16.7 C
New York
maio 22, 2019
Livros

Festa Literária de Santa Teresa homenageia Chico Buarque

flist feira literária

Evento também irá homenagear o premiado ilustrador Ivan Zigg e fará tributos ao educador Paulo Freire e à escola de design Bauhaus 

Roteiro gastronômico e cultural vai reunir dez restaurantes do bairro

A Festa Literária de Santa Teresa – FLIST que, anualmente, leva mais de 10 mil pessoas ao Parque das Ruínas, em Santa Teresa, acontece nos dias 27 e 28 de abril e vai homenagear o cantor, compositor e escritor Chico Buarque, além do premiado ilustrador Ivan Zigg. O evento, produzido pelo Centro Educacional Anísio Teixeira – CEAT, que está completando 50 anos, terá também tributos ao educador Paulo Freire e à escola de design alemã Bauhaus. O roteiro gastronômico e cultural contará com as participações de dez restaurantes do bairro que sediarão leituras de poemas, apresentações musicais e debates e apresentarão pratos em homenagem às músicas de Chico Buarque.

Os trabalhos de Chico serão apresentados em diferentes momentos, por vários artistas e alunos do Centro Educacional Anísio Teixeira (CEAT), escola que há 11 anos promove a festa. No sábado, em um show batizado de Prata da Casa, a FLIST vai reunir no palco, pela primeira vez, Clara Buarque, Chico Brown e Lia Buarque, netos do cantor. E no domingo, encerrando o evento em grande estilo, será a vez do grupo Mulheres de Chico cantar sucessos como “João e Maria”, “A Banda” e “Roda Viva”.

Outros destaques
No sábado, às 12h, será lançada a edição especial da Revista Philos em homenagem aos 50 anos do CEAT 50 anos, com as presenças de escritores e ilustradores. E, às 14h, o historiador Luiz AntonioSimas e o Moyses Marques debatem o trabalho de Chico Buarque e traçam um paralelo com as obras de Ismael Silva e Noel Rosa. Às 16h30, acontece a leitura da peça Riobaldo, uma adaptação da obra Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa, com o ator Gilson de Barros.

No domingo, às 10h, autores da AEILIJ vão debater a importância de bruxas, fadas e outros seres fantásticos na literatura infantil. No mesmo horário acontece a apresentação musical Os Saltimbancos. Logo depois, às 11h, é a vez do bate-papo A Suíça brasileira não é aqui: construção identitária de professoras negras no município de Nova Friburgo, seguido de autógrafos de livros. Às 12h, é a vez da apresentação literária Paulo Freire: lendo o mundo em cordel, com o cordelista Edmilson Santini.

A mesa de debates Coisas (e pessoas) que viram outras: do lixo à arte, acontece às 15h, seguida de autógrafos de livros com o artista plástico Adilson Dias, a editora Amanda Lobosco, a artista plástica Elê Nogueira e a autora Ninfa Parreiras. Uma hora depois, às 16h, uma nova mesa de debates sobre Temas polêmicos na literatura: 50 anos do CEAT com os professores Igor de Oliveira Costa, Marlene Araújo e Oswaldo Martins e, às 16h, tem a apresentação musical com o Coral CEAT, sob a regência de Gloria Calvente Van Den Bos.

ROTEIRO GASTRONÔMICO FLIST
Entre os restaurantes que participam do Roteiro Gastronômico da FLIST estão: Adega do Pimenta, Alda Maria Doces, Espírito Santa, Maloca Carioca, Café do Alto, Tribas´s Pizzas e Favela Hype.

PROGRAMAÇÃO FLIST 2019

SÁBADO – DIA 27/04

Manhã

10h – Abertura

10h30 – Lançamento do jornal Língua de Brincar

10h30 – Teatro – A vida ideal das crianças

10h30 – Exibição do curta da Multirio, O Boto

11h – Teatro – Felizópolis – a cidade ideal 

11h – Apresentação literária sobre Paulo Freire, com o cordelista Edmilson Santini

11h – Bate-papo sobre Lendas e Mitos Polêmicos na Literatura Infantil

11h – Contação de história – Chapeuzinho amarelo, Chico Buarque

         Contação de histórias de Ivan Zigg

 

Tarde

12h – Lançamento da edição especial da Revista Philos em homenagem aos 50 anos do CEAT 50 anos, com as presenças de escritores e ilustradores

12h30 – Apresentação literária, musical e teatral Ópera dos malandros (apresentação literária, musical e teatral)

13h – Bate-papo com Virginia Cavalcante sobre o livro Exílio na primeira classe

13h – Bate-papo Aquilo que ninguém vê – a história por trás da História, com as autoras Andrea Viviana Taubman e Anna Claudia Ramos. A mediação é do escritor Igor Gonçalves

13h – O mundo de Narciso, contação de histórias, seguida de autógrafos, com a autora Tatiana Ribeiro

14h – Homenagem a Chico Buarque com o autor Elias Fajardo

14h – Bate-papo A casa e o mundo lá fora: cartas de Paulo Freire para Nathercinha, seguido de autógrafos de livros

14h – Apresentação poética Poesias ao vento: a brisa virou ventania

14h – Bate-papo O Chico sambista: tabelando com Ismael e Noel com o historiador Luiz Antonio Simas e o cantor Moyseis Marques

14h – Bate-papo Diáspora brasileira: O crime do cais do Valongo e Água de barrela, seguido de autógrafos de livros

14h30 – Chico em prosa, música e versos

15h – Café literário com Márcia Lobosco

15h – Contação de histórias Menino movimento, seguida de autógrafos de livros com as autoras Denise Calasans e Sandra Nascimento

16h – Bate-papo Guardados do coração: avô + avó = a voz, bate-papo, seguido de autógrafos com o autor Francisco Gregório

16h – Bate-papo Caminhos e descaminhos femininos: onde acertamos, onde erramos, com as especialistas Ana Beatriz Manier (autora e editora), Hilvânia de Carvalho (psicanalista e poeta), Iracema Macedo (filósofa e poeta), Jana Meilman (professora e romancista), Rosana Miziara (historiadora e poeta) e Maria Bitarello (jornalista/cronista)

16h – Artesanato, Leitura e trabalho na recuperação de presos (Bruno Parreiras) 

16h30 – Leitura da peça Riobaldo. Adaptação da obra Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa com o ator Gilson de Barros

17h – Buarquianas: A Prata da Casa canta Chico Buarque

 

DOMINGO – DIA 28/04

Manhã

10h – A importância de bruxas, fadas e outros seres fantásticos na Literatura Infantil com autores da AEILIJ

10h – Apresentação musical – Os saltimbancos

11h – Exibição curta do Hugo, o Monstro, da MultiRio

11h – Autógrafos do livro Nuvem, com a presença dos autores

11h – Bate-papo A Suíça brasileira não é aqui: construção identitária de professoras negras no município de Nova Friburgo, seguido de autógrafos de livros (Márcia Lobosco – autora e professora)

11h – Contação de história Chapeuzinho amarelo com a contadora de histórias Cilene Oliveira

11h15 – Bate-papo sobre temas polêmicos na literatura para a infância com a MultiRio

 

Tarde

12h – Apresentação literária Paulo Freire: lendo o mundo em cordel, com o cordelista Edmilson Santini

12h – Leitura no Sítio atraca nas escolas com as professoras Antônia Pereira da Silva Lima, Eliandra de Oliveira Belforte, Gleidenira Lima Soares, Maria Antônia Fernandes da Silva e Suzi Shen Alcântara Pires. A mediação é de  Glória Valladares Grangeiro, especialista em literatura infantil

12h – Sarau poesia A roleta do Chico

13h – Leituras e brincadeiras em versos Pulando de poesia, seguidas de autógrafos de livros com autora Cecilia Botana

13h – Homenagem ao ilustrador Ivan Zigg, seguida de autógrafos de livros

13h – Bate-papo Diáspora brasileira: Eles, seguido de autógrafos de livros com autor Vagner Amaro

14h – Bate-papo Carolina Maria de Jesus: uma biografia, seguido de autógrafos de livros com o autor Tom Farias

14h – Apresentação Lendas amazônicas com a contadora de histórias Lucia Morais

14h – Apresentação musical Apesar de você: Ensino Médio canta Chico

15h – Apresentação poético-musical com o Coletivo Caneta Preta de Poesia

15h – Bate-papo Como anda a literatura na Amazônia?  Identidade e Cultura Amazônica na Literatura infantil e juvenil, com Jaqueline Gomes da Costa – mestre em literatura, professora de Rondônia e mediação da professora Maria Antônia Fernandes da Silva

15h – Mesa de debates Coisas (e pessoas) que viram outras: do lixo à arte, seguida de autógrafos de livros com o artista plástico Adilson Dias, a editora

Ana Beatriz Manier, a artista plástica Elê Nogueira e a autora Ninfa Parreiras 16h – Mesa de debates Temas polêmicos na literatura: 50 anos do CEAT com os professores Igor de Oliveira Costa, Marlene Araújo e Oswaldo Martins

16h – Apresentação musical com o Coral CEAT, sob a regência de

Gloria Calvente Van Den Bos

16h – Bate-papo com Maria Fernanda Figueiredo “Desculpe a demora. Não repare na bagunça”.

17h – Show de encerramento com o grupo Mulheres de Chico

Posts relacionados

Após exposição no Centro Cultural Oi Futuro, no Flamengo, fotógrafo Odir Almeida lança versão em livro de “Celacanto”, que reúne fotos tiradas de dentro do mar

Redação

Degustador de café lança obra sobre a arte de saborear

Redação

Clássico da literatura infantojuvenil, livro de Roseana Murray é reeditado pela Lago de Histórias

Redação

Após estreia em Dubai, romance Bluebell chega ao Brasil

Redação

“Leque”, novo livro da poeta Fernanda Oliveira, é lançado pela Imprimatur

Redação

Você sabe o que é Gamofobia?

Redação

1 comentário

Deixe um comentário