Gravação do DVD “Leandro Sapucahy Ao Vivo” no Imperador

A noite foi de grande realização para Leandro Sapucahy, o “Mensageiro” (denominação que herdou ao longo da carreira), que veio dedicado à gravação do DVD Leandro Sapucahy – 10 anos – Ao Vivo, no Imperator, e com direito a participação de Arlindo Cruz, Mumuzinho, Xande de Pilares, Reinaldo, Bokaloka, ImaginaSamba, Swing e Simpatia, Tie e Diney.

A gravação do DVD, no bairro da Zona Norte, ganhou status de um grande encontro. Sapucahy recebeu no palco, músicos que produziu ao longo da última década, e nada como comemorar em grande estilo.

“Pensei, por que não contar a minha história como percussionista e produtor?”, atesta Leandro.  

Reuniu tudo e trouxe para o DVD o melhor de cada fase; afinal, poucos agregam na carreira os principais músicos no nicho do samba. Isso merece um DVD, típico de bambas. Leandro comemora 30 anos de carreira, como produtor registra mais de 16 anos e como “mensageiro” há 10 anos. Projetado como produtor de pagode/samba romântico, traça agora outro passo na sua carreira.

O cenário ganhou luzes vibrantes, no fundo, efeito interessante com os cincos painéis de led de 5 por 4, onde eram projetas imagens de comunidades e afins nos cicloramas. Duas ribaltas, em cada lateral destacavam os músicos.

Leandro abriu a noite com vários clássicos como “Meu nome é favela”, “Eu amo a vida”, “De onde eu venho”, “É Tanta”, entre outras. Feita a abertura, chamou ao palco Reinaldo – “O Príncipe do Pagode”, onde cantaram duas músicas. Logo depois foi a vez de Arlindo Cruz. Aliás, Arlindo levantou o público com a música “Meu Lugar”, o coro foi unânime, a sintonia dos dois no palco foi perfeita.

“Leandro é um cara maneiro, preparado, tem muita atenção no trabalho que faz, é um grande parceiro”, declarou no camarim Arlindo Cruz, minutos antes de entrar no palco.

Leandro aproveitou e excitou o público (em torno de 1000 pessoas – os ingressos esgotaram no início da semana), para chamar Xande de Pilares, que veio com uma elegância impecável, mandou ver com três músicas.

A noite ganhou participação ainda de Tie, e atacou com “Som do Tambor”, e mais uma vez, o público cantando junto.  A música “Efeito do Amor”, veio com o cantor Rogério, do RDN.

Logo depois Diney, sobe ao palco e canta a musica autoral “Aventureiro”, onde Leandro sai e faz mudança de figurino.

Leandro de volta a cena, compõe um quarteto, com Renatinho do Bokaloka, Suel do ImaignaSamba e Luciano Swing e Simpatia. A turma foi ao delírio com as músicas “Oi amor”, “A gente pega fogo” e outras.

Outro ponto alto ficou por conta de Mumuzinho, que pra variar fez do palco uma brincadeira, e de cara cantou “A Loba”, na verdade, bastava fechar os olhos e ter a certeza que estava ouvindo Alcione, tamanha a semelhança da voz e jeito de cantar, nessa hora, o público foi ao delírio. Mumuzinho cantou ainda “Num Corpo Só”.

É chegada o momento final, e essa hora vem com misto de realização e emoção. Os convidados voltam para o palco e cantam “Só Felicidade”, lógico, que foi uma comoção.  

Leandro sai de cena com a certeza que será um grande momento de sua carreira, o DVD está previsto para ser lançado no ano que vem.

“Foi de tirar o fôlego, ter que engolir o choro várias vezes e de se emocionar o tempo todo!!! Passava um filme na minha cabeça, muita luta nesse 10 anos”, alegou Leandro   

Também curtiram o show, Milena Nogueira, leia-se, mulher do Diogo, aapresentadora Regina Casé, marcou presença com um vestido todo rendado, ao lado da filha Benedita e o namorado dela João Pedro Januário.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.