31.6 C
Rio de Janeiro
dezembro 16, 2018
Música

Gilberto Gil, Ney Matogrosso e dezenas de artistas homenageiam Erasmo Carlos no Prêmio UBC

Segunda edição do Prêmio UBC reuniu grandes nomes da música brasileira nesta terça-feira 09/10, no Rio de Janeiro

Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi. A noite de ontem foi mesmo de muitas emoções para Erasmo Carlos. O Tremendão foi o grande homenageado do Prêmio UBC 2018, que reuniu uma seleção brasileira da música cantando versões inéditas de seus grandes sucessos. A cerimônia na Casa UBC, no Rio de Janeiro, contou com shows de Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Emicida, Johhnny Hooker, Ludmilla e muitos outros.

A noite começou com uma homenagem especial ao Dia do Compositor Brasileiro, com a entrega do troféu Fernando Brant a João Carlos Muller, autor da Lei Brasileia de Direito Autoral, que completa 20 anos.

Em seguida, o ator Lucio Mauro Filho, mestre de cerimônias da noite, anunciou as primeiras atrações da noite: Gilberto Gil e Emicida cantaram juntos pela primeira vez “Sou Uma Criança e Não Entendo Nada”. Foi só o início de um show memorável. O que se viu depois foi uma sequência de estrelas da música brasileira interpretando hits do Tremendão.  Johnny Hooker cantou “Filho Único”. Depois Ludmilla emprestou a voz para “Mais um na Multidão”. Illy e Diego Drexler fizeram dueto em “Sentado à Beira do Caminho”. Ana Cañas cantou “Do Fundo do Meu Coração”. João Cavalcanti e Mosquito representaram o samba em “Cachaça Mecânica”. Simoninha e Rael levantaram os convidados com “Coqueiro Verde”. E o grand finale foi de Ney Matogrosso cantando a clássica “Mesmo que Seja Eu”.

Depois de tantas homenagens, um emocionado  Erasmo Carlos recebeu o Prêmio UBC das mãos de André Midani e Paulo Sérgio Vale.  E finalmente subiu ao palco reunindo todos em uma só voz com “É Preciso Saber Viver”.  Erasmo é a prova viva de cada verso da canção.

Marcelo Castello Branco, Diretor Executivo da entidade, detalhou como foi feita a escolha. ”Erasmo Carlos forma, junto com Roberto, nossa dupla Lennon e MacCartney. E no seu trabalho solo, Erasmo também se consolidou como compositor incisivo, particular, generoso. Seu nome foi acolhido com unanimidade pelo Conselho Diretor da UBC para o Prêmio Compositor brasileiro 2018. Uma honra para a nossa sociedade ter Erasmo por perto.” afirmou o executivo.

A UBC
Criada em 22 de junho de 1942 por Ary Barroso e outros grandes nomes da música, a União Brasileira de Compositores nasceu para ser o encontro, a convergência, a reunião de todos os autores musicais brasileiros. Hoje a UBC reúne não apenas os compositores, mas também os intérpretes, músicos, produtores e editores que somam 28 mil titulares associados. É também uma das principais associações do mundo e representa, através de contratos internacionais de produtores independentes a grandes nomes da música do mundo todo.

Para mais informações sobre a União Brasileira de Compositores e o Prêmio UBC:

Posts relacionados

Zélia Duncan apresenta seus maiores sucessos em show intimista no Teatro da Caixa Nelson Rodrigues

Redação

Moacyr Luz lança CD ‘Natureza e Fé’ com participações de Fagner e Aninha Barros

Redação

Cantor Guga comanda Roda de Samba em Guaratiba

Redação

Deixe um comentário