Eliane Salek – 40 anos de palco

Uma artista de estilo único. Cantora, flautista, pianista, compositora, arranjadora e produtora, atua com a mesma desenvoltura tanto na música popular quanto no brazilian jazz. E para celebrar quatro décadas de uma bem sucedida carreira, Eliane Salek apresenta no próximo dia 4 de agosto, sexta-feira, a partir das 21 horas, show no TribOz. A seu lado, estarão o contrabaixista, cantor e compositor Rômulo Gomes e o percussionista, cantor e compositor Fabiano Salek.

O repertório inclui releituras de Tom Jobim e Vinicius de Moraes, homenageia  Roberto Menescal, que completa 80 anos em outubro, e os 100 de Henri Salvador. Inclui também a bossa/samba de Billy Blanco,  sambas de Ary Barroso e Pixinguinha, o belo samba-canção de Nelson Sargento “Homenagem ao Mestre Cartola”, canções de Cole Porter e Stevie Wonder, além do baião instrumental e o choro – jazz de suas composições (“Baião pro Hermeto”, dedicado ao genial compositor Hermeto Paschoal, e “Choro Pour Lyon”, gravada em duas versões – francês (original) e português.

ELIANE SALEK
Eliane produziu seus quatro CDs solo: “40 Anos de Palco” (Fina Flor, 2016, com participações especiais de artistas como Nelson Sargento e Romero Lubambo, entre outros), “Modinhas e Chorinhos Eternos” (Projeto Música no Museu, 2008), ”Mistura Brasileira” (1999) e “Baiôro” (2002). Como flautista, fez parte do grupo de Helcio Milito, com o CD Quilombo, lançado nos EUA. Mezzo-soprano, integra o Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Como pianista e flautista, atuou em shows e gravações com Toquinho, Sivuca, Zeca Pagodinho, Paulinho da Viola, Elizeth Cardoso, Alaíde Costa, Ademilde Fonseca, entre outros. Como musicista e arranjadora, atuou na Rede Globo e nas Orquestras  Tabajara, Cuba Libre, Rio Jazz Orquestra e Sinfônica Nacional da Rádio MEC. Eliane levou a música brasileira a Paris no Ano do Brasil na França (2005), e percorreu cidades como Lyon, Roma, Berlim e Hilden (Hildennerjazztag Festival).

Em 2006, apresentou-se em prestigiadas salas de Lyon, onde realizou um bem sucedido projeto de concertos e oficinas, gerando uma turma permanente de música brasileira.

  Mestre em Música pela UNIRIO, desenvolveu dissertação sobre a interpretação do choro. É graduada em flauta transversa e diplomada no curso técnico em piano pela UFRJ. Teve como mestres Altamiro Carrilho, Paulo Moura, Evandro Rosa, Norton Morozovikz, Guerra Peixe e Ester Scliar.

Serviço
Data: 4 de agosto, sexta-feira, 21h
Local: TribOz – Rua Conde Lages, 19  – Lapa – 2210-0366
Abertura da casa: 18h (happy hour)
Couvert artístico: R$ 30,00
Reservas: a partir de 3 de agosto, pelos telefones  2210-0366 / 9 9291-5942 
Classificação etária: 18 anos