Ernani Leiloeiro comemora 111 anos com exposição e leilão na Vila Riso

Horácio Ernani Rodrigues de Mello – da quinta geração da tradicional família de leiloeiros - apresenta trabalhos de Volpi e Cildo Meireles e tela rara de Guignard em exposição e leilão na Vila Riso

Buraco para jogar políticos desonestos - CILDO MEIRELES

Para celebrar seus 111 anos da Ernani Leiloeiro – uma das mais tradicionais casas de leilão do Brasil – Horácio Ernani Rodrigues de Mello (quinta geração da família de leiloeiros) criou um evento especial. Obras de parte dos acervos do Comendador Osvaldo Riso, da Sulamérica Seguros, do Acervo da Galeria TAC e de outros comitentes serão expostas entre os dias 17 de junho e 23 de junho, das 15h às 20h (de sábado a segunda-feira) e das 18h às 20 h (de terça a sexta-feira), na Vila Riso. Após serem expostas, as peças vão a leilão nos dias 20, 21, 22 e 23 de junho no mesmo local, a partir das 20h.

Este formato permite que os amantes da arte possam apreciar obras de artistas renomados e em seguida dar o seu lance no leilão comemorativo. Entre os destaques, “Bandeirinhas”, de Alfredo Volpi – um dos artistas mais importantes da segunda geração do modernismo – é uma das peças que vai causar frenesi.

O “Buraco para jogar políticos desonestos”, de Cildo Meireles – um dos mais renomados artistas plásticos brasileiros – é uma das obras mais impactantes do leilão. Nela, Cildo propõe uma solução inusitada para a corrupção endêmica na política brasileira.  A obra criada em 2011 serviu de inspiração para a confecção de um grande painel que participou da Bienal de Istambul.

A inspiração veio de um artigo científico que Cildo leu sobre a espessura da crosta terrestre. Ele descobriu que o magma do centro da Terra está mais próximo da superfície no Planalto Central que em outros lugares. “Ser mais direto é impossível”, brinca o artista, um dos nomes mais conhecidos da arte brasileira contemporânea no exterior. “O recado é aquele que todo o Brasil tem na ponta da língua. Seria tão legal que a corrupção acabasse nesse país, mas é utopia”, completa.

Com suas cores vibrantes, a pintura a óleo “Alegria”, de Jorge Guinle, conquista os apreciadores com seus traços intensos. “Pão de Açúcar” é outra obra que promete arrebatar diversos lances. A pintura em tinta acrílica de Glauco Rodrigues apresenta a imagem de São Sebastião, inspirada no quadro “São Sebastião” de 1980, que teve como modelo o ator Stephan Nercessian, na época casado com a atriz Camila Amado, grande amiga de Glauco.

Com referências no Construtivismo e na arte pop, “Gibi”, de Raymundo Colares foi confeccionado nos anos 1960 em papel colorido vai estar ao lado de outras obras de arte como o “Retrato de Maria Portugal Milward”, peça rara entre os trabalhos do renomado pintor mineiro Alberto da Veiga Guignard.  No total, a exposição e o leilão vão apresentar aproximadamente 1000 peças, entre objetos de arte e antiguidades, do século XVIII ao XXI.

À frente da tradicional casa de leilões desde 2001, Horácio Ernani de Rodrigues de Mello (43 anos), estreou em grande estilo no leilão da famosa Coleção Noronha Santos, com manuscritos de Olavo Bilac, Machado de Assis, Manuel Bandeira e até os originais de uma pauta musical assinada por Richard Wagner. Ernani representa a 5° geração da família, que desde1906 atua no mercado leiloeiro carioca. A sede da Ernani Leiloeiro está localizada no Palácio dos Leilões – mansão na Rua São Clemente, em Botafogo.

Serviço:
Grande Leilão Comemorativo de 111 anos de tradição Ernani Leiloeiro.

EXPOSIÇÃO:
Dias 17, 18 e 19 de junho
Sábado, domingo e segunda feira das 15 às 20 horas
e 20 a 23 de junho das 18 às 20 horas
Local : Villa Riso

LEILÃO PRESENCIAL:
Dias 20, 21, 22 e 23 de junho
Terça, quarta, quinta e sexta feira às 20 horas 
LOCAL: VILLA RISO, São Conrado, Rio de Janeiro
Entrada pela Rua Capuri, 346
contato celular/whatsapp (21) 99862-5016 / 98117-6090

LEILÃO VIRTUAL e/ou ONLINE
Catalogo completo, com fotos, descrição, preços e lances:
www.ernanileiloeiro.com.br