Ivo Meirelles recebe integrantes do Boi Garantido para gravação do clipe da música “Perrechés do Brasil”

A música, que foi composta pelo carioca para o Boi Garantido e será exibida no Festival de Parintins, exalta a paixão dos que não são nativos da ilha pelo Boi Garantido

Ivo Meirelles contou com convidados de peso para a gravação do clipe da música “Perrechés do Brasil”, composição sua, de Sandro Putinok e Vanderlei Alvino para o Boi Garantido e que estará no Festival de Parintis. O músico carioca recebeu o apresentador do Boi Garantido Israel Paulain e a cunhã-poranga Isabelle Nogueira para a filmagem de sua primeira toada. As gravações foram feitas em pontos turísticos do Rio de Janeiro e em São Paulo.

“Nunca na história dos bumbás Parintinenses, alguém dedicou um videoclipe especial para uma toada. Nem ‘Vermelho’, que conseguiu um estrondoso sucesso nacional, na voz de Fafá de Belém, teve um. A gente resolveu trazer dois itens importantes do Boi Garantido, para o Rio e pra São Paulo, para nos ajudar a contar essa história. A história dos apaixonados Perrechés, da baixa do São José e dos apaixonados dos 4 cantos do Brasil, que se identificam com eles, através do amor ao Boi Bumbá Garantido. Gostaríamos de ter viajado o Brasil inteiro, atrás dos pontos turísticos de cada cidade, mas resolvemos traduzir tudo isso, percorrendo Rio de Janeiro e São Paulo, por diversos pontos, conhecidos e para onde migraram tantos brasileiros”, explica Ivo.

“Perrechés do Brasil” é uma das toadas do CD 2018, “Auto da Resistência Cultural”, e já é considera um hit nacional. Ivo compartilhou em suas redes sociais um vídeo em que vários cantores famosos declaram seu amor ao boi Garantido e cantam “Perrechés do Brasil”. Entre eles estão Sandra de Sá, Jorge Aragão, Dudu Nobre, Buchecha, o pagodeiro Dilsinho, Xande de Pilares, Anderson Leonardo ( grupo Molejo) Arlindinho Cruz, e Andrezinho Silva (Molejo).

“Quando alguém de lá cria uma toada, ela fica entre eles. Eu, do lado de cá, tenho feito a minha parte em divulgar a toada e, consequentemente, divulgar o festival, que é lindo!  Essa música retrata a paixão de todos aqueles não nativos. De todos aqueles em que, um dia, seus corações foram roubados pelo boi”, analisa. 

Apesar da paixão pelo boi de coração vermelho, Ivo não vai se apresentar no festival. “Quase sempre, sou convidado a assistir uma das noites lá em baixo, na arena com eles, e dessa vez, com uma camisa de compositor, será o máximo!”, adverte.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.