Ivo Meirelles e Funk’n Lata lançam nesta sexta-feira, 26, música ‘Frevo Mulher’, com a participação de Elba Ramalho

Ivo Meirelles & Funk’n Lata lançam nesta sexta-feira, 26, uma versão inédita da música “Frevo Mulher”, que conta com a participação de Elba Ramalho. A canção, de Zé Ramalho, estará no álbum #21, que após 15 anos parados, Ivo resolveu fazer com o grupo, criado por ele nos anos 90.

“Sempre fui fã de Elba Ramalho. Nessa homenagem ao Funk’n Lata, onde tenho vários convidados especiais, realizei um antigo sonho, que era gravar com ela. Aproveitei a oportunidade com essa maravilhosa e antológica música do seu conterrâneo Zé Ramalho, que, por se tratar de um clássico, acho que seria óbvio demais dizer que só a voz da Elba conseguiria trazer essa identidade para o Funk’n Lata”, conta Ivo.

A parceria do músico com Elba começou em 2013, quando Ivo a convidou para participar de seu show no palco Sunset cantando ‘Eclipse Oculto’, de Caetano Veloso e desde então os dois já se apresentaram juntos em outras ocasiões.

“Frevo Mulher” está sendo lançado pela ONErpm e já está disponível para download em todas as plataformas digitais.  Ouça aqui: https://onerpm.lnk.to/IvoMeirelles

Além de “Frevo Mulher”, Ivo já lançou duas músicas no final de 2017, “Funk’n Lata vai tocar” e “Mangueira” – esta última dueto com Seu Jorge. As três canções compõem o álbum #21, que conta com 14 faixas ao todo e que revivem o Funk’n  Lata. Algumas canções, como é o caso de “Mangueira”, ganharão videoclipes. 

#21 conta ainda com as participações de Gilberto Gil, Carlinhos Brown, Samuel Rosa, Sandra de Sá, Leandro Lehart e Molejo, entre outros.

– Quando resolvi parar de fazer shows com o Funk’n Lata vi surgirem bandas com o mesmo formato e repertório, e crescer um segmento (formato) que eu inventei. Na época a rapaziada da banda me questionava sobre o término do grupo justamente naquele momento de ascensão do formato. Eu estava tão envolvido com outras coisas que deixei o tempo passar. Esse CD estou fazendo para eles e p or eles. É meio que um pedido de desculpas”, conta Ivo Meirelles. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.