30.9 C
New York
julho 22, 2019
Livros

Festa Literária de Santa Teresa homenageia Chico Buarque

flist feira literária

Evento também irá homenagear o premiado ilustrador Ivan Zigg e fará tributos ao educador Paulo Freire e à escola de design Bauhaus 

Roteiro gastronômico e cultural vai reunir dez restaurantes do bairro

A Festa Literária de Santa Teresa – FLIST que, anualmente, leva mais de 10 mil pessoas ao Parque das Ruínas, em Santa Teresa, acontece nos dias 27 e 28 de abril e vai homenagear o cantor, compositor e escritor Chico Buarque, além do premiado ilustrador Ivan Zigg. O evento, produzido pelo Centro Educacional Anísio Teixeira – CEAT, que está completando 50 anos, terá também tributos ao educador Paulo Freire e à escola de design alemã Bauhaus. O roteiro gastronômico e cultural contará com as participações de dez restaurantes do bairro que sediarão leituras de poemas, apresentações musicais e debates e apresentarão pratos em homenagem às músicas de Chico Buarque.

Os trabalhos de Chico serão apresentados em diferentes momentos, por vários artistas e alunos do Centro Educacional Anísio Teixeira (CEAT), escola que há 11 anos promove a festa. No sábado, em um show batizado de Prata da Casa, a FLIST vai reunir no palco, pela primeira vez, Clara Buarque, Chico Brown e Lia Buarque, netos do cantor. E no domingo, encerrando o evento em grande estilo, será a vez do grupo Mulheres de Chico cantar sucessos como “João e Maria”, “A Banda” e “Roda Viva”.

Outros destaques
No sábado, às 12h, será lançada a edição especial da Revista Philos em homenagem aos 50 anos do CEAT 50 anos, com as presenças de escritores e ilustradores. E, às 14h, o historiador Luiz AntonioSimas e o Moyses Marques debatem o trabalho de Chico Buarque e traçam um paralelo com as obras de Ismael Silva e Noel Rosa. Às 16h30, acontece a leitura da peça Riobaldo, uma adaptação da obra Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa, com o ator Gilson de Barros.

No domingo, às 10h, autores da AEILIJ vão debater a importância de bruxas, fadas e outros seres fantásticos na literatura infantil. No mesmo horário acontece a apresentação musical Os Saltimbancos. Logo depois, às 11h, é a vez do bate-papo A Suíça brasileira não é aqui: construção identitária de professoras negras no município de Nova Friburgo, seguido de autógrafos de livros. Às 12h, é a vez da apresentação literária Paulo Freire: lendo o mundo em cordel, com o cordelista Edmilson Santini.

A mesa de debates Coisas (e pessoas) que viram outras: do lixo à arte, acontece às 15h, seguida de autógrafos de livros com o artista plástico Adilson Dias, a editora Amanda Lobosco, a artista plástica Elê Nogueira e a autora Ninfa Parreiras. Uma hora depois, às 16h, uma nova mesa de debates sobre Temas polêmicos na literatura: 50 anos do CEAT com os professores Igor de Oliveira Costa, Marlene Araújo e Oswaldo Martins e, às 16h, tem a apresentação musical com o Coral CEAT, sob a regência de Gloria Calvente Van Den Bos.

ROTEIRO GASTRONÔMICO FLIST
Entre os restaurantes que participam do Roteiro Gastronômico da FLIST estão: Adega do Pimenta, Alda Maria Doces, Espírito Santa, Maloca Carioca, Café do Alto, Tribas´s Pizzas e Favela Hype.

PROGRAMAÇÃO FLIST 2019

SÁBADO – DIA 27/04

Manhã

10h – Abertura

10h30 – Lançamento do jornal Língua de Brincar

10h30 – Teatro – A vida ideal das crianças

10h30 – Exibição do curta da Multirio, O Boto

11h – Teatro – Felizópolis – a cidade ideal 

11h – Apresentação literária sobre Paulo Freire, com o cordelista Edmilson Santini

11h – Bate-papo sobre Lendas e Mitos Polêmicos na Literatura Infantil

11h – Contação de história – Chapeuzinho amarelo, Chico Buarque

         Contação de histórias de Ivan Zigg

 

Tarde

12h – Lançamento da edição especial da Revista Philos em homenagem aos 50 anos do CEAT 50 anos, com as presenças de escritores e ilustradores

12h30 – Apresentação literária, musical e teatral Ópera dos malandros (apresentação literária, musical e teatral)

13h – Bate-papo com Virginia Cavalcante sobre o livro Exílio na primeira classe

13h – Bate-papo Aquilo que ninguém vê – a história por trás da História, com as autoras Andrea Viviana Taubman e Anna Claudia Ramos. A mediação é do escritor Igor Gonçalves

13h – O mundo de Narciso, contação de histórias, seguida de autógrafos, com a autora Tatiana Ribeiro

14h – Homenagem a Chico Buarque com o autor Elias Fajardo

14h – Bate-papo A casa e o mundo lá fora: cartas de Paulo Freire para Nathercinha, seguido de autógrafos de livros

14h – Apresentação poética Poesias ao vento: a brisa virou ventania

14h – Bate-papo O Chico sambista: tabelando com Ismael e Noel com o historiador Luiz Antonio Simas e o cantor Moyseis Marques

14h – Bate-papo Diáspora brasileira: O crime do cais do Valongo e Água de barrela, seguido de autógrafos de livros

14h30 – Chico em prosa, música e versos

15h – Café literário com Márcia Lobosco

15h – Contação de histórias Menino movimento, seguida de autógrafos de livros com as autoras Denise Calasans e Sandra Nascimento

16h – Bate-papo Guardados do coração: avô + avó = a voz, bate-papo, seguido de autógrafos com o autor Francisco Gregório

16h – Bate-papo Caminhos e descaminhos femininos: onde acertamos, onde erramos, com as especialistas Ana Beatriz Manier (autora e editora), Hilvânia de Carvalho (psicanalista e poeta), Iracema Macedo (filósofa e poeta), Jana Meilman (professora e romancista), Rosana Miziara (historiadora e poeta) e Maria Bitarello (jornalista/cronista)

16h – Artesanato, Leitura e trabalho na recuperação de presos (Bruno Parreiras) 

16h30 – Leitura da peça Riobaldo. Adaptação da obra Grande Sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa com o ator Gilson de Barros

17h – Buarquianas: A Prata da Casa canta Chico Buarque

 

DOMINGO – DIA 28/04

Manhã

10h – A importância de bruxas, fadas e outros seres fantásticos na Literatura Infantil com autores da AEILIJ

10h – Apresentação musical – Os saltimbancos

11h – Exibição curta do Hugo, o Monstro, da MultiRio

11h – Autógrafos do livro Nuvem, com a presença dos autores

11h – Bate-papo A Suíça brasileira não é aqui: construção identitária de professoras negras no município de Nova Friburgo, seguido de autógrafos de livros (Márcia Lobosco – autora e professora)

11h – Contação de história Chapeuzinho amarelo com a contadora de histórias Cilene Oliveira

11h15 – Bate-papo sobre temas polêmicos na literatura para a infância com a MultiRio

 

Tarde

12h – Apresentação literária Paulo Freire: lendo o mundo em cordel, com o cordelista Edmilson Santini

12h – Leitura no Sítio atraca nas escolas com as professoras Antônia Pereira da Silva Lima, Eliandra de Oliveira Belforte, Gleidenira Lima Soares, Maria Antônia Fernandes da Silva e Suzi Shen Alcântara Pires. A mediação é de  Glória Valladares Grangeiro, especialista em literatura infantil

12h – Sarau poesia A roleta do Chico

13h – Leituras e brincadeiras em versos Pulando de poesia, seguidas de autógrafos de livros com autora Cecilia Botana

13h – Homenagem ao ilustrador Ivan Zigg, seguida de autógrafos de livros

13h – Bate-papo Diáspora brasileira: Eles, seguido de autógrafos de livros com autor Vagner Amaro

14h – Bate-papo Carolina Maria de Jesus: uma biografia, seguido de autógrafos de livros com o autor Tom Farias

14h – Apresentação Lendas amazônicas com a contadora de histórias Lucia Morais

14h – Apresentação musical Apesar de você: Ensino Médio canta Chico

15h – Apresentação poético-musical com o Coletivo Caneta Preta de Poesia

15h – Bate-papo Como anda a literatura na Amazônia?  Identidade e Cultura Amazônica na Literatura infantil e juvenil, com Jaqueline Gomes da Costa – mestre em literatura, professora de Rondônia e mediação da professora Maria Antônia Fernandes da Silva

15h – Mesa de debates Coisas (e pessoas) que viram outras: do lixo à arte, seguida de autógrafos de livros com o artista plástico Adilson Dias, a editora

Ana Beatriz Manier, a artista plástica Elê Nogueira e a autora Ninfa Parreiras 16h – Mesa de debates Temas polêmicos na literatura: 50 anos do CEAT com os professores Igor de Oliveira Costa, Marlene Araújo e Oswaldo Martins

16h – Apresentação musical com o Coral CEAT, sob a regência de

Gloria Calvente Van Den Bos

16h – Bate-papo com Maria Fernanda Figueiredo “Desculpe a demora. Não repare na bagunça”.

17h – Show de encerramento com o grupo Mulheres de Chico

Posts relacionados

Lina Tâmega Peixoto: uma grande escritora da literatura brasileira

Redação

Vencedor do Prêmio Sarau Brasil 2018 lança livro sobre crises existenciais contemporâneas

Redação

Prêmio Cepe Nacional 2019 | Começam as inscrições para as categorias

Alyson Fonseca

Livro ajuda pessoas a lidar com a morte

Redação

Na vida real, quando o arrependimento bate não dá para voltar no tempo

Redação

O poder crítico da literatura em Conversa comigo, de Ricardo Ramos Filho

Redação

1 comentário

Deixe um comentário