Espetáculo que homenageia bordadeiras do Brasil completa dez anos e volta aos palcos do Rio

O espetáculo “Marias Brasilianas: a arte do fio” comemora dez anos de criação no Centro Coreográfico do Rio de Janeiro, dias 3 e 4 de abril. A peça é encenada pela Cia Cirandeira, companhia artística do Instituto de Arte TEAR. 

“Marias Brasilianas: a arte do fio” é uma homenagem às fiandeiras, tecelãs, rendeiras e bordadeiras de várias regiões do Brasil. O espetáculo apresenta a arte de transformar o algodão em fio, fio em tecido, renda em bordado – ofícios milenares femininos, entremeados às histórias de vida das mulheres artistas. 

O espetáculo revela de maneira poética, através da dança, teatro e música, o processo de criação de artistas populares brasileira. Temperado pela intertextualidade das palavras, imagens, gestos, coreografias e composições musicais originais, executadas pelos jovens artistas da Cia Cirandeira, “Marias Brasilianas: a arte do fio” traça narrativas que desvelam nossos vários Brasis pelas mãos arteiras (parteiras) do fio de muitas meadas. 

Parte da renda arrecadada vai custear o tratamento de Malu, de 2 anos, que tem microcefalia. Na internet, a família de Malu fez uma vaquinha virtual para arrecadar R$ 50 mil. O dinheiro é para comprar um carrinho postural, o tratamento intensivo Therasuit, um colete terapêutico e os tratamentos de fonoaudiologia e terapia ocupacional intensiva. O link da campanha é https://www.vakinha.com.br/vaquinha/todos-por-malu-microcefalia-com-amor

Cia Cirandeira

A Cia Cirandeira foi criada em 2004 como um dos resultados do Projeto Social Ciranda Brasileira que, desde 2002, promove cursos de formação para e pelas artes de caráter interdisciplinar (teatro, dança, música, circo, literatura e artes visuais) com crianças, adolescentes e jovens alunos da rede pública de ensino. 

Marias Brasilianas é o segundo espetáculo realizado pela companhia. Em 2006/2007, “Rua dos cata-ventos” foi apresentado em diversos teatros do Rio de Janeiro com grande sucesso de público e crítica. Em 2008 e 2009 , através da Lei Rouanet, a Cia recebeu patrocínio da Petrobrás Cultural e parceria da Bolsa de Valores Sociais e Ambientais da Bovespa (BVS&A) na realização do Projeto Marias Brasilianas. 

O espetáculo percorreu diversos espaços do Rio de Janeiro, de 2009 a 2011. Em 2018, a companhia retoma o projeto do último espetáculo, numa livre adaptação, desta vez sem nenhum tipo de patrocínio de entidade pública ou privada.

Ficha Técnica
Direção Musical: Dalmo Mota e Denise Mendonça. 
Direção Cênica: Mabel Botelli, Wilson Belém e Frederico Paredes. 
Arranjos: Dalmo Mota, Gustavo Pereira e Cia Cirandeira. 
Preparação Vocal: Ana Bispo.
Preparação Corporal: Laís Bernardes e Dudu Garcia
Produção: Patrícia Bento e Patrícia Freitas.
Duração do espetáculo: 50 minutos.
Classificação: Livre

SERVIÇO:
Espetáculo “Marias Brasilianas: A arte do fio”
Datas: 3 e 4 de abril
Horário: 20hs
Centro Coreográfico do Rio de Janeiro
Endereço: Rua José Higino 115, Tijuca.
Telefone:  3238-0357

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.