Diversas atividades gratuitas encerram a programação da sétima edição do Festival SACI

Durante o final de semana, a diversão fica por conta da rua de lazer e atividades na Praça Floriano Peixoto

Encerrando as atividades da sétima edição do Festival SACI- Sociabilização, Arte e Cultura na Infância, até o dia 30 de julho, a criançada poderá aproveitar o restinho das férias participando de diversas atividades gratuitas que acontecem no Centro Cultural Sesiminas (Rua Padre Marinho, 60 – Santa Efigênia) e na Praça Floriano Peixoto. Parceria das produtoras Joaquina Cultura (Mônica Simões), Mercado Moderno (Keyla Monadjemi) e Malab Produções (Aluizer Malab), o Festival Saci prega o apoio contundente à educação. Keyla Monadjemi reforça ainda o contexto atual do país e a necessidade de resgatar importantes valores. “Tudo começa lá embaixo, com as crianças. E a cultura desempenha um papel essencial na forma como a criança interpreta o mundo”, reforça.

No dia 29 de julho, de 9h ao 12h, a Praça Floriano Peixoto será palco de muita folia. O bloco de carnaval infantil Fera Neném fará um cortejo divertido em um carnaval fora de época animando a criançada. Vale ir fantasiado. Também haverá apresentação da Orquestra Jovem SESIMINAS. Haverá estrutura de bike food.

Dia 30 de julho a Rua Padre Marinho será fechada em frente à entrada do teatro SESIMINAS (Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia). De 9h ao 12h a criançada poderá participar junto com sua família de diversas atividades. Terá oficina aberta de circo com a Espaço Escola de Circo onde os participantes irão vivenciar parte da cultura circense por meio da introdução de técnicas de malabarismo, equilibrismo e acrobacia. Brincadeiras de rua elaboradas pela casa Corre Cutia, serão três espaços de brincadeiras tradicionais como corrida do saco, carrinho de mão, pula corda, bolinha de sabão, boliche, entre outras.

Também haverá o show de Marina Machado e Celinha Braga, dedicados tantos aos pequenos, quanto aos mais velhinhos. As artistas abordam em seu repertório músicas que fazem parte da memória afetiva do povo brasileiro. Além disso, mágicos e Food Trucks.

O Centro Cultural Sesiminas vai receber uma extensa programação de oficinas gratuitas. Todas as vagas já foram preenchidas.Dia 28 de julho, de 10h ao 12h o De Portas Abertas – Cia de Dança do SESIMINAS apresenta um pouco sobre a profissão de bailarino e a rotina de uma companhia de dança profissional, fazendo relações entre essa arte e o dia a dia dos participantes. Durante o evento, os bailarinos demonstrarão um pouco de sua rotina de aulas e farão ensaios de trechos de coreografias.

Na oficina Bonecos de Croché – Tecendo e cantando com Marina Machado e Celinha Braga que acontece dia 28 de julho, de 14h às 16h, cada aluno vai aprender a fazer um boneco, uma trancinha, ou pompom de lã. Enquanto Marina ensina as técnicas, por meio da música, Celinha trás inspiração para o ambiente. O Museu dos Brinquedos coordena no dia 29 de julho a Oficina de Brinquedos Mirabolantes. A idéia é fazer com que as crianças soltem a imaginação e, a partir do reaproveitamento de materiais como sucatas de brinquedos e utensílios de casa, construam um brinquedo mirabolante ou inventem uma máquina de fazer qualquer coisa. Turma das 14h às 16h. Dia 30 de julho, de 9h ao 12h, a oficina Aprendendo a Ser DJ ensina crianças de 7 a 15 anos algumas técnicas da profissão com o DJ Spider.

Além de todas essas atrações, o SACI 2017 promove entre os dias 28 e 30 de julho a Brinquedoteca e a Mostra de Cinema que acontecem gratuitamente no Centro Cultural Sesiminas. A proposta da Brinquedoteca vai além de resgatar brinquedos e brincadeiras, mas também busca estimular a interação entre pais e filhos, fazendo com que os pais compartilhem experiências da infância.

Mostra de Cinema
A programação de filmes deste ano celebra a riqueza da produção recente de títulos brasileiros. A classificação de todos os filmes é livre, a idade indicada é apenas sugestão. Opções de animação, ficção e documentários abordam questões tão presentes vivenciadas na infância e que, de uma forma ou outra, continuam causando certo efeito em outros momentos da vida. Questões como medos e ansiedades (de fantasma, monstro, pesadelo ou de uma mudança de casa) e as fabulações para lidar com eles, a compreensão do ciclo da vida, a aceitação do inesperado e da diferença são algumas das temáticas do Festival.

Entre os destaques da programação, filmes produzidos por cineastas indígenas e histórias que retratam e inspiram a cultura desses povos. “Nossa intenção com o Festival é acolher outros olhares e modos de vida de forma a conhecer formas tão próprias quanto inspiradoras de viver a infância”, afirma Mônica Simões, diretora do SACI.

POR QUE SACI? 
O Festival tem a força da imagem do Saci como um grande símbolo de resistência da infância brasileira. O Saci é um mito do nosso país, ele muda o imaginário infantil e agrega também imagem importante como defensor da floresta. Mas, nosso SACI se insere no imaginário desta criança contemporânea. Vale lembrar que o Saci da lenda é um ícone do imaginário brasileiro e traz uma gama de simbologias eternamente contemporâneas, como são os clássicos. Inserido por Monteiro Lobato no Sitio do Pica-Pau Amarelo, em 1922, o Saci é um dos principais personagens das histórias e da memória brasileira. Muito de bem com vida, carrega o índio, o negro e no seu gorro o europeu

SERVIÇO
Diversas atividades gratuitas encerram a programação da sétima edição do Festival Saci
Dias: 28 a 30 de julho
Local: Centro Cultural Sesiminas (R. Padre Marinho, 60 – Santa Efigênia) e a Praça Floriano Peixoto
Idealização e produção: Joaquina Cultura (Mônica Simões), Mercado Moderno (Keyla Monadjemi) e a Malab Produções (Aluizer Malab)
Incentivo: Lei Rouanet de Incentivo à Cultura
Co-Realização: SESI / FIEMG
Patrocínio: SKY
Apoio: Holiday Inn, Manto Infância, BB Básico e Tudus
Incentivado pelo Ministério da Cultura e Governo Federal
Informações: (31) 3227 7331 – www.festivalsaci.com.br

PROGRAMAÇÃO

ATIVIDADES PRAÇA
Cortejo com Fera Neném – bloco de carnaval infantil e Orquestra Jovem SESIMINAS
Data: 29/07
Horário: 9h ao 12h
Local: Praça Floriano Peixoto
Evento gratuito

RUA DO LAZER
Durante toda a manhã a rua Padre Marinho será fechada com muitas brincadeiras para as crianças e suas famílias se divertirem a valer! Oficina de circo com a Espaço Escola de Circo, Brincadeiras de rua com a Corre Cutia, show com Marina Machado e Celinha, mágicos, Food Trucks, fraldário e muita diversão.
Data: 30/07
Horário: 9h ao 12h
Local: Rua Padre Marinho, 60 em frente ao Centro Cultural Sesiminas

OFICINAS/BRINQUEDOTECA E MOSTRA DE CINEMA
As inscrições para todas as oficinas já foram preenchidas
Bonecos de Croché – tecendo e cantando com Marina Machado e Celinha Braga
Data:28/07
Horário: 14h às 16h
Local: Centro Cultural Sesiminas
Capacidade de alunos: 20
Faixa etária: A partir de 5 anos
Evento gratuito

De Portas Abertas – Cia de Dança do Sesiminas
Data:28/07
Horário: 10h ao 12h00
Local: Centro Cultural Sesiminas
Capacidade de alunos: 30
Faixa etária: A partir de 5 anos
Evento gratuito

Oficina de Brinquedos Mirabolante – Museu dos Brinquedos
Data:29/07
Horário: 14h00 às 16h00
Local: Centro Cultural Sesiminas
Capacidade de alunos: Até 40 por turma
Faixa etária: A partir de 4 anos
Evento gratuito

Aprendendo a Ser DJ – Dj Spider
Data:30/07
Horário: 9h às 12h
Local: Centro Cultural Sesiminas
Capacidade de alunos: 20
Faixa etária: 7 a 15 anos
Evento gratuito

Brinquedoteca
Vão construir esse cantinho divertidos jogos e brinquedos pedagógicos, bonecas, ursos, carrinhos, tapete EVA, peças de lego, brinquedos de casinha de bonecas, bandinha musical, empurra lata, cavalo de pau, corda, carrinho de papelão, bola, casinha de papelão, centopéia/túnel.

Data:27 a 30 de julho

Horário:
27 e 28/07 – 14h às 19h
29/07 – 14h às 16h
30/07 – 9h ao 12h e 14h às 16h
Local: Centro Cultural Sesiminas
Evento gratuito

Mostra de Cinema
Data: 27 a 30 de julho
27 e 28/07 – 14h às 19h
29/07 – 14h às 16h
30/07 – 9h ao 12h e 14h às 16h
Local: Centro Cultural Sesiminas
Evento gratuito
A programação de filmes pode ser conferida no site www.festivalsaci.com.br

SINOPSES:
27/07 Quinta- Feira ás 16h

Programa Curtas 1
46 minutos
A partir de 04 anos

Médico de Monstro
Gustavo Teixeira, SP, 2017, 11min
Dudu já escolheu sua futura profissão, agora terá que enfrentar seus medos para se tornar um médico de monstros.

Caminho dos gigantes

Alois di Leo, SP, 2016, 12 min
Em uma floresta de árvores gigantes, OquiraÌ , uma menina indígena de seis anos, vai deixar o seu destino e entender o ciclo da vida.

A câmera de João

Tothi Cardoso, GO, 2017, 23 min

Uma faixa de luz passa por uma pequena perfuração, e se faz imagem. João descobriu que fotografias são heranças.

28/07 Sexta-Feira ás 16h

Programa Curtas 2
38 minutos
A partir de 06 anos

O fim da fila 3′

William Côgo, RJ, 2016, 3min
Baseado em um livro infantil premiado, o filme apresenta uma fila de animais brasileiros. À medida que o tempo passa, os personagens descobrem novos motivos para permanecerem em fila – incluindo a presença do Curupira. Afinal, o que tem no fim da fila? Inspirado na arte indígena brasileira.

Fantasmo

Mateus Loner, SP, 2016, 13 min
Às vezes, quando a gente é criança, acordamos e tem um fantasma no nosso quarto. Isso aconteceu com o pequeno Joaquim. O pai de Joaquim lida com o medo do filho de forma diferente da grande maioria, pois sabe que não adianta ignorar ou brigar com alguém só porque a gente ainda não o conheceu.

Diário de areia

Sarah Carvalho Guedes e Isadora Morales Chaves, MG, 2017
Erin é uma menina de 15 anos que foi escolhida como a Guardiã dos Pesadelos. Sua missão é purificar os pesadelos que escapam para o mundo humano e proteger a humanidade de seus medos mais profundos, dia e noite, sem descanso!

 

A casa nova de Newton

Letícia Pires, RJ, 2017, 16 min
Aos sete anos de idade Mathias esta passando por muitas mudanças. No bairro novo, quando tudo parece não ter mais jeito, ele descobre que é capaz de ter uma amizade dessas que a gente leva para a vida inteira.
29/07 Sábado ás 15h

Programa Curtas 3
36 minutos
A partir de 08 anos

O fim da fila 3′

William Côgo, RJ, 2016, 3min

Baseado em um livro infantil premiado, o filme apresenta uma fila de animais brasileiros. À medida que o tempo passa, os personagens descobrem novos motivos para permanecerem em fila – incluindo a presença do Curupira. Afinal, o que tem no fim da fila? Inspirado na arte indígena brasileira.

Xavier

Ricky Mastro, SP, 2016, 13 min
Nicolas começa a perceber que a atenção de seu filho Xavier, de 11 anos, não está mais só nas baquetas de sua bateria, mas se volta também para outros meninos.

Osiba Kangamuke – Vamos lá, criançada
Pedro Thomaz, Veronica Monachini, Tawana Kalapalo, Haja Kalapalo, SP, 2016, 20 min

As crianças da aldeia Aiha Kalapalo, do Parque Indígena do Alto Xingu (MT), são as protagonistas desse filme e escolheram mostrar alguns aspectos da sua rotina e da sua cultura. O filme é uma produção coletiva de cineastas indígenas e não-indígenas e antropólogos.

30/07 Domingo ás 15h
Programa Curtas 4
36 minutos
A partir de 06 anos

Caminho dos gigantes
Alois di Leo, SP, 2016, 12 min
Em uma floresta de aÌ rvores gigantes, OquiraÌ , uma menina indiÌ gena de seis anos, vai deixar o seu destino e entender o ciclo da vida

Waapa
David Reeks, Paula Mendonça e Renata Meireles, SP, 2017, 20min

O documentário propõe um mergulho inédito na infância Yudja (Parque Indígena do Xingu/MT) e os cuidados que acompanham seu crescimento. O brincar, a vida comunitária e as influências de uma relação espiritual com a natureza, são revelados como elementos que organizam o corpo-alma dessas crianças.