26 C
Rio de Janeiro
novembro 12, 2018
Image default
Livros

Editora “LivrosdeFutebol” anuncia o lançamento do décimo primeiroe-book da coleção “BibliotecaDigital do Futebol Brasileiro”

Jornalista e escritor Eduardo Lamas, em seu terceiro livro, narra histórias dos mais variados ambientes do futebol, com drama, humor e mistura de ficção com realidade

Embora a criatividade seja uma característica das mais valorizadas por torcedores e comentaristas esportivos, quando o futebol sai dos campos para as páginas de um livro, na maioria das vezes trata muito mais a bola com o pragmatismo dos fatos do que fazendo as jogadas lúdicas da ficção. Em tabelinha com a imaginação, até para misturá-la com episódios verídicos, alguns históricos para o futebol brasileiro e até mundial, o escritor e jornalista Eduardo Lamas escreveu os Contos da Bola, e-book que está sendo lançado pela Biblioteca Digital do Futebol Brasileiro, selo eletrônico da editora LivrosdeFutebol. A obra está sendo lançada nesta segunda-feira, dia 15 de outubro, originalmente pela Amazon©, para Kindle© (o consagrado e-reader da poderosa loja norte-americana), mas poderá ser lida também em computadores, tablets e celu-lares), ao custo do equivalente a US$ 5 (cinco dólares), com a possibilidade de o leitor optar pela obra impressa (preço sob consulta). Posteriormente, a obra será lançada em ePub, pela Digitaliza Brasil, que também distribui outras obras da LivrosdeFutebol.

Adquira “Contos da Bola” aqui: https://goo.gl/Gc2EWr

Contos da Bola é o décimo primeiro e-book da coleção Biblioteca Digital do Futebol Brasileiro e o terceiro do autor Eduardo Lamas, seu primeiro a abordar o mundo do futebol.

— São “causos” de clássicos importantes ou peladas das várzeas, narrados sempre de forma saborosa — garante Cesar Oliveira, editor da LivrosdeFutebol.

Na apresentação do livro, Eduardo Lamas lista os locais que o inspiraram a criar as 19 histórias relatadas com dramaticidade, humor e muitas vezes pondo personagens fictícios em situações inusitadas dentro de fatos históricos:

“As experiências vividas em peladas de rua, no colégio, em campinhos de terra ou (pouca) grama ou mesmo no quarto ou na sala de casa; em “jogos contra” nos mais variados campos e quadras; nas arquiban-cadas, geral, cadeiras e tribuna de imprensa do Maracanã e de outros estádios, alguns bem acanhados; nas redações; na cobertura jornalís-tica in loco de tantas partidas, das menos importantes a grandes deci-sões, e a – permitam-me – fértil imaginação fizeram a criança crescer e se desenvolver para finalmente entrar em campo”.

O prefácio é assinado pelo jornalista, radialista e escritor Alexandre Araújo, do consagrado Pop Bola. Ele não poupou elogios ao autor:

“Habilidoso, criativo e dono de uma visão de jogo digna de um camisa 10, neste “Contos da bola”, Eduardo Lamas deita e rola em divertidos e fantásticos “causos” do futebol, tabelando de primeira com o leitor”.

O Autor

Escritor e jornalista, Eduardo Lamas foi Destaque Especial em três categorias (conto, poesia e crônica) do “IV Concurso Literário A Palavra do Séc. XXI”, em 2001. É autor da peça “Sentença de Vida”; dos livros “Profano Coração” e “O Negro Crepúsculo”, e do blog eduardolamas.blogspot.com.

É idealizador, pesquisador, redator e roteirista do projeto “Jogada de Música”, que foi quadro na “Rádio Globo” e dá nome a uma coluna homônima no site do “Pop Bola”. Entre 1988 a 2013, trabalhou como jornalista em diversos veículos de comunicação, entre eles “Jornal dos Sports”, Agência “O Globo”, “O Globo Online”, Revista e Agência “Placar”, “Lance Multimídia”, “O Fluminense”, “Jornal do Brasil” e “Globoesporte.com”.

Entre 2012 e 2016, atuou como empresário nos ramos cultural e de comunicação, e atualmente é sócio-diretor da empresa Estação Pró-Vida – Saú-de, Arte e Desenvolvimento Humano.

A LivrosdeFutebol 

A editora LivrosdeFutebol foi criada em 2008 pelo designer e redator Cesar Oliveira, cuja expertise editorial começou no ano de 1980, quando, por conta de seu trabalho como publicitário, foi indicado para ser gerente de propaganda da Editora da Fundação Getulio Vargas. 

— Foi ali que eu descobri que os livros eram ainda muito mais interessantes do que eu vivia com eles, lendo desde cedo as obras de Monteiro Lobato: fazer livros também era muito bom, e que descobri que queria estar envolvido com aquilo. 

O trabalho como designer o levou depois a produzir seu primeiro livro de futebol: O Jogo Bruto das Copas do Mundo, de Teixeira Heizer, para a Mauad Editora. Mas só quando produziu Botafogo: 101 anos de histórias, mitos e superstições, para seu amigo Roberto Porto, o jornalista botafoguense, foi que descobriu que queria fazer uma editora especializada em livros de futebol. Antes dele, o jornalista Milton Pedrosa fundara, no final dos anos 1960, a Editora Gol, de fato a primeira especializada em livros de futebol, que produziu obras emblemáticas. De lá para cá, são vinte livros impressos e, agora, o décimo primeiro volume da Biblioteca Digital do Futebol Brasileiro, o braço eletrônico da LivrosdeFutebol, uma crença que faz Cesar repetir um mantra:

— É inevitável que os e-books sejam o futuro da Literatura. Não adian-ta a gente espernear. Breve, não vamos mais poder plantar eucalipto para produzir celulose, vamos ter que produzir comida. Quem gosta de “cheirinho de papel”, vai ter isso já-já em seus smartphones, que nos surpreendem, a cada dia, fazendo mais e mais surpresas para a gente.

 

Posts relacionados

Lançamento do 13º livro do escritor e antropólogo Paulo Emílio Azevedo será acompanhado de um poema personalizado para o público

Redação

A coragem de ser quem é

Redação

 O Mistério da Montanha Azul: aventura, suspense e uma mensagem de esperança

Redação

Deixe um comentário