24.3 C
Rio de Janeiro
novembro 17, 2018
Notícias

Estado do Rio em dia histórico

Representantes da cultura e religiões africanas participaram da cerimonia

O Rio de Janeiro teve ontem, 05 de novembro, um dia histórico para a cultura do estado. O tombamento do Cais do Valongo, como patrimônio histórico e cultural do Rio de janeiro, ssinado pelo governador Pezão, durante abertura da exposição “Cartografias da Africanidade fluminense”, na Casa França Brasil, que reúne cerca de  500 raridades, como as litogravuras de Victor Frond e Debret, além das cerâmicas e gravuras de Rugendas.

A mostra fica aberta ao público até 20 de novembro. Os  Secretários de Cultura Leandro Monteiro e da Educação, Wagner Victer, também fizeram parte da cerimonia

Representantes da cultura e religião africana, como Sandra Brandão, diretora executiva do centro Ilê Axé Opô Afonjá e Frei Tatá, superintendente de promoções de politicas de igualdade racial de São João de Meriti e os filhos de Gandhi

Estima-se que, pelo Cais do Valongo, cerca 500 mil africanos desembarcaram na primeira metade do século 19

Em junho, o local foi declarado pela Unesco patrimônio histórico da Humanidade em 2017, se tornou patrimônio histórico e cultural do estado do Rio de Janeiro.

 

Posts relacionados

Samba e feijoada com Mauro Diniz, Juliana Diniz e bateria da Mangueira no Rio Scenarium

Redação

Mario Kart 8 chega com tudo na Game XP

Redação

Agenda Trapiche Gamboa

Redação

Deixe um comentário