20 C
Rio de Janeiro
outubro 22, 2018
Música

Gilberto Gil, Ney Matogrosso e dezenas de artistas homenageiam Erasmo Carlos no Prêmio UBC

Segunda edição do Prêmio UBC reuniu grandes nomes da música brasileira nesta terça-feira 09/10, no Rio de Janeiro

Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi. A noite de ontem foi mesmo de muitas emoções para Erasmo Carlos. O Tremendão foi o grande homenageado do Prêmio UBC 2018, que reuniu uma seleção brasileira da música cantando versões inéditas de seus grandes sucessos. A cerimônia na Casa UBC, no Rio de Janeiro, contou com shows de Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Emicida, Johhnny Hooker, Ludmilla e muitos outros.

A noite começou com uma homenagem especial ao Dia do Compositor Brasileiro, com a entrega do troféu Fernando Brant a João Carlos Muller, autor da Lei Brasileia de Direito Autoral, que completa 20 anos.

Em seguida, o ator Lucio Mauro Filho, mestre de cerimônias da noite, anunciou as primeiras atrações da noite: Gilberto Gil e Emicida cantaram juntos pela primeira vez “Sou Uma Criança e Não Entendo Nada”. Foi só o início de um show memorável. O que se viu depois foi uma sequência de estrelas da música brasileira interpretando hits do Tremendão.  Johnny Hooker cantou “Filho Único”. Depois Ludmilla emprestou a voz para “Mais um na Multidão”. Illy e Diego Drexler fizeram dueto em “Sentado à Beira do Caminho”. Ana Cañas cantou “Do Fundo do Meu Coração”. João Cavalcanti e Mosquito representaram o samba em “Cachaça Mecânica”. Simoninha e Rael levantaram os convidados com “Coqueiro Verde”. E o grand finale foi de Ney Matogrosso cantando a clássica “Mesmo que Seja Eu”.

Depois de tantas homenagens, um emocionado  Erasmo Carlos recebeu o Prêmio UBC das mãos de André Midani e Paulo Sérgio Vale.  E finalmente subiu ao palco reunindo todos em uma só voz com “É Preciso Saber Viver”.  Erasmo é a prova viva de cada verso da canção.

Marcelo Castello Branco, Diretor Executivo da entidade, detalhou como foi feita a escolha. ”Erasmo Carlos forma, junto com Roberto, nossa dupla Lennon e MacCartney. E no seu trabalho solo, Erasmo também se consolidou como compositor incisivo, particular, generoso. Seu nome foi acolhido com unanimidade pelo Conselho Diretor da UBC para o Prêmio Compositor brasileiro 2018. Uma honra para a nossa sociedade ter Erasmo por perto.” afirmou o executivo.

A UBC
Criada em 22 de junho de 1942 por Ary Barroso e outros grandes nomes da música, a União Brasileira de Compositores nasceu para ser o encontro, a convergência, a reunião de todos os autores musicais brasileiros. Hoje a UBC reúne não apenas os compositores, mas também os intérpretes, músicos, produtores e editores que somam 28 mil titulares associados. É também uma das principais associações do mundo e representa, através de contratos internacionais de produtores independentes a grandes nomes da música do mundo todo.

Para mais informações sobre a União Brasileira de Compositores e o Prêmio UBC:

Posts relacionados

Evandro Mesquita reúne seleção de craques da música para celebrar os 50 anos doTeatro Ipanema

Redação

Projeto Deu Samba com Rodrigo Drade

Redação

Drag Velma Real lança primeiro single “Puro Veneno”

Redação

Deixe um comentário