Filme “Os demônios”, de Ken Russell, com sessão de debates no Rio

Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro apresenta a versão completa inglesa original do filme, no dia 28, fechando ciclo com obras que retratam casos de histeria individual e coletiva

O projeto Psicanálise & Cinema, da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro (SBPRJ), vai exibir, no dia 28 de outubro, às 19h, o filme “Os Demônios” (1971), considerado pelo Brithish Film Institute a obra-prima do cineasta inglês Ken Russell. A sessão será gratuita e seguida de debate com a psicanalista Fátima Amin, na SBPRJ, no Humaitá, Zona Sul do Rio.

Inspirada no livro “Os Demônios de Loudon” (1952), de Aldous Huxley, a ficção mostra um caso real de histeria coletiva ocorrido em um convento de freiras na França no século XVII. A trama é ambientada durante violento regime católico dos idos de 1631 e parte da suposta possessão da madre-superiora Irmã Jeanne (Vanessa Redgrave), cujas fantasias sexuais com o padre Grandier (Oliver Reed), do vilarejo de Loudon, resulta em um dos mais sangrentos episódios da época. O filme esteve proibido no Brasil na mesma época em se que proibiam filmes como “Laranja Mecânica”, “Último Tango em Paris” e alguns outros e chegou a ser exibido na versão americana, com cortes. Na SBPRJ será exibida a versão original inglesa.

“Os Demônios” será o segundo filme a ser exibido no ciclo “A Histeria antes de Freud”, promovido pelo projeto Psicanálise & Cinema com o objetivo de colaborar com os estudos sobre crises de histeria individual e coletiva – o primeiro foi “Augustine” (2013), em 23 de setembro. A classificação é 18 anos. A entrada é grátis e sujeita à lotação da sala (64 lugares). A SBPRJ fica na Rua Davi Campista, 80.

Segundo o Dicionário de Psicanálise de Elisabeth Roudinesco e Michel Plon, a histeria é uma neurose caracterizada por quadros clínicos muito variados cuja particularidade está no fato de que os conflitos psíquicos inconscientes se expressam de modo teatral e sob a forma de simbolizações, através de sintomas corporais que podem ser duradouros (paralisias, contraturas, cegueiras) ou breves (ataques, convulsões – que parecem com o que acontece nas epilepsias).

“Se são menos visíveis os quadros de grande histeria individual que aconteciam frequentemente há 100 anos e estudados por Charcot, ou mesmo os de histeria coletiva descritos por Huxley com base em documentos do século XVII, isto não quer dizer que aquelas estruturas de personalidade não existam, mesmo que nem sempre se manifestem com a mesma frequência ou do mesmo modo de antes”, afirma o psicanalista Luiz Fernando Gallego, coordenador do projeto Psicanálise & Cinema.

SERVIÇO “OS DEMÔNIOS”
Direção: Ken Russell
Data: 28 de outubro
Horário: 19h
Duração: 1h 51min
Classificação etária: 18 anos
Entrada grátis, sujeita à lotação da sala (64 lugares)
Informações e reservas: 2537-1333 e 2537-1115 – sbprj@sbprj.org.br
SBPRJ – Endereço: Rua Davi Campista, 80 – Humaitá