Jornalista promove noite beatnik, com lançamento do livro Kerouac Versus, música e sarau de literatura

Sessenta anos após a publicação de “On The Road”, o jornalista João Paulo de Oliveira promove noite beatnik, com o lançamento do livro Kerouac Versus, música e sarau de literatura

Em 1957, era lançado um dos mais importantes livros do século XX: On the Road, de Jack Kerouac, um dos percursores do movimento beatnik,  que influenciou vários artistas e jovens nos anos 60 e 70. Sua forma fluida e seu conteúdo libertário inspiraram gerações a procurarem uma vida mais autônoma, intuitiva e livre das amarras de uma sociedade emocional e fisicamente abalada pelas guerras. Seis décadas depois, João Paulo Oliveira, escritor mineiro radicado no Rio, encabeça o projeto Let it Beatnik e lança no próximo dia 11 a partir das 19h, no bar Cosmopolita, na Lapa, o livro “Kerouac Versus”, pela editora Verve, com direito a música e sarau aberto para quem quiser participar.

Booking.com

João, exercitando sua imaginação, coloca Kerouac não mais como autor, mas como um escritor-personagem de uma série de encontros fictícios com célebres personalidades que também se tornam personagens. Em seu caminho, o Kerouac-personagem se encontra com Frida Khalo, John Lennon, Charles Bukowski, entre outros,  e ali versa com a biografia e o contexto filosófico em que cada um está inserido.

Os textos começaram a ser escritos em 2008 e hoje totalizam-se em 57 contos, todos em primeira pessoa, como se as ideias e concepções saíssem da própria escrita de  Kerouac. O escritor-personagem relata seu envolvimento subjetivo, onírico ou mesmo racional com a cultura libertária e criativa da “geração perdida”, dos existencialistas franceses, dos poetas, artistas, homens e mulheres marginalizados, dos amantes do jazz, dos jovens que vieram com uma nova mensagem no Pós-Guerra e outros tantos, de todos os tempos, que marcaram a cultura global.

Versus é atemporal, não seguindo racionalmente uma ordem cronológica que date sistematicamente os encontros. A cada capítulo surge uma nova emoção supostamente vivida pelo personagem e também pelo próprio escritor – uma espécie de amálgama.  A série é baseada em pesquisas nos livros, nas biografias de Kerouac, em seus diários, nos jornais da época e por outras fontes atuais como Claudio Willer e o ilustrador João Pinheiro”, revela o autor, que também pesquisou a vida e a obra dos coparticipantes dos encontros.

O bar Cosmopolita fica na Travessa do Mosqueira, 04  (esquina com a avenida Mem de Sá). O evento é gratuito.

Serviço:
Lançamento Kerouac Versus (editora Verve)
Dia 11 de abril, a partir das 19h
Local: Cosmopolita (Travessa do Mosqueira com Mem de Sá – Lapa)

Booking.com