28.7 C
New York
julho 22, 2019
Teatro & Dança

“Kalu e a Lua”reestreia no Teatro Ipanema

foto: Renato Mangolin
foto: Renato Mangolin

O infantojuvenil “Kalu e a Lua” se apresenta de 01 a 09 de dezembro no Teatro Ipanema, com sessões sempre aos sábados e domingos às 16h.

A criação coletiva da companhia Corre Cutia narra a história da loba Kalu, que ao nascer no cerrado brasileiro, olha para o céu, vê a Lua e a adota como mãe. Com a ajuda da Dona Macaca, a Arara azul e a Sra. Lagarta, a pequena Kalu inicia sua aventura para vencer a distância que a separa de sua mãe e finalmente consolidar essa relação tão genuína.

Com uma encenação apoiada em jogos cênicos, as atrizes Anna Terra, Juliana Brisson, Julia Ludolf e Laura Becker se revezam entre narradoras, personagens e musicistas. A trilha sonora é inspirada em ritmos brasileiros, como o maracatu, côco, xote e baião. A direção musical – indicada ao Prêmio Zilka Salaberry deste ano – é assinada por Roberto Gnattali.

 “A história fala sobre o amor entre mãe e filha, sobre a importância desse sentimento profundo de entrega e acolhimento que edifica nossa essência”.

A luz de Paulo Denizot, somada aos efeitos de led, de Leo Magalhães, cria uma iluminação colorida e viva que confere aos objetos de cena um encantamento à parte.

Corre Cutia
A Corre Cutia nasceu em 2013 a partir do desejo da atriz Anna Terra de se envolver mais intimamente com o universo infantil por meio do teatro, da música e das artes visuais. Em 2015 a atriz Laura Becker se juntou a Anna e seguiram com um trabalho voltado para recreação em diversos espaços. Em maio de 2018 levaram essa experiência para os palcos com a estreia de duas montagens que ocuparam o teatro Glauce Rocha: “Kalu e a Lua” e o show “Baile da Cutia”. As atrizes Juliana Brisson e Julia Ludolf também passaram a integrar o grupo, que mescla palhaçaria e contação de histórias e tem como base de pesquisa os ritmos brasileiros.

SINOPSE
Ao nascer em uma floresta do cerrado, Kalu olha para o céu, vê a Lua e a adota como mãe. Com a ajuda Dona Macaca, a Arara azul e a Sra. Lagarta, ela vive uma jornada para vencer a distância e encontrar a mãe. 

Serviço:

“Baile da Cutia”

Data: 01 a 09 de dezembro de 2018
Hora: 16h
Local: Teatro Ipanema
Endereço: R. Prudente de Morais, 824 – Ipanema
Valor: R$ 30,00 (inteira) / R$ 15,00 (meia)
Telefone: (21) 2267-3750
Duração: 55 minutos
Classificação: livre

FICHA TÉCNICA:
Concepção, direção e texto original: Corre Cutia
Elenco: Anna Terra, Juliana Brisson, Julia Ludolf e Laura Becker.
Supervisão de direção: Helena Marques e Matheus Lima
Trilha sonora original e direção musical: Corre Cutia e Roberto Gnattali
Iluminação: Paulo Denizot
Cenário: Corre Cutia
Desenho de som: João Gabriel Mattos
Operação de luz: Leticia Wendling
Operação de som: João Gabriel Mattos
Efeitos de led: Leo Magalhães
Figurino: Espetacular Produções e Artes
Ilustração e Design gráfico: Daniel Gnattali
Produção: Morgana Maselli
Realização: Corre Cutia

Posts relacionados

“Uma pilha de pratos na cozinha”, de Mário Bortolotto, encerra temporada no Teatro Laura Alvim com sessão de acessibilidade e bate papo com elenco e diretor Alexandre Borges

Redação

Indicada como Melhor Atriz ao Prêmio Shell e Prêmio Botequim Cultural, Nena Inoue reestreia no Rio de Janeiro o solo “Para Não Morrer”

Redação

Diogo Almeida no Teatro VillageMall

Redação

Investigação sobre a superproteção e o instinto maternos, o espetáculo ‘Saia’ estreia no Teatro Firjan SESI

Redação

Arena Chacrinha promove o 1º Festival de Teatro Infantil entre os dias 10 e 14 de outubro

Redação

“O Caos Reina” estreia nova temporada no Teatro Cândido Mendes

Redação

Deixe um comentário