-2.3 C
New York
fevereiro 17, 2019
Uncategorized

Dois espetáculos indicados ao Prêmio Zilka Salaberry de Teatro Infantil se apresentam no Parque das Ruínas, em Santa Teresa, no mês de agosto

Kalu e a Lua
Kalu e a Lua

Nas manhãs do mês de agosto o Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas, em Santa Teresa, recebe dois infantis em seu teatro: “Kalú e a Lua” aos sábados e “A Menina e a Árvore” aos domingos, ambas com sessões sempre às 11h e ingressos a R$30.

O infantojuvenil “Kalú e a Lua”, da companhia Corre Cutia, narra a história da loba Kalú, que ao nascer no cerrado brasileiro, olha para o céu, vê a Lua e a adota como mãe. Com a ajuda da Dona Macaca, a Arara azul e a Sra. Lagarta, a pequena Kalu inicia sua aventura para vencer a distância que a separa da Lua e finalmente consolidar essa relação tão genuína. Com uma encenação apoiada em jogos cênicos, as atrizes Anna Terra, Juliana Brisson, Julia Ludolf e Laura Becker se revezam entre narradoras, personagens e musicistas. A trilha sonora autoral executada ao vivo é inspirada em ritmos brasileiros, como o maracatu, coco, xote e baião. A direção musical – indicada ao Prêmio Zilka Salaberry deste ano – é assinada por Roberto Gnattali.

A menina e a árvore - foto: Renato Mangolin
A menina e a árvore – foto: Renato Mangolin

A Menina e a Árvore”, com dramaturgia e direção de Matheus Lima e atuação da Cia de Teatro Manual em parceria com o Bando de Palhaços, é encenada em uma pequena plataforma de madeira retangular com 2 metros de largura por 1 metro de comprimento. Sem cenários, adereços ou qualquer recurso cênico, os atores – Dio Cavalcanti, Helena Marques, Mariana Fausto e Tiago Quites – fazem uso do teatro físico, da pantomima, da palhaçaria e da sonoplastia vocal ao vivo para contar a encantadora história de uma menina que vive em uma fazenda com a mãe, irmão e avô, mas, inquieta, decide um dia ir para além da porteira de sua fazenda em uma aventura pelo inesperado.

Durante sua jornada a menina encontra uma planta murcha, caída, mas com algo de especial. Daí em diante ela mergulha em um universo desconhecido na tentativa de salvar a pequena grande árvore. No caminho, desbravado com muita coragem, curiosidade e descoberta, passa por montanhas íngremes, riachos, encontra peixes, pássaros e uma floresta soturna cheia de mistérios. O espetáculo concorre ao Prêmio Zilka Salaberry de Teatro Infantil deste ano na categoria iluminação, assinada por Ana Luzia de Simoni

SERVIÇOS

Kalú e a Lua

Temporada: 04 a 25 de agosto
Dia\hora: sábados às 11h
Local: Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas
Endereço: Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa.
Telefone: 2215-0621
Valor: R$30(inteira)\R$15(meia)
Capacidade: 86 lugares
Faixa etária: livre
Duração: 60 minutos

“A Menina e a Árvore“

Temporada: 05 a 26 de agosto
Dia\hora: domingos às 11h
Local: Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas
Endereço: Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa.
Telefone: 2215-0621
Valor: R$30(inteira) \R$15(meia)
Capacidade: 86 lugares
Faixa etária: livre
Duração: 45 minutos

Posts relacionados

Rock Horror in Rio vai aterrorizar São Paulo no Reserva Cultural da Av. Paulista

Redação

Happy Wine no Trabuca Bar tem noites com trio de jazz e seleção especial de vinhos em dobro

Redação

Imagem e poesia dão o tom da mostra de Nario Barbosa na OMA Galeria

Redação

Rio de Janeiro sedia primeira edição do Run & Burn

Redação

Chef de culinária saudável dá aulas de empreendedorismo em todo o Brasil

Redação

CaféLand lança chá que permite comer sem culpa

Redação

Deixe um comentário