24.3 C
Rio de Janeiro
setembro 25, 2018
  • Home
  • Cinema
  • Filme “Love, Rock & Blues” marca a volta de Isabel Fillardis ao cinema e se inspira em “Glee” e “High School Musical”
Cinema

Filme “Love, Rock & Blues” marca a volta de Isabel Fillardis ao cinema e se inspira em “Glee” e “High School Musical”

foto: Igor Rodriguez
foto: Igor Rodriguez

No dia 19 de setembro será realizada a pré-estreia do filme “Love, Rock & Blues” no Teatro da Cesgranrio, no Rio de Janeiro. Produzido pela Gypsy, o longa de 80 minutos é considerado o primeiro filme musical feito no Brasil, com inspirações em “Glee” e “High School Musical”. A produção é uma continuação da websérie de mesmo título lançada no YouTube em maio de 2017, que foi indicada a prêmios em Miami, Seoul e Hollywood no circuito dos festivais internacionais de webséries, e foi premiada no Brasil no Rio Web Fest com o melhor elenco de comédia. No seriado, um grupo de artistas é formado numa audição e começa a ser preparado para conquistar a fama. A dificuldade desses jovens e o deslumbre dos que só buscam a fama é contada através de muita comédia e embalada com músicas de sucesso nacionais e internacionais em clipes espalhados nos seis episódios produzidos.

O filme, gravado durante um mês tendo como principal cenário o colégio onde o diretor Igor Rodriguez estudou até completar o ensino fundamental, continua a história da série fazendo as pessoas que não viram a série entenderem perfeitamente o enredo, e traz Isabel Fillardis de volta ao cinema após 9 anos como protagonista no papel de Maria, uma diretora de colégio, que chega para salvar o grupo de uma enrascada. Maria, que hoje dirige uma escola, é uma ex-cantora frustrada que parou de cantar e separou-se do marido músico, vivido por André Ramiro, após sofrer um assédio de um produtor. Ao ajudar o grupo, ela retoma o contato com a música e volta a cantar.

“’Love, Rock & Blues’ é como um bolo cheio de ingredientes para dar um sabor único a quem for assistir. O sabor do riso, da emoção e da alegria misturados, e que com certeza fará com que cada um volte a sonhar”, diz Isabel, que contracena com a filha, Ana Luz Fillardis. É o primeiro trabalho artístico dela, que tem 17 anos. O longa ainda conta com algumas participações especiais. Dentre elas, o cantor Buchecha.

Segundo o diretor e idealizador do projeto, Igor Rodriguez, o objetivo é colocar a produção independente, a princípio, nos cinemas do Rio de Janeiro, de Brasília e de São Paulo, nos circuitos internacionais e em seguida liberar ele para a televisão. Tanto a série quanto o filme são criações de Igor Rodriguez, que com 31 anos de idade, desponta como um dos melhores diretores da sua geração na área de filmes musicais brasileiros. “Nós temos grandes produções musicais nos teatros, mas não tínhamos nada no audiovisual nesse sentido aqui no Brasil. Foi pensando nisso que lancei a websérie e quando vieram as indicações internacionais, tive a certeza de que precisava continuar. Daí nasceu o filme. Eu acredito muito no potencial dos nossos artistas e quero mostrar isso lá fora”, diz Igor.

Entre os diferenciais do filme, destacam-se também o conflito que um dos personagens sofre com sua sexualidade e a produção dos momentos musicais, que se assemelham a videoclipes. E quem assistir ao filme terá uma surpresa: duas músicas inéditas foram escritas somente para serem exibidas no longa e futuramente poderão ser lançadas nas plataformas digitais.

Enquanto o filme não sai, o público pode conferir a websérie no YouTube para saber como o grupo de jovens alcançou a fama.

SINOPSE
Dando continuidade à história da websérie, agora em “Love, Rock & Blues – O Filme”, o grupo, que antes tinha alcançado o estrelato, descobre que um erro do seu empresário pode ter posto fim ao grande e esperado sonho. Por causa de uma enorme multa, o grupo descobre que para se apresentar cantando covers de músicas registradas, é necessário pagar direitos autorais. E até a quitação da multa, não existirão mais shows.

Desiludidos, todos pensam em saídas, sem sucesso. Em meio a tristeza geral, Dan, idealizador do grupo, não desiste e vai em busca de ajuda tentando encontrar Maria, uma grande amiga da época de escola. Hoje como diretora de um colégio, Maria pode ser a chance que Dan precisa para voltar a ter um espaço para ensaiar com o grupo até que todos consigam pagar a multa que os impede de se apresentar novamente. Porém, Maria é uma artista traumatizada, que interrompeu a carreira após um episódio conturbado com um produtor. Sua filha Isabela, sem saber o que aconteceu no passado da mãe, tenta ajudá-la a recuperar sua felicidade. O pedido de Dan leva Maria a um dilema, trazendo à tona seu sonho de ser cantora.

Posts relacionados

Missão: Impossível – Efeito Fallout | Assista ao filme nas salas especiais da Rede UCI

Alyson Fonseca

‘Crô em Família’, estrelado por Marcelo Serrado, ganha trailer oficial

Redação

‘O Doutrinador’ invade o Palácio do Governo

Redação

Deixe um comentário