22 C
Rio de Janeiro
outubro 17, 2018
Notícias

Juliana Maia canta Emília Santiago no Teatro Rival Petrobras

Que saudade do Emílio. A frase define o sentimento dos inúmeros fãs que o cantor Emilio Santiago deixou quando morreu em março de 2013. Resgatando os grandes sucessos do ídolo, a cantora Juliana Maia interpreta canções que se eternizaram na voz de Emílio Santiago. Nessa viagem aquarelada você escutará “Saigon”, “Lembra de mim”. “Verdade chinesa” e “Pelo amor de Deus” e outras pérolas que fazem parte desse repertório magistral de um ícone da MPB. Com a direção musical é de Alex Rocha, baixista que por anos acompanhou a banda de Emílio Santiago. O show será apresentado no dia 31 de julho, terça-feira, no Teatro Rival Petrobras, na Cinelândia.

Influenciada desde cedo pelo clima musical de Conservatória, sua cidade natal, Juliana Maia cresceu cantando Vicente Celestino, Dolores Duran, Cartola, Pixinguinha e Dalva de Oliveira. Em 2004, mudou-se para o Japão, onde lecionava música em aulas particulares, apresentava Workshops e palestras em escolas Japonesas e participava de eventos ligados à Cultura Brasileira, principalmente à bossa nova.

Idealizadora, proprietária e Cantora Oficial do Espaço Cultural Teatro Sonora, em Conservatória, que já existe há 3 anos, Juliana tem forte traço musical com a MPB e a paixão por Emílio Santiago não poderia ser diferente. Foi assim que surgiu a vontade de cantar sucessos do ídolo.

E não era para menos: vencedor de diversos festivais de música, Emílio Santiago iniciou a carreira na década de 70. “Transas de amor”, seu primeiro compacto, saiu em 1973. Em 1988, lançou “Aquarela brasileira”, o primeiro álbum da série criada por Roberto Menescal e Heleno Oliveira. O disco tem releitura de 20 clássicos da MPB entre os quais estão “Sampa” (Caetano Veloso), “Anos dourados” (Chico Buarque e Tom Jobim), “Eu sei que vou te amar” (Tom Jobim e Vinicius de Moraes) e foi o responsável por torna-lo ainda mais popular. O cantor apresentou diferentes gêneros durante sua carreira, mas esteve especialmente voltado para a música romântica, a MPB e o samba. O último disco foi “Só danço samba (ao vivo)”, lançado em 2012, junto com um DVD.

Essa é a chance que os fãs queriam para cantar e celebrar Emílio Santiago, um das vozes mais belas da MPB. E o melhor, o show tem horário de happy hour, começa às 19h30.

Serviço

Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Centro/Cinelândia – Rio de Janeiro. Informações: (21) 2240-9796. Capacidade: 350 pessoas. Metrô/VLT: Estação Cinelândia. Data: 31 de julho (Terça). Horário: 19h30. Abertura da casa: 18h. Censura: 18 anos. www.rivalpetrobras.com.br. Ingressos: Setor A e B – R$ 60,00 (Inteira), R$ 40,00 (Promoção para os 100 primeiros pagantes), R$ 30,00 (meia-entrada). Venda antecipada pela Eventim – http://bit.ly/Ingressos2z0P23j. Bilheteria do Teatro Rival – Terça a Sexta das 13h às 21h | Sábados e Feriados das 16h às 22h

*Meia entrada: Estudante, Idosos, Professores da Rede Pública, Funcionários da Petrobras, Clientes com cartão Petrobras

Posts relacionados

Comedia “Mamãe Voltou” retorna à Zona Sul

Redação

Michelin leva pela primeira vez um simulador de capotamento para praia de Copacabana

Redação

CCBB RJ tem ação especial para o Dia dos Pais

Redação

Deixe um comentário