-1.5 C
New York
dezembro 19, 2018
Cinema

Crítica | PéPequeno

📷 Warner Bros. Pictures / Divulgação

Animação da Warner Bros. Animation é o grande destaque da semana

Reza a lenda que o explorador Anthony Wooldridge estava acampado no norte da Índia (região dos Himalaias), em 1986, quando avistou um Yeti ou Abominável Homem das Neves, alguns metros do seu acampamento. Segundo relatos do mesmo, a criatura teria ficado imóvel por 45 minutos. Investigações apontaram que o tal Yeti avistado, seria apenas uma pedra coberta da neve. Wooldridge admitiu que havia se enganado. Os Ietis seriam descendentes de um rei macaco que se casou com uma ogra. Por serem conhecidos pelo estranho costume de acasalar com seres de outras espécies, costuma ser relacionado a outra criatura que possivelmente pode existir, o do Pé-Grande. Obviamente, histórias sobre esses seres, ganharam a atenção dos criadores. Dentre livros e filmes lançados, estreia nesta quinta-feira, 27 de setembro, a animação PéPequeno, produzida nos estúdios da Warner Bros. Animation e distribuídos pela Warner Bros. Pictures.

Confira >>> Filme “Love, Rock & Blues” marca a volta de Isabel Fillardis ao cinema e se inspira em “Glee” e “High School Musical”

Na sinopse do filme que vira a lenda do Pé Grande de cabeça para baixo quando um jovem e genial Yeti encontra algo que ele achava que não existia – um humano. A revelação deste “Pé Pequeno” traz preocupação à comunidade dos Yetis sobre o que pode existir além de seu pequeno vilarejo nas neves em uma nova e divertida história sobre amizade, coragem e a alegria da descoberta.

É preciso destacar três pontos importantes: o roteiro e direção são bastante competentes, ao criar uma história sensacional e divertida para a família. Os diálogos são bem bolados e inteligentes. Outro destaque está na trilha sonora integralmente original, incluindo um rap divertido. A grande tirada da trama é o conflito entre uma comunidade de Yetis gigantes (porém fofos aos olhos do espectador) temidas pelos seres-humanos, consideram as pessoas igualmente assustadoras. Eles vão precisar recorrer ao conhecimento, para que ambas as espécies se descubram.

Na tela gigante, cores e luzes enchem os olhos, proporcionando um grandioso show, somado aos personagens carismáticos. Enquanto o elenco original conta com as vozes dos grandes Channing Tatum (LEGO Batman: O Filme) como o Yeti Migo; James Corden (Trolls) como o PéPequeno, Percy, Zendaya (O Rei do Show), Common (Selma – Uma Luta pela Igualdade), LeBron James (do inédito Space Jam 2), Gina Rodriguez (da série Jane the Virgin), o indicado ao Oscar Danny DeVito (O Lorax: Em Busca da Trúfula Perdida), Yara Shahidi (da série de TV Black-ish), Ely Henry (da série de TV Justice League Action) e Jimmy Tatro (Anjos da Lei 2). Os brasileiros contam com todo o profissionalismo da equipe Delart Cine.

Ao final, PéPequeno é uma simpática animação, recheada de grandes conceitos, mensagens importantes e um visual deslumbrante que cativa toda a família. Vale assistir acompanhando da grande família. Na certa, vai ser uma tarde muito divertida.

Assista ao trailer:

Para mais informações, clique aqui.

Posts relacionados

Fox Film e Kinoplex fazem série de ações para o lançamento de “Bohemian Rhapsody”

Redação

Cinépolis inaugura complexo no Shopping Patteo Olinda

Alyson Fonseca

O cinema interior de Philippe Garrel

Redação

Missão: Impossível – Efeito Fallout | Assista ao filme nas salas especiais da Rede UCI

Alyson Fonseca

Rio WebFest 2018 

Redação

“O Grande Circo Místico” é o filme brasileiro selecionado para concorrer a uma vaga no Oscar 2019

Redação

1 comentário

Crítica | Nasce Uma Estrela - Sopa Cultural outubro 11, 2018 at 12:14

[…] Confira >>> Crítica | PéPequeno […]

Resposta

Deixe um comentário