22.3 C
New York
julho 23, 2019
Notícias

Estão à venda os ingressos para o primeiro fórum internacional de moda sustável no Rio de Janeiro

Idealizado por Yamê Reis, Rio Ethical Fashion (REF) reunirá nomes da indústria mundial entre os dias 6 e 8 de junho. Ingressos a preços promocionais serão vendidos até 5 de maio


Na semana do Meio Ambiente, o Rio de Janeiro vai se transformar em uma verdadeira vitrine para a moda sustentável produzida no Brasil e no mundo. Idealizado pela diretora criativa Yamê Reis, o Rio Ethical Fashion (REF) – que conta com o apoio do Instituto C&A, apoio estratégico do Instituto-E, de Oskar Metsavaht, e consultoria de marketing sustentável de Lilly Clark –, acontece nos dias 6, 7 e 8 de junho. O evento ocupará dois diferentes locais da cidade, reunindo nomes reconhecidos internacionalmente na indústria para debater, criar parcerias, inspirar e difundir os valores da sustentabilidade na moda brasileira.

A atividade central será realizada no dia 7 de junho, no teatro do Oi Casa Grande. Com capacidade para 850 pessoas, a conferência será composta por 14 painéis que apresentam cases de sucesso e colocam em pauta temas como “Desafios da sustentabilidade no Brasil”, “Ética e o novo luxo”, “Design e economia circular”, “Novos modelos de criação, produção e consumo” e outros. O primeiro lote de ingressos já está disponível no site do evento (https://www.rioethicalfashion.com/) por R$ 580,00. O preço promocional vai até o dia 5 de maio.

Entre os convidados estão expoentes da moda sustentável no país como Oskar Metsavaht, André Carvalhal e Bia Saldanha, além de convidados internacionais como Simoni Cipriani – criador do Ethical Fashion Initiative –, o francês François Morrilion – fundador da VERT, marca de tênis sustentável –, Marieke Eyskoot – uma das principais especialistas em sustentabilidade da Holanda – e Alfredo Orosio, co-fundador da Away to Mars.

Encontros acadêmicos e para o mercado

O dia anterior à conferência, 6 de junho, será marcado pelo encontro “Moda e Academia – Ética e Inovação”, voltado exclusivamente para educadores de todo o país. A reunião será realizada no IED RIO (Instituto Europeu de Design) e promoverá o debate sobre os novos conteúdos e desafios do ensino da moda no Brasil. O evento é gratuito e aberto ao público, com lotação limitada por ordem de chegada. No mesmo dia será realizado um Swap Market, uma feira de trocas de roupas aberta ao público e com capacidade para 100 pessoas. O evento será comandado pelo americano Patrick Duffy, fundador da Global Fashion Exchange, uma plataforma internacional que promove a sustentabilidade na indústria da moda.

Aproveitando a presença dos profissionais na cidade, no dia 8 de junho acontece o “Agenda Moda Brasil – Living Lab”. O evento realizado no IED Rio tem como objetivo reunir um grupo interdisciplinar composto por empresas de moda, instituições, entidades públicas, ativistas, acadêmicos e empreendedores que trabalhem juntos na criação de um documento que busque soluções, serviços e novos modelos de negócio, para trazer inovação para o mercado. O evento tem lotação limitada e as vagas serão preenchidas por ordem de chegada.

Aplicar o conceito de desenvolvimento sustentável à indústria da moda é o grande desafio de toda a cadeia produtiva para os próximos anos, considerando que 2030 é o ano limite para a implantação de medidas sustentáveis em todas as empresas do planeta. “A moda está vivendo um esgotamento do modelo de superprodução e consumo, e isso está sendo pensado pelos profissionais da indústria no mundo todo. O REF pretende colocar o Brasil nessa discussão através da troca de experiencias inovadoras, mostrando a força da nossa indústria que é uma das maiores do mundo, e compartilhando nossas ações para a construção de uma moda responsável e limpa”, afirma Yamê Reis.

Impacto da moda no mundo

O Rio de Janeiro sempre foi palco de grandes discussões ambientais. Na cidade aconteceram a Eco-92, a maior conferência sobre o tema já realizada no planeta, e a

Rio+20, que deu continuidade a essa agenda. Agora, o Rio Ethical Fashion traz à tona a discussão sobre a sustentabilidade na moda. O encontro acontece no momento em que as Nações Unidas pretendem assumir um papel de liderança no assunto, por meio da criação da Alliance for Sustainable Fashion (Aliança para a Moda Sustentável) – que tem o objetivo de disseminar boas práticas da indústria. O setor gera cerca de 2,4 bilhões de euros em negócios e emprega cerca de 75 milhões de pessoas em todo o mundo, mas é origem de 20% das águas residuais mundiais e participa na liberação de mais de 500 mil toneladas de microfibras de plástico nos oceanos a cada ano. As atividades cumulativas do ramo produzem entre 8% e 10% da totalidade das emissões de carbono do planeta.

 

Dia 06/06 (quinta-feira):

Das 10h às 14h, no IED Rio: Moda e Academia – Ética e inovação (atividade para educadores de moda com entrada gratuita e lotação limitada por ordem de chegada);
Das 16h às 19h, no terraço do IED Rio:
 Clothing Swap by Global Fashion Exchange (feira de Trocas);

 

Dia 07/07 (sexta-feira):

Das 9h às 17h, no Oi Casa Grande: Fórum Internacional Rio Ethical Fashion;

Ingressos: R$ 580,00 (Primeiro lote até 5 de maio);

A partir das 18h, na Livraria da Travessa: Noite de autógrafos do livro “This is a Good Guide – for sustainable life”, da autora holandesa convidada do evento, Marieke Eyskoot;

 

Dia 08/06 (sábado):

Das 10h às 14h, IED: Agenda Moda Brasil – Living Lab (evento com lotação limitada e as vagas serão preenchidas por ordem de chegada).

 

Posts relacionados

Dia da Europa

Redação

Seu Vidal prepara mais uma edição da sua famosa festa all inclusive

Redação

Procura por cirurgias plásticas aumentam em 20% por conta do Carnaval

Redação

Serviços que salvam o final de ano dos cariocas

Redação

Festa Surreal abre pré-venda ao público do Rio de Janeiro

Redação

Doural CasaShopping recebe aula especial com o Chef José Maria 

Redação

Deixe um comentário