Gravadora de Uberlândia cria projeto social

A Gravadora Queijo Corps iniciou um novo projeto social para ensinar música e toda a sua cultura envolvida para as regiões carentes de Uberlândia de difícil acesso.

O objetivo do projeto é ensinar música para crianças e adolescentes que dificilmente teriam essa oportunidade.

O idealizador do projeto, Jean Muller, descreve o projeto com a seguinte citação:
“A música mudou a minha vida, acredito que com ela, posso mudar a vida das outras pessoas também.”

Serão ministradas aulas de canto, instrumentos de fácil aquisição como violão, workshops,
aulas teóricas, e assuntos mais aprofundados para os mais avançados, como produção musical, composições musicais e etc…

As inscrições estão sendo realizadas diretamente nos bairros onde há extrema pobreza em Uberlândia.
Mediante a entrevista e interesse mútuo, crianças e adolescentes estão sendo selecionados.

As aulas já estão sendo realizadas nos próprios bairros individualmente e em grupos, conforme a demanda de cada área.

As turmas são separadas por idade e a inscrição e indicação também pode ser realizada online através do link: queijocorps.com/projetosocial

Jean Muller atualmente dirige a gravadora e faz parte da banda Odidodi.

E conforme o aumento da demanda, ele precisará de novos músicos voluntários nesse projeto.
Interessados entrar em contato no e-mail jean.muller@queijocorps.com

Na foto, Davi de 3 anos e Aleph de 6, nunca foram para escola.

Moram na área invadida do bairro Jardim Prosperidade e já fazem parte do projeto social da gravadora.

Vivem uma situação de extrema pobreza e a sua mãe Ana Cláudia de 21 anos, diz que não há escolas por perto e pretendem se mudar logo, porém sem muita esperança devido ao grau de dificuldade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.