João Carlos Assis Brasil e Carlos Navas em homenagem a Ernesto Nazareth e Custódio Mesquita na Casa do Choro

O Concerto “Nazareth Revisitado” – em homenagem aos 150 anos de Ernesto Nazareth (o criador do tango brasileiro) – estreou em maio de 2013, em São Paulo, a convite de Carlos Navas. A apresentação se transformou em CD independente lançado no final do mesmo ano, recebendo elogios unânimes da crítica especializada, e também em especial televisivo. Este show em duo tem sido apresentado com excelente receptividade por várias cidades brasileiras. Juntos no palco da casa do Choro, João Carlos Assis Brasil e Carlos Navas reverenciam Custódio Mesquita e Ernesto Nazareth.

Curioso é que Nazareth foi ídolo maior de Custódio, que realizou gravações como pianista interpretando a obra do Mestre. Abrindo a noite, João apresenta faixas de “Nazareth Revisitado”, como “Batuque” e “Coração que Sente”. Carlos traz, em sua primeira entrada, “Bambino” e “Odeon”, letradas respectivamente por Wisnik e Vinicius de Moraes. João volta a solar temas como “Brejeiro”, “Faceira” e “Apanhei-te Cavaquinho”, entre outras pérolas reunidas em duas suítes. Na sequência, a delicadeza melódica de Custódio se faz lembrar em clássicos gravados no CD de Navas, caso de “Mentirosa” e “Nada Além” (com Mário Lago) e “Saia do Caminho” (com Evaldo Ruy), de cuja letra foi tirada a faixa título do álbum. Depois de um bis que reserva surpresas, os artistas conversarão com o público e autografarão seus CDs. Um encontro que esbanja refinamento, sofisticação e cumplicidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.