Festival Curta Cinema anuncia os vencedores, que são qualificados para o Oscar

“A Nova Melancolia” e “In White” foram os grandes premiado da noite

Chega ao fim a 27ª edição do Festival Curta Cinema, que em oito dias exibiu 150 filmes com o melhor da produção mundial da safra 2016-2017. Na cerimônia de encerramento, que aconteceu na noite de ontem (quarta-feira, 8), no Cine Odeon, o diretor geral do festival, Ailton Franco, anunciou os grandes vencedores da noite, que com o prêmio são qualificados para concorrer a uma vaga no Oscar: “A Nova Melancolia”, filme de Alvaro Andrade Alves e Marcus Curvelo (BA/MG), e o curta libanês “In White”, de Dania Bdeir, que receberam o Grande Prêmio Nacional 2017 e Grande Prêmio Curta Cinema 

Além dos grandes vencedores, foram anunciados os premiados das demais categorias do festival, que teve patrocínio da Globo Filmes, da Secretaria de Cultura do Estado, da Riofilme e apoio institucional da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro.

Booking.com

Na competição nacional, “Boca de Fogo”, de Luciano Pérez Fernandez, ficou com o Prêmio Especial do Júri e na competição internacional o eleito desta categoria foi “Meyrem”, de Reber Dosky, da Holanda. 

“O Vestido de Myriam”, de Lucas Rossi, ganhou como Melhor Direção nacional e “Heyvan”, curta iraniano de Bahram Ark, recebeu o pêmio de Melhor Direção internacional. “Deus”, de Vinícius Silva, foi consagrado com o Prêmio Canal Brasil de Curtas.

Os eleitos pelo público nas categorias Panorama Carioca e Panorama Latino-Americano foram “Tia Ciata” e “Valentina”“Pria” foi escolhido como Melhor Curta Internacional e “Deus”, levou o prêmio de Melhor Curta Nacional pelo júri popular.

Além dos prêmios oficiais, foram condecorados, também, os destaques das atividades paralelas do Curta Cinema. No Laboratório de Projetos de Curta-Metragem, foram reconhecidos como Melhor Projeto Nacional, “Quero Me Guardar Em Seu Peito”, de Pedro Jorge e como Melhores Projeto Rio de Janeiro, os filmes “Briga de Irmãos”, de Victor Ozanam Simões e “Essa Noite Seremos Felizes”, de Diego dos Anjos e Daniel Fraiha. 

Confira abaixo a lista completa dos premiados.

COMPETIÇÃO NACIONAL
Júri composto por Eileen Hofer, Sabrina Fidalgo e Stephen Bocskay
 
GRANDE PRÊMIO NACIONAL 2017
“A Nova Melancolia”, de Alvaro Andrade Alves e Marcus Curvelo. BA/MG – Brasil
 
PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI
“Boca de Fogo”, de Luciano Pérez Fernandez. Rio de Janeiro, Brasil
 
MELHOR DIREÇÃO
 “O Vestido de Myriam”, de Lucas Rossi
 
MENÇÃO HONROSA #1
“Deus”, de Vinícius Silva , de SP
 
MENÇÃO HONROSA #2
“Waapa”, de David Reeks e Renata Meirelles
 
COMPETIÇÃO INTERNACIONAL
Júri composto por Ivana Bentes, Samantha Brasil e Antoine Guerreiro do Divino Amor
 
GRANDE PRÊMIO CURTA CINEMA 2017
“In White”, de Dania Bdeir – Líbano, 2017
 
PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI
“Meryem”, de Reber Dosky – Holanda, 2017
 
PRÊMIO MELHOR DIREÇÃO
“Heyvan”, de Bahram Ark – Irã, 2017
 
MENÇÃO HONROSA
“Verde”, de Alonso, de Ruizpalacios – Mexico, 2016
 
PREMIAÇÃO DAS ATIVIDADES PARALELAS
 
Laboratório de Projetos de Curta-Metragem
 
Consultores: Anna Azevedo, Eduardo Ades e Elaine Soares Azevedo
 
Melhor Projeto Nacional
“Quero Me Guardar Em Meu peito”, de Pedro Jorge
 
Melhores Projetos Rio de Janeiro – EX AEQUO
“Briga de Irmãos”, de Victor Ozanam Simões
 
“Essa Noite Seremos Felizes”, de Diego dos Anjos e Daniel Fraiha
 
PRÊMIO CANAL BRASIL
Júri composto por Francisco Russo, Roni Filgueiras, Lully e Ricardo Schott

“Deus”, de Vinícius Silva.
 
PRÊMIO DA CRÍTICA DA ASSOCIAÇÃO DE CRÍICOS DE CINEMA DO RIO DE JANEIRO
Júri composto por Nelson Hoineff, Filippo Pitanga e Francisco Carbone
 
MENÇÃO HONROSA
Pela qualidade de filmes em Competição , o Júri da Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro decidiu outorgar duas menções honrosas:

A primeira, pela crueza em retratar a situação da mulher silenciada na sociedade

“Tentei”, de Laís Melo
 
E a segunda, por lançar um novo olhar sobre o encontro de gerações

“Ao Final da Conversa, Eles se Despedem Com Um Abraço”
 
Por abordar em paralelo questões de gênero e de diferenças sociais com uma linguagem ousada e madura, o Prêmio da Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro vai para

“O Porteiro do Dia” de Fábio Leal
 
PRÊMIO DE PÚBLICO

PANORAMA CARIOCA
“Tia Ciata”, de Mariana Campos , Raquel Beatriz

PANORAMA LATINO-AMERICANO
“Valentina”, de Diego Quindere de Carvalho e Estevão Meneguzzo.
 
COMPETIÇÃO INTERNACIONAL
“Pria”, de Yudho Aditya
 
COMPETIÇÃO NACIONAL
“Deus”, Vinícius Silva

Booking.com