21.2 C
Rio de Janeiro
outubro 15, 2018
Uncategorized

Dois espetáculos indicados ao Prêmio Zilka Salaberry de Teatro Infantil se apresentam no Parque das Ruínas, em Santa Teresa, no mês de agosto

Kalu e a Lua
Kalu e a Lua

Nas manhãs do mês de agosto o Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas, em Santa Teresa, recebe dois infantis em seu teatro: “Kalú e a Lua” aos sábados e “A Menina e a Árvore” aos domingos, ambas com sessões sempre às 11h e ingressos a R$30.

O infantojuvenil “Kalú e a Lua”, da companhia Corre Cutia, narra a história da loba Kalú, que ao nascer no cerrado brasileiro, olha para o céu, vê a Lua e a adota como mãe. Com a ajuda da Dona Macaca, a Arara azul e a Sra. Lagarta, a pequena Kalu inicia sua aventura para vencer a distância que a separa da Lua e finalmente consolidar essa relação tão genuína. Com uma encenação apoiada em jogos cênicos, as atrizes Anna Terra, Juliana Brisson, Julia Ludolf e Laura Becker se revezam entre narradoras, personagens e musicistas. A trilha sonora autoral executada ao vivo é inspirada em ritmos brasileiros, como o maracatu, coco, xote e baião. A direção musical – indicada ao Prêmio Zilka Salaberry deste ano – é assinada por Roberto Gnattali.

A menina e a árvore - foto: Renato Mangolin
A menina e a árvore – foto: Renato Mangolin

A Menina e a Árvore”, com dramaturgia e direção de Matheus Lima e atuação da Cia de Teatro Manual em parceria com o Bando de Palhaços, é encenada em uma pequena plataforma de madeira retangular com 2 metros de largura por 1 metro de comprimento. Sem cenários, adereços ou qualquer recurso cênico, os atores – Dio Cavalcanti, Helena Marques, Mariana Fausto e Tiago Quites – fazem uso do teatro físico, da pantomima, da palhaçaria e da sonoplastia vocal ao vivo para contar a encantadora história de uma menina que vive em uma fazenda com a mãe, irmão e avô, mas, inquieta, decide um dia ir para além da porteira de sua fazenda em uma aventura pelo inesperado.

Durante sua jornada a menina encontra uma planta murcha, caída, mas com algo de especial. Daí em diante ela mergulha em um universo desconhecido na tentativa de salvar a pequena grande árvore. No caminho, desbravado com muita coragem, curiosidade e descoberta, passa por montanhas íngremes, riachos, encontra peixes, pássaros e uma floresta soturna cheia de mistérios. O espetáculo concorre ao Prêmio Zilka Salaberry de Teatro Infantil deste ano na categoria iluminação, assinada por Ana Luzia de Simoni

SERVIÇOS

Kalú e a Lua

Temporada: 04 a 25 de agosto
Dia\hora: sábados às 11h
Local: Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas
Endereço: Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa.
Telefone: 2215-0621
Valor: R$30(inteira)\R$15(meia)
Capacidade: 86 lugares
Faixa etária: livre
Duração: 60 minutos

“A Menina e a Árvore“

Temporada: 05 a 26 de agosto
Dia\hora: domingos às 11h
Local: Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas
Endereço: Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa.
Telefone: 2215-0621
Valor: R$30(inteira) \R$15(meia)
Capacidade: 86 lugares
Faixa etária: livre
Duração: 45 minutos

Posts relacionados

Interpretando Pixinguinha, Vânia Bastos retorna a São Paulo com show consagrado

Redação

Arte, Arquiteturam Cultura, Lifestyle e Música no Luminus Jardins 

Redação

Festival do Bacon Vegano ocorrerá em Santos

Redação

Deixe um comentário