Festa Realmente Som 8 no Casarão Floresta, com 8 shows e jam sessions

Luciana Flores (foto: Divulgação)
Luciana Flores (foto: Divulgação)

A Festa Realmente Som ganha mais uma edição, a Oitava, no Casarão Floresta, no Cosme Velho, no sábado, dia 22 de julho. Organizada por Luciano Strazzer, a festa onde você respira música tem rock, tem MPB, tem blues, tem jam e nessa edição tem jazz também e a line up tá pesada! Além dos shows e jams, tem a pista num lounge aconchegante, cervejas artesanais, hambúrgueres caseiros e massagem, num lugar cercado pela floresta, aos pés do Cristo Redentor, onde estúdios de música se transformam em palcos e também em pistas de dança. 

A festa surgiu com a ideia de unir, num só lugar, bandas independentes, não só para se conhecer trabalhos novos, mas também para a interação e o prazer de fazer música. E lá o foco é o encontro entre músicos, sejam de que lugar for, tendo o rock e a música brasileira como spot, proporcionando trocas entre o nicho musical. Para quem curte a mistura, a jam session tem um significado orgânico do que a festa representa e, quem curte o junto e misturado, é a hora. É só trazer o instrumento e fazer parte da festa. 

Booking.com

O projeto nasceu do reencontro da Banda Anjos de Vidro, capitaneado por Luciano Strazzer, idealizador e curador do projeto, que já segue seu caminho com mais de 80 artistas em oito edições. “Este evento foi fruto da minha vontade de fazer festas com música ao vivo num ambiente com estrutura técnica para realizar shows, pocket shows de artistas conhecidos ou não e que queiram mostrar seu trabalho, com fôlego para ser um projeto eterno”, conta Luciano.

Santiago Jazz - foto divulgação
Santiago Jazz – foto divulgação

No dia 22 de julho, sábado, vai rolar mais esta edição, das 21h30 às 3h da manhã, com shows de oito artistas. No estúdio 1 as bandas Novíssimos,  Samsara Gautama, Anjos da Sombra e o grupo Yamã. Já no estúdio 2 tem jazz e MPB com a dupla Santiago Jazz e a cantoraLuciana Flores (foto acima) seguidas por Mariana Badan e Taís Feijão. A novidade desta edição é que vai ter jam nos dois estúdios e o músico que quiser participar é só levar o instrumento. O ingresso é barato e a causa é nobre.

Enquanto rolam os shows nos estúdios, no aconchegante lounge do casarão rola uma playlist preparada por Victor Cumplido e do melômano Luciano. E tem cerveja artesanal, hambúrgueres caseiros, comida vegetariana e a shiatsuterapeuta Shirley Nascimento com quick massagem.

Luciano Strazzer, o produtor da festa e “mago” das terapias alternativas, já aos 16 anos montou a banda Anjos de Vidro, que retornou agora aos palcos com disco novo no forno e agendas de shows de lançamentos, tendo feito sua reestreia já na edição 6 da festa e show no áudio Rebel. Atua como produtor colocando fé que a miscelânea cultural merece um lugar de encontro. Para projetos futuros planeja, além dos shows, o novo disco da banda e muitas outras festas, a foto-biografia de seu pai, Carlos Augusto Strazzer (1945/1993) – um dos grandesatores brasileiros da década de 80 na TV, teatro e no cinema – que está sendo escrita juntamente com o jornalista e escritor Nelson Liano, programada para 2018 pela editora Sextante.

 

A banda Novíssimos lançou seu primeiro disco “UM”, com músicas autorais, num samba-jazz funkeado, cheio de groove, pegada latina e um suingue da música nordestina, com participação especial de Ivan Lins. Já fez shows no Circo Voador, Fundição Progresso, Oi Futuro, Teatro Solar de Botafogo, além de duas edições do festival Back2Black. Nos shows contaram com participações especiais de Edu Krieger, Zé Renato, Júlia Vargas e Marcelo Caldi, entre outros, e abriram shows para o Hamilton de Holanda, Casuarina e até para Milton Nascimento. Ouça aqui: https://www.youtube.com/watch?v=ZbtRt0mG5sc

Samsara Gautama foi criada em 2013. Formada por Matheus Saudino, Matias Froes, Vínicius Rosalvo e Pedro Ferreira, passeia pelo rock e atravessa a música brasileira. Suas influências têm um leque diverso: Pearl Jam, Pink Floyd, Novos Baianos, Incubus, Clube da Esquina e Mutantes. O manejo da mistura garante à Samsara um som novo, do transcendente ao tropical, mas ao mesmo tempo familiar, reconhecido tanto pelas gerações antigas quanto pelas novas.

Para ouvir:  https://www.youtube.com/channel/UC7uAK09Yoo5D4wa4jod1yLg

O trio heavy metal autoral Anjos da Sombra tem influências de bandas dos anos 70 a 90 e vem se destacando em bares e motoclubes do Rio de Janeiro. Em 2015 foi vencedora de uma batalha de bandas na Planet Music, destacando-se pelo show completamente autoral. Após mudanças nas guitarras, hoje a banda é formada por Henrique Simões (baixo e voz), Ricardo Rivelino (bateria) e Guilherme Benaion (guitarra), onde técnica apurada, criatividade e presença de palco acrescentaram qualidade musical no palco e no estúdio. Neste ano entraram em estúdio para gravação de um EP com músicas já conhecidas pelo público e uma inédita. Veja aqui: https://www.anjosdasombra.com.br/

Yamã reúne compositores e multi-instrumentistas e lançou seu disco de estreia no ano passado. Das canções “cruas”, feitas em voz e violão, os parceiros Leandro Floresta, Dudu Godoi e Ramon Murcia,acrescentaram um trio de guitarra, baixo e bateria de Miguel Bittencourt e o baterista Cassius Theperson que contribui no peso da banda, sem perder o prumo da voz e violão como origem das canções. O álbum de estreia tem uma diversidade de ritmos passeando pelo universo brasileiro, afro-latinos e pop.

Ouça aqui: https://soundcloud.com/musicayama/

Já a turma que se apresenta no estúdio 2 vai mostrar muito jazz e MPB. A dupla Santiago Jazz,formada pela cantora Andreia Santiago e o guitarrista e arranjador Igo Santiago, que já sacudiu o evento Royal British Legion-Poppy Ball 2015 no Golden Room do Copacabana Palace Hotel em 2015, está finalizando seu primeiro EP, “Sou Gypsy”, com releituras de clássicos da música nacional e internacional. Luciana Flores é atriz e cantora de jazz, blues e black music e será acompanhada por Hugo Chiarradia (piano e arranjos), Berreldi (baixo) e Edinho (bateria).Mariana Badan é artista de rua, bicho do mato mesmo, do Mato Grosso, com músicas autorias que transitam do coco ao rock, da MPB ao alternativo contemporâneo. Taís Feijão tem trabalho autoral, mergulhado na miscelânea rítmica que envolve do samba ao jazz, da bossa ao baião, do rock ao blues, presentes em seu mais recente CD “Todas”.

FESTA REALMENTE SOM 8

Local – Casarão Floresta (Ladeira dos Guararapes, 115 – Cosme Velho/RJ – Tel: 3281-2201)

Data – 22 de julho, sábado

Horário – das 21h30 às 3h da manhã

Ingressos:  
Com nome na lista, via mural do evento: R$ 15,00 (nome colocado até às 00h do dia da festa)
Sem o nome na lista:  R$ 25,00

Músico que levar o instrumento e for participar da jam:  só R$ 10,00

Entrada apenas em dinheiro

No bar aceita todos os tipos de cartão de crédito e débito, menos bilhete único e voucher 
O estacionamento é liberado, mas também é limitado.

Espalhe para os amigos.  

Booking.com