Dia Internacional do Jazz

Em novembro de 2011, a UNESCO oficialmente designou o 30 de abril como o Dia Internacional do Jazz para destacar o jazz e seu papel diplomático de unir pessoas em todos os cantos do globo.

Todos os anos, esta forma de arte internacional é reconhecida por promover a paz, o diálogo entre culturas, a diversidade e o respeito pelos direitos humanos e pela dignidade humana; erradicar a discriminação; promovendo a liberdade de expressão e a igualdade de gênero; e reforçando o papel da juventude nas mudanças sociais.

O projeto visa valorizar o jazz brasileiro e inserir o Brasil no calendário oficial do International Jazz Day estabelecendo um diálogo com as ações globais que envolvem a data e suas comemorações ao redor do globo, destacando os valores associados ao mesmo: a paz, o diálogo entre diferentes culturas, a liberdade de expressão, a harmonia, o respeito aos direitos humanos através da música.

O projeto visa também atrair e alcançar pessoas além daquelas que já conhecem e apreciam o Jazz, gerando formação de público e chamando a atenção de outras partes do mundo para a riqueza do jazz brasileiro.

Participam do Jazz Day Brasil: Carlos Malta (saxofone), Claudio Dauelsberg (piano), Gabriel Grossi (harmônica), Luiz Otavio (teclados), Luthuli Ayodele (voz),  Alma Thomas (voz), Simone Mazzer (voz), Marcelo Martins (saxophone), Nelson Faria (guitarra), Ney Conceição (baixo), Renato Massa (bateria), Pandeiro Repique Duo, Robertinho Silva (percussão), PianOrquestra (10 mãos e 1 piano), Zé Renato (voz), dentre outros artistas.

Serviço
Segunda-feira: 21h
Setor Único: R$70,00 (inteira)/ R$35 (meia)
Abertura da casa: 18:30h
Classificação: Livre (menores acompanhados dos responsáveis

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.