DJ Dolores e Felipe Cordeiro são destaques na 2ª edição do Festival Sotaque Carregado

Álbum Sotaque Carregado, do DJ MAM, inspira festival homônimo que realiza sua 2º edição nesta sexta-feira, dia 19, com entrada grátis entre 17h e 23h no CRAB - Centro de Referência do Artesanato Brasileiro (RJ).Artistas do Pará e de Pernambuco se encontram num diálogo cultural, que une música, artes visuais, artesanato e gastronomia na Praça Tiradentes no Centro do Rio

Após calorosa estreia no dia 12, a 2º edição do Festival Sotaque Carregado recebe os artistas Felipe Cordeiro, seu pai Manoel Cordeiro e Silvan Galvão do Pará, os cariocas do projeto Maracutaia e de Pernambuco vem o Dj Dolores. Com curadoria do DJ MAM, o projeto nasceu do desejo de reunir ações inovadoras na valorização da música regional brasileira em festas, festivais, cd’s  e bandas. Na parte gastronômica, o CORO COME assume a programação com seus expositores com alimentação até R$20 e o VJ Jodele Larcher assina o videomapping do espaço.

“Fiz a música  tema do CRAB dialogando a cultura de nossos ancestrais indígenas, primeiros artesãos dessa terra, com a sonoridade que ecoou pelas ruas da Praça Tiradentes desde sua inauguração. Com essa programação, eu busquei trazer a voz das ruas, e das praças, para o palco do festival, ressalta MAM.

ATRAÇÕES 2º SEMANA

foto: Marcelo Lyra - Olho nú
foto: Marcelo Lyra – Olho nú


DJ DOLORES (PE)
Atua profissionalmente como músico e produtor desde 1997 tendo como álbuns de carreira, Contraditório (2000), Aparelhagem (2004) e 1 Real. Também lançou Narradores de Javé, e A Máquina, resultantes de trilhas sonoras para o cinema, além do video Enjaulado, onde assina a maior parte dos temas musicais. Fundador da Orchestra Santa Massa, criou outros projetos como Aparelhagem ou o Blind Date, esse último com o percussionista Nana Vasconcelos. Com os dois primeiros grupos, assim como em carreira solo, fez grandes tournês pela Europa e America do Norte, tocando em festivais como Glastonbury, Womad, Copenhagen Jazz, Cactus, Art Rock, Sphinx, Montreal Jazz Festival, Paleo, Roslkilde, entre outros. Atualmente, alem do projeto Stank, também desenvolveu um show baseado em improviso com o guitarrista Robertinho de Recife.

Divulgação

FELIPE CORDEIRO (PA)  Um dos nomes de ponta da nova e agitada cena musical de Belém. O novo é o reciclado. O brega é moderno. Como o kitsch é imitação de gosto duvidoso de uma estética mais valiosa, a música de Felipe Cordeiro, compositor paraense que também canta e toca guitarra, tange essa questão. Como ser original e criativo fazendo cópia da cópia da cópia da cópia. Como ele mesmo diz, sua música não tem nada de espontânea. “Tudo é calculado.”

MANOEL CORDEIRO (PA) Nascido em Ponta de Pedras, no Marajó, Manoel Cordeiro atuou intensamente como produtor musical e arranjador na Amazônia e no nordeste brasileiro em centenas de discos entre os anos 70 e 90. Hoje, além de integrar a banda de Felipe Cordeiro, o mestre divulga o seu projeto instrumental “Sonora Amazônia”, o primeiro solo da carreira, focando nas vertentes musicais dançantes da Amazônia, que retoma o universo tradicional, tanto quanto aponta para os caminhos contemporâneos da música tropical

MARACUTAIA (RJ)
O Maracutaia completa, em 2015, dez anos de pesquisa e prática no universo da cultura popular brasileira e ritmos de matriz africana. Formado por 9 músicos e 3 bailarinas, o grupo atualmente desenvolve os seguintes projetos artísticos e culturais: Bloco de Maracatu, que mobiliza uma multidão no período do carnaval; Bailijesá, um show com extenso e variado repertório de ijexás; Oficinas de dança e percussão. Boca de Nego, seu mais novo projeto – espetáculo e 1o álbum de repertório autoral. De pés fincados na terra e com a cabeça no mundo, esse coletivo de música e dança vive a interação entre o urbano, o popular e o sagrado. Desafio de constante (re)criação que busca articular a tradição e o contexto contemporâneo de forma viva e pulsante. Suas apresentações são uma experiência única de força e beleza, tanto na rua quanto no palco.

DJ MAM (RJ)
Na ativa desde 2002, DJ MAM é um consagrado DJ, produtor e artista carioca na vanguarda da nova MPB. O artista mixa o tradicional groove brasileiro com as novidades das pistas de dança mundiais. DJ MAM já se apresentou no Roskilde Festival na Dinamarca, na Atlântic Music Expo em Cabo Verde, no WOMAD no Chile e no Cielo Club em Nova York, além de tocar para mais de 2 milhões de pessoas no Réveillon de Copacabana. MAM recebeu o Prêmio Noite Rio de melhor DJ MPB / Regional em 2012 e 2014. Fazem parte do seu repertório antropofágico – ijexá, funk carioca, carimbó, tecnobrega, baião, coco, xote e samba de roda -, que se misturam aos beats globais do afrobeat, disco, reggae, dancehall, moombahton, dubstep, reggae e rock. Os discos Sotaque Carregado e seu remix, Sotaque Recarregado, foram indicados ao Prêmio da Musica Brasileira em 2013 e 2016, chegando ao Top World Music Charts Europe em 2015.

SILVAN GALVÃO (PA) O paraense de Santarém Silvan é percussionista, cantor, compositor e pesquisador, e seu trabalho explora a cultura popular da região amazônica. Como percussionista, Silvan acompanhou grandes artistas paraenses como o violonista Sebastião Tapajós (um dos maiores nomes da nossa música instrumental), Pinduca e Nilson Chaves, e participou como produtor musical de grandes festivais regionais como o Festival “Sairé Alter do Chão” e “Festribal” de Juruti.A partir de 2009 passou a investir numa carreira solo, como percussionista e compositor.

Seu 1º CD, “Segredos Amazônicos”, lançado em 2013, apresenta seu trabalho instrumental autoral, baseado na fusão de ritmos tradicionais amazônicos com elementos do jazz e da música latina, em arranjos criativos com harmonias sofisticadas, polirritmias, e improvisação. 

PROGRAMAÇÃO 

DJ CALANI (CORE COME)
Horário | 17H

SILVAN GALVÃO (PA) recebe

FELIPE CORDEIRO (PA) E MANOEL CORDEIRO (PA)
Horário | 18H

MARACUTAIA
Horário | 20H 

ATRAÇÃO | DJ MAM convida DJ DOLORES (PE)
Horário | 21H 

MAPPING | VJ JODELE LARCHER

SERVIÇO

SOTAQUE CARREGADO FESTIVAL
LOCAL: CRAB – CENTRO DE REFERÊNCIA DO ARTESANATO BRASILEIRO
ENDEREÇO:  PRAÇA TIRADENTES, 67
ENTRADA: GRÁTIS / HORÁRIO: 17H ÀS 23H
INFORMAÇÕES: 21 2212 – 78000
EVENTO NO FACEBOOK: https://www.facebook.com/events/1816367488582508/