Hellblade: Senua’s Sacrifice é uma jornada obscura na mente de pessoas com transtornos mentais

Hellblade: Senua's Sacrifice™

De tempos em tempos surgem jogos que conseguem inovar sem precisar de orçamentos grandiosos, gráficos absurdos e mecânicas inovadoras. Hellblade: Senua’s Sacrifice faz parte desse time. Produzido pela Ninja Theory (Enlasved, Heavenly Sword), o jogo visa mostrar os aspectos de uma pessoa que possui transtornos mentais como depressão, bipolaridade e/ou esquizofrenia, porém de uma forma jamais vista nos videogames: sob o ponto de vista de uma guerreira Viking.

O jogo mostra a jornada de Senua em busca de seu amado, tudo contado através da mitologia nórdica. Aparecem nomes e lendas como o nascimento de Odin, a criação do mundo e seu fim, com Ragnarok, narrados ao encontrar determinados pontos específicos. Contar demais sobre a história pode estragar totalmente a surpresa e experiência do jogador, tendo em vista que o jogo visa uma experiência única, inclusive incluindo pessoas que sofrem desses transtornos.

O jogo possui uma campanha curta, de aproximadamente 7 a 8 horas, nas quais o jogador caminha resolvendo puzzles e entendendo a história, e participando de combates pontuais. A parte de puzzles é interessante e funciona através da observação do cenário para perceber certos símbolos e quais formas presentes nos cenários se remetem a tais símbolos. Às vezes é necessário parar, respirar e perceber que nem tudo é o que parece, e observar bem o cenário, pois algumas formas podem estar na cara do jogador e ele não perceber.

Hellblade: Senua's Sacrifice™
Hellblade: Senua’s Sacrifice™

O combate é bastante parecido com o jogo For Honor (UBISOFT), no qual o jogador possui um botão de defesa/parry, esquiva, ataque fraco e ataque forte. É bem prazeroso na hora das lutas, e até um pouco difícil algumas vezes, porém nada de outro mundo. Também existe uma técnica chamada focus, que possibilita ao jogador quase totalmente parar o tempo por alguns segundos, permitindo atacar sem muitos riscos de sofrer danos. Essa mecânica é útil quando se está enfrentando dois ou mais inimigos.

No quesito gráfico, Hellblade é um colírio para os olhos. Possui movimentação realista e ambientação e iluminação quase perfeitas, fazendo com o que o jogador realmente se sinta imerso naquele mundo. Vale ressaltar que o jogo foi desenvolvido sem nenhuma ajuda de desenvolvedoras famosas, apenas a Ninja Theory. Isso justifica a campanha tão curta, já que o custo de desenvolvimento de um jogo com essa qualidade gráfica e uma campanha grande, seria impossível sem ajuda de terceiros.

Hellblade: Senua's Sacrifice™
Hellblade: Senua’s Sacrifice™

Porém a parte que se destaca são os efeitos sonoros. Leitor, preste atenção: Senua’s Sacrifice deve ser jogado com fones de ouvido. É parte da mecânica do jogo, que por não contar com nenhuma interface na tela (HUD), apresenta todos os comandos através de vozes. Além disso, os diálogos e a dicotomia existente no pensamento da personagem é algo que também conta a história e que poderá deixar alguns jogadores tensos, já que em alguns momentos você se sente tão confuso quanto a protagonista.

Em nenhum momento o jogador sabe direito o que é real ou o que é parte do transtorno do personagem. Para isso, foram chamados psicólogos e psiquiatras, além de pacientes, para realizar consultoria e relatar como se comporta a mente de uma pessoa que possui tais transtornos. Os puzzles foram baseados em como algumas pessoas esquizofrênicas observam formas no mundo, além das alucinações e vozes que só existem em suas cabeças. O jogo possui um documentário mostrando todo seu desenvolvimento, porém só é aconselhável assisti-lo após o término, tendo em vista que contém spoilers.

Hellblade: Senua's Sacrifice™
Hellblade: Senua’s Sacrifice™

Hellblade: Senua’s Sacrifice não é um dos melhores jogos de ação ou puzzle, porém com certeza é um jogo único, que possui um papel importante na discussão de doenças bastante discutidas na atualidade. Além disso, contextualizar transtornos mentais em uma época distante torna o jogo um frescor no que diz respeito à inovação e originalidade. Parabéns para a Ninja Theory. De verdade.

Ficha Técnica:
Ano: 2017
Título: Hellblade: Senua’s Sacrifice
Produtora: Ninja Theory
Plataforma(s): Playstation 4, Windows

 

Patrick "Rick" Ribeiro - Arquivista nas horas vagas. Viciado em Games, Cinema, Séries de TV e Livros. Escreve sobre games aqui pois acha que são a maior sopa cultural de todas.