Galeria Oriente abre a exposição “O céu vem abaixo”, do fotógrafo José Diniz

José Diniz
José Diniz

Estranhamento. É com esse sentimento que observamos as fotografias de José Diniz, em cartaz na Galeria Oriente entre os dias 15 de julho e 26 de agosto. Paira um mistério de sonho nas formas circulares e quadradas das suas imagens, repletas de símbolos que aparecem inadvertidamente, como se não tivessem passado pelas lentes do artista. A entrada é gratuita.

“O céu vem abaixo” traz quatro fotos de José Diniz armadas com elementos bélicos. Elas traçam um verdadeiro memorial de guerra imaginativo, como se fossem testemunhos de batalhas nunca vividas. O ponto de partida da viagem pode ser o desenho de um avião, palavras guardadas na memória, uma antiga série de TV ou, ainda, um jogo partilhado com amigos quando criança. De forte carga simbólica, as imagens crescem nas sutilezas da luz.

“Na geografia da memória de Diniz, na qual a guerra ocupa lugar relevante, desvendamos um jogo onírico do primeiro oceano sangrento, de batalhas travadas por um fotógrafo maduro e singular na cena artística carioca”, diz a curadora Marcia Mello. A exposição faz parte do FotoRio, maior evento de fotografia do Rio, que está na sua sétima edição.

Um pouco sobre José Diniz
Nascido em Niterói, José Diniz fez pós-graduação em Fotografia pela Universidade Cândido Mendes e cursos livres do Parque Lage. Esteve entre os finalistas dos prêmios International Discovery (FotoFest, 2011) e One To Watch in 2013, do British JP. Foi o vencedor do prêmio Marc Ferrez de Fotografia, promovido pela Fundação Nacional de Arte, em 2012. Dois anos depois, lançou “Periscope”, considerado um dos melhores livros de fotografia do ano.

Radicado no Rio de Janeiro, viaja pelo mundo com a sua arte. Diniz já realizou exposições individuais no Art Museum of Americas, no Jack Fischer Gallery e na Blue Sky Gallery (Estados Unidos); e na Galeria Arcimboldo, no MAC Salta, no CC Recoleta e no Museo Rawson (Argentina). Participou de mostras coletivas em países como Brasil, Estados Unidos, França, Espanha e Rússia, e possui obras em coleções particulares e em museus.

“O céu vem abaixo”, de José Diniz

QUANDO: Abertura em 15 de julho, das 18h às 21h; Visitação de segunda a sexta, das 14h às 19h, e aos sábados, das 11h às 15h. Até 16 de agosto

ONDE: Galeria Oriente – Rua do Russel, 300 / 401, na Glória – (21) 3495.3800

QUANTO: Entrada franca