Escritora que inspirou Uberlândia com história de superação estará no RJ para a Bienal

Renata R. Corrêa, autora do livro As coisas não são bem assim, terá sessão de autógrafos na Bienal do Livro no Rio de Janeiro pela Editora Pandorga

Quer uma grande inspiração para tornar seus sonhos realidade? Renata R. Corrêa, autora do livro As coisas não são bem assim, estará no Rio de Janeiro no dia 02 de Setembro, às 15 horas no estande da Editora Pandorga, para uma sessão de autógrafos com os fãs de livros de romance, superação e fé.

Devido a tudo por que já passou na vida, Renata procura sempre transmitir mensagens de esperança e renovação em suas obras. De leituras leves, mesmo que às vezes sejam carregadas de drama, como é o caso de seu novo romance, as histórias que escreve são concretas, belas e realistas, ainda que sejam ficção. São transformadoras.  Seus personagens, que bem poderiam ser reais, superam dificuldades e demonstram que a força pela vida é sempre a melhor fonte de inspiração.

Serviço:
Sessão de autógrafo do livro As coisas não são bem assim
Data: 02/09 – Sábado
Horário: 15 horas
Local: Bienal do livro do RJ – Estande da Editora Pandorga
Endereço: Pavilhão 3 Azul – Estande I02

Renata desafiou a morte quando engravidou de gêmeos, após uma grave complicação no pós-parto. De origem humilde, ela teve muita garra e apoio da família para que pudesse alcançar seus sonhos. Primeiro, se esforçou tanto para passar no vestibular de Medicina que conseguiu entrar em terceiro lugar na Universidade Federal de Uberlândia/MG, depois de perder mais de 7 quilos, pois não tinha tempo para comer estudando como uma louca. Mais tarde, já casada, tentou engravidar, ter endometriose dificultou, mas Renata conseguiu, depois de longos 3 anos de tentativas, engravidar de gêmeos, de forma natural. Porém, durante a gestação, o pai da escritora faleceu de câncer de fígado e em menos de 25 dias da descoberta, faleceu. Ainda, por uma complicação no pós-parto, chamada hipotonia uterina, a médica precisou remover o útero.

Sinopse
Em As coisas não são bem assim, o leitor é apresentado a uma linda história de superação e amor que demonstra que, muitas vezes, a vida não segue planos e que coisas ruins inevitavelmente acontecem com pessoas boas. Porém, o destino nunca falha em colocar no caminho dos bons outros com o poder de cura. O leitor segue a história de Clarice, uma jovem que perde o namorado e grande amor da vida, antes que os dois pudessem se formar na faculdade. Junto da morte do jovem, um pedaço da alegria, esperança e futuro de Clarice também é perdido. Depois de um ano, ela conhece Henrique, um pai solteiro viúvo e que vê nela a possibilidade de um grande amor, novamente. Entretanto, a vida nem sempre percorre o caminho que se quer, e o casal vai precisar enfrentar alguns percalços antes de encontrar “o felizes para sempre”. É uma bonita e delicada história sobre recomeços, fé, esperança e o grande poder do amor.