20.8 C
New York
junho 19, 2019
Exposição

Festival de Esculturas do Rio reúne mais de 50 artistas em quatro importantes centros culturais da cidade

Caminhão, de Deneir -RJ Exposição no MNBA
Caminhão, de Deneir -RJ Exposição no MNBA

Durante o mês de junho, mais de 50 artistas, nacionais e internacionais, ocuparão Casa França-Brasil, Museu Nacional de Belas Artes, Centro Cultural Correios e Paço Imperial

Com a participação de 53 artistas, nacionais e internacionais, o Festival de Esculturas do Rio chega à sua quarta edição. A partir do dia 08 de junho, cariocas e visitantes que estiverem pela cidade poderão conferir obras em diferentes tamanhos e técnicas em quatro tradicionais instituições do Centro da Cidade: Casa França-Brasil, Museu Nacional de Belas Artes, Centro Cultural Correios e Paço Imperial.

Idealizado pelo produtor e curador Paulo Branquinho, o Festival busca o intercâmbio entre artistas de diversas gerações, origens e linguagens e oferece ao público um grande passeio por sensações visuais, táteis e sonoras, proporcionadas pelas esculturas e instalações apresentadas.

“Os visitantes terão a oportunidade de conhecer obras de artistas que se apresentarão pela primeira vez na Cidade. É uma grande satisfação promover essa integração entre nossos museus e centros culturais, que se unem numa mesma proposta, materializando um sonho, tendo a escultura e seus criadores como elo”, diz Branquinho.

A largada será dada no dia 08 de junho, na Casa França-Brasil. Uma grande instalação com o título “Torre de babel” será montada em conjunto por três artistas: Ângelo Milani, de São Paulo, que utiliza materiais reaproveitados em grandes monumentos; e pelos cariocas Paulo Jorge Gonçalves, que trabalha com tecidos flutuantes, e Otávio Avancini, que transforma árvores mortas em arte. Neste trabalho, os artistas construirão uma torre piramidal, que formará um labirinto de sensações.

O trio contou com a participação e parceria de artistas frequentadores do Instituto Municipal Nise da Silveira, Museu de Imagens do Inconsciente, Espaço Travessia, Ponto de Cultura e Bloco Carnavalesco Loucura Suburbana, CAPS Espaço Aberto ao Tempo Severianodos Santos EAT, Centro de Convivência e Cultura Trilhos do Engenho, Grêmio Nise da Silveira, Polo Experimental da Colônia Juliano Moreira, Ateliê Gaia. E Escola de Samba Mirim Pimpolhos da Grande Rio.  “Os visitantes não estarão numa exposição de escultura, mas sim entrando na própria escultura”, antecipa Branquinho.

No Museu Nacional de Belas Artes, 22 artistas apresentarão a partir do dia 15 de junho esculturas de médio e grande porte. Entre os artistas convidados estão Ângelo Venosa (RJ), Boris Romero (Uruguai), Cris Cabus (RJ), Dudu Garcia (RJ), Frida Baranek (RJ), Hans Hoge (Alemanha), Jesper Neergaard (Dinamarca), Lorena Olivares (Chile), Marcos Cardoso (RJ) e Susana Anágua (Portugal).

No Centro Cultural Correios, obras em cerâmica, bronze, madeira, capim, fibra de vidro e em papel poderão ser vistas a partir de 20 de junho. Ali, o Festival reunirá 30 nomes, brasileiros e estrangeiros, que prometem surpreender com trabalhos em dimensões e estilos distintos. Entre eles, os cariocas Alexandre Magno, Clarisse Tarran, Gianguido Bonfanti, Gonçalo Ivo e Robson Macedo, o mineiro Jorge dos Anjos, o italiano Alessandro Caròla, o peruano Daniel Galegos, a argentina Glória Seddon e o alemão Hans Hoge.

No Paço Imperial, dia 27 de junho, o artista Luiz Monken apresentará no pátio de entrada a instalação aérea “campo para pouso e decolagem”. A obra é formada por 15 objetos suspensos, feitos com elementos em tecido metálico e pendurados por fios de nylon. Com sua arte cinética, Monken explora efeitos visuais por meio de movimentos físicos e de ilusão de ótica e pelo próprio público, que vai interagir com os trabalhos.

Lista Completa dos Artistas – MNBA:
Albelzio Almeida – RJ,  Ângelo Venosa – RJ,  Anish Kapoor – India, Boris Romero – Uruguai, Caio Marculino – RJ, Coletivo Clara Arthaud e Roberto Sá – RJ, Cris Cabus – RJ,  Deneir – RJ, Dudu Garcia – RJ, Edmilson Nunes – RJ, Edna Kauss – RJ, Elmo Martins – RJ, Frida Baranek – RJ,   Ivan Navarro – Chille,  JesperNeergaard – Dinamarca, Lorena Olivares – Chile, Marilou Winograd – RJ, Marcos Cardoso – RJ, Osvaldo Gaia – PA, Pedro Paulo Domingues – RJ, Renato Brunello – Itália, Susana Anágua – Portugal.

Lista Completa dos Artistas – Centro Cultural Correios:
Airim Canedo – RJ,  Alessandro Caròla – Itália, Alexandre Magno – RJ, Anderson Dias – RJ,  Anita Fiszon  – RJ,   Clarisse Tarran – RJ,  Daniel Galegos – Peru,  Denise Campinho – RJ,   Eduardo Mariz – RJ, Fernando Borges – RJ,   Gerson Ipiraja – CE, GianguidoBonfanti – RJ, Giovana Zilmerman – SC, Glória Seddon – Argentina, Gonçalo Ivo – RJ, Hans Hoge – Alemanha, João Batista Medeiros – RJ, Jorge dos Anjos – MG,  Luiza Aquim – RJ, Marcelo Gomes – RJ, Marcelo Monteiro – PR, Mário Maia – RJ, Miro – RJ, Nina Ponce – RJ,, Renata Sgarbi – RJ, Robson Macedo – RJ, Sandra Passos – RJ e Teresinha Mazzei – ES.

O Festival de Esculturas do Rio conta com o patrocínio da Prefeitura do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS, Copa Engenharia e Construções, Support  Consultoria e Jirau Andaimes e Escoramentos.

SERVIÇO
Festival de Esculturas do Rio (4ª Edição)

Casa França Brasil
Abertura: 08 de Junho (sábado), as 15h
Rua Visconde de Itaboraí, 78
Período: 09 a 18 de junho
Funcionamento: de terça a domingo de 10 as 20h

Museu Nacional de Belas Artes
Abertura: 15 de Junho (sábado), às 14h
Av. Rio Branco, 199, Centro
Período:  16 de junho a 22 de setembro
Funcionamento: de terça a sexta, das 10 às 18h, sábados, domingos e feriados, das 13 às 18h

Centro Cultural Correios
Abertura: 20 de Junho (quinta-feira), às 18h
Rua Visconde de Itaboraí, 20
Período: 21 de junho a 04 de agosto
Funcionamento: de terça a sexta, de 12 às 19h, sábados, domingos e feriados, das 13 às 19h

Paço Imperial
Abertura: 27 de Junho (quinta feira), as 17h
Praça 15, 48, Centro
Período: 28 de junho a 17 de julho
Funcionamento: de terça a sexta, de 12 às 19h, sábados, domingos e feriados de 13 às 19h

Posts relacionados

Simone Cadinelli Arte Contemporânea inaugura exposição ‘Cimento Manchado de Batom’

Redação

Museu Nacional de Belas Artes recebe a exposição participativa “Arte Aproxima”

Redação

Projeto UÇÁ estreia exposição imersiva ‘Do Mangue ao Mar’

Redação

Sesc Ramos inaugura galeria de artes com exposição Etnograffiti

Redação

Um dos expoentes em arte geométrica brasileira, Carlos Muniz inaugura mostra

Redação

Monumento Estácio de Sá recebe a exposição inédita “Aquilo que Pedi até Agora”, de Ana Storino

Redação

Deixe um comentário