Com poética entre o vazio e a memória, Salomão Terra apresenta videoclipe de “Não Há”

Música está no primeiro disco do artista, Pacífico (2016)

Salomão - Clipe -Não Há (Nada Que Se Faça)- com Paloma Parentoni e o Trajeto do Afeto (foto: Flávio Charchar )
Salomão - Clipe -Não Há (Nada Que Se Faça)- com Paloma Parentoni e o Trajeto do Afeto (foto: Flávio Charchar )

O músico Salomão Terra acaba de lançar o videoclipe da música “Não Há”, faixa que está em seu primeiro disco, Pacífico (2016). O vídeo foi concebido e dirigido pelo fotógrafo Flavio Charchar, também produtor cultural conhecido da cena de Belo Horizonte e conta com a interpretação da multiartista Paloma Parentoni, que encabeça o projeto O Trajeto do Afeto, que por performances espalhadas em cidades, busca trazer o diálogo entre os espaços vazios e a memória.

Por isso, o clipe que passou no Parque Estadual do Rola Moça, pela estação central de metrô de Belo Horizonte é simples, mas cheio de mensagem.

“O clipe leva à tela uma personagem tão densa quanto a essência da música, mas contextualiza-se no ambiente urbano, comum e transitório”, explica Salomão.

A música que segundo ele é a mais orgânica de seu álbum Pacífico, que vai para o lado eletrônico do trip hop e dreampop, é direta ao falar do conformismo. “Não Há” é sobre aceitar que em algumas situações é preciso ter paciência, mas passa longe de retratar pessoas conformistas.