sempre a postos para alçar novos voos, Liah agora convida o público para uma verdadeira celebração com “Sopa de Estrelas”, levando ao grande público os matizes e a alegria contagiante de sua terra.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.