J. P Crim lança “Käelle, Amsterdã ameaçada” dia 07 de março, na Livraria Argumento

Romance policial editado pela ID Cultural traz aos leitores a surpreendente história da jovem Anne Käelle Koelmann, que depois de formada em Artes Marciais no Oriente, volta à Europa para enfrentar Fraternidade Nazista

Trama envolvente que entrelaça as relações familiares desde a Segunda Guerra até o ano de 2006, o romance policial ficcional “Käelle, Amsterdã ameaçada” (ID Cultural) será lançado por José Paulo Crim, dia 07 de março, na Livraria Argumento do Leblon. Para a produção de seu terceiro livro, o autor baseou-se em pesquisa minuciosa utilizando o google como instrumento.

Na obra de mais de 500 páginas, Crim conta a história da jovem Anne Käelle Koelmann,  nascida em Amsterdã. Criança briguenta e inquieta, ela se transforma quando participa da aula de defesa pessoal promovida por um monge budista em sua escola pública. Era a única menina do grupo e chamou a atenção do professor por sua velocidade de movimentação primorosa.

Quatro anos depois o monge decide levá-la a Tóquio e investir na formação daquela que já era uma obra-prima das artes marciais. Seu amigo Max influiu muito para que os pais de Käelle aceitassem a estranha carreira da menina. Vinte anos mais tarde, de volta à Amsterdã, a Fraternidade Nazista, uma irmandade espúria se propagava pela Europa. Diante disso, Käelle se viu na obrigação de afrontá-la e contou com a ajuda de agentes da Polícia de Amsterdã e com o amor de Max, seu antigo afeto de menina.

“Utilizo uma linguagem bastante coloquial. É um livro preparado para virar filme. O detalhamento dos personagens e dos locais por onde a história acontece é algo que permite levar o enredo à cinematografia”, afirma o autor. A obra também será lançada em inglês por e-book e será vendida pela Amazon.

O autor – José Paulo Crim é graduado e pós-graduado em Administração pela FGV-RJ. Como profissional, viajou por quase todo o Brasil, desenvolvendo projetos de organização, censos analíticos e ministrando diversos cursos de especialização. Depois, à procura de mais conhecimentos, estudou na URFJ e na Cândido Mendes para se inteirar melhor das complexidades dos fundamentos da Psicologia e das características criativas do Design.

Com ensaio literário, ganhou viagem a Nova York, assim como venceu concursos de contos, versos e crônicas. J.P.Crim é também um inventor. Desenhou, projetou e estruturou veículo de fibra de vibro, que chegou a ser comercializado. Criou diversas logomarcas e logotipos, além de ter vencido um concurso para a criação de hino oficial de uma grande empresa nacional.

Na Literatura, adotou um estilo de prosa que remete à narração simples, clara e direta do chamado Novo Jornalismo ou Jornalismo Literário, criado nos anos de 1960, muito influenciado pelos períodos limpos e objetivos do cronista Paulo Francis.

Serviço – Käelle, Amsterdã ameaçada por uma Fraternidade Nazista
Coordenação editorial: André Carrano
AutorJosé Paulo Crim
Projeto gráfico: Violaine Cadinot
Foto de capa: Serg Zastavkin
Revisão de texto: Bruno Fiuza
Consultoria de conteúdo: Aníbal Lourenço S. Filho,
Ivan Wrigg Moraes, José Carlos R. Moreira,
Klaas Meijer, Robert S. Gorian.
ProduçãoMarcela Stallone
Realização: ID Cultural
Tamanho: 15,70 x 23 cm
Páginas: 548
ISBN 978-85-68639-18-4
Preço: 49,00

Lançamento
Data: 07 de março
Horário: 19h
Local – Livraria Argumento – Rua Dias Ferreira, 417, Leblon. Tel: 2239-5294

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.