Documentário revela a história de luta de sobreviventes da hanseníase que viveram isolados em colônias

No Brasil até o ano de 1986 as pessoas com hanseníase eram obrigadas a viverem isoladas da sociedade, em uma das mais de cem colônias espalhadas pelo país. Por este motivo, muitas famílias foram apartadas e hoje estima-se que existam 16 mil filhos separados pela Hanseníase. Este é o tema do documentário Filhos Separados Pela Injustiça, da diretora Elizabeth Martins Campos, que conta a história de pessoas que moraram nas antigas cidade-colônias. O filme é realizado pelo Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (MORHAN) em parceria com a PUC Minas com narração  feita pelo cantor lírico mineiro Yuri Guerra, artista voluntário do movimento, que também interpreta a música Oração de São Francisco, parte da trilha sonora.

O movimento é voltado para a eliminação da Hanseníase, através de atividades de conscientização e foco na construção de políticas públicas eficazes para a população. O MORHAN luta pela garantia e respeito aos direitos das pessoas atingidas pela hanseníase e seus familiares.

Yuri tem grande envolvimento com as causas sociais e com os Direitos Humanos e acaba de receber o título de Maestro em Canto Lirico pelo tradicional Conservatorio Giovan Battista Martini de Bologna. Com o MORHAN, o baixo-barítono chegou a realizar duas visitas ao Vaticano. Em uma delas, em 2015, teve a oportunidade de cantar para o Papa Francisco, durante uma audiência geral realizada na Praça de São Pedro. Hoje em dia, Yuri trabalha junto ao movimento na luta contra o preconceito e o estigma, além de promover a reintegração daqueles afetados pela doença.  O documentário poderá ser visto pelo público no dia 13 de dezembro, no MIS Cine Santa Tereza, às 17h, com entrada gratuita. Além da exibição, o cantor Yuri Guerra apresentará um pocket show, e após a sessão será realizado um debate sobre o filme.

SERVIÇO

Exibição do documentário Filhos Separados Pela Injustiça, e pocket show de Yuri Guerra
Data: quarta-feira, 13 de dezembro.
Horário: 17h
Local: MIS Cine Santa Tereza (R. Estrela do Sul, 89 – Santa Tereza, Belo Horizonte)
Entrada Gratuita

FICHA TÉCNICA:

FILHOS SEPARADOS PELA INJUSTIÇA

Documentário, 20`43`, Cor e P&B, Brasil, 2017.

SINOPSE
Imagina você … arrancado, isolado, desprotegido, abandonado, e apartado de sua família, escorraçado, abusado, violentado pelo Estado … Esta é uma história real e atual, de brasileiros, em busca de justiça – os filhos separados pela política pública de internação compulsória da hanseníase. O filme traz depoimentos na ordem de aparição no documentário de Maria Aparecida Domingos, Isaltina Maria Pereira, Pedro de Paula Costa, Maurício de Tarso Pereira de Jesus, Perina Maria de Vasconcelos, José Raimundo Rodrigues, Maria Luiza da Silva, Paulo Jeova Navarro Queiroz.

Direção e Roteiro: Elizabete Martins Campos

Pesquisa e Produção: Thiago Pereira da Silva Flores

Direção de Fotografia e Montagem: Fred Tonucci

Imagens: Fred Tonucci, Elizabete Martins Campos, Arquivos Movimento de Reitegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase – Morhan

Assistente de Produção Ander: Pereira Menezes

Narração: Yuri Guerra – artista voluntário do Morhan Movimento de Reitegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase – Morhan

Trilha sonora: Yuri Guerra e Pablo Castro

Cantorias: José Raimundo Rodrigues, Maria Aparecida Domingos, Maria Luiza da Silva

Documentário foi financiado pelo Programa de Reorientação da Formação Profissional em Saúde / PRÓ-SAÚDE III

Parceria Pró-saúde, PUC MINAS, Conselho municipal de saúde, Morhan – Morhan Movimento de Reitegração das Pessoas Atingidas pela Hansenías, Prefeitura de Betim

Apoio Yuri Guerra

Produção: IT Filmes, Comunicação e Entretenimento