27.5 C
Rio de Janeiro
dezembro 15, 2018
Featured Música

Com dois primeiros lotes esgotados, festival reúne a nata do metal carioca

Lyria - foto: Roberta Guido
Lyria - foto: Roberta Guido

Representando a verdadeira união do rock carioca, acontece no dia 22 de julho (domingo), no Teatro Odisseia, o Reckoning Fest. O festival foi criado pela banda Reckoning Hour e conta com a parceria das bandas Lyria, Hatefulmurder, No Trauma e Kore. Independentemente do gênero do metal, o evento é feito para todos aqueles que apoiam a cena independente de música e conta com ingressos esgotados nos dois primeiros lotes.  A classificação etária é de 18 anos ou de menores acompanhados de responsáveis.

Idealizadora do evento, a Reckoning Hour é uma das bandas mais ativas no cenário nacional. O disco de estreia, “Between Death and Courage”, levou a banda para uma turnê que passou por mais de 25 cidades, em 30 dias. Desde 2012 nos palcos, o grupo já tocou com nomes como Sepultura e Pain of Salvation. O Reckoning Hour é formado por JP (voz), Philip Leander (guitarra e voz), Lucas Brum (guitarra), Johnny Kings (bateria) e Cavi Montenegro (baixo).

Mais um dos grandes nomes do metal nacional, o Lyria leva para o palco do Odisseia as canções do recém-lançado “Immersion” (2018) e do álbum de estreia, “Catharsis” (2014). Com fãs na Europa, Estados Unidos e Brasil, o Lyria é formado por Aline Happ (voz), Rod Wolf (guitarra), Thiago Zig (baixo) e Thiago Mateu (bateria). Com refrãos marcantes, arranjos bem trabalhados e letras com temas de superação, a banda une peso e erudição em shows que lotaram espaços no Rio e em São Paulo. O evento contará também com stand de merchandise do grupo, além de Meet & Greet disponível para todo o público.

Metal extremo e sangue nos olhos, assim pode ser definido o som do Hatefulmurder. Com passagens pela América Latina e diversas capitais brasileiras, a banda carioca é formada por Angelica Burns (voz), Renan Campos (guitarra e backing vocals), Felipe Modesto (baixo e backing vocals) e Thomás Martin (bateria). No repertório do show, canções dos principais discos, incluindo os singles “My Battle”, “Red Eyes” e “Creature of Sorrow”.

Quem também se apresenta no Reckoning Fest é a banda No Trauma, que já tocou com nomes  como Brujeria e Project46. Formada por Marvin Freitas (bateria), Hosmany Bandeira (voz), Tuninho Silva (guitarra) e João de Paula (baixo), no repertório do show as canções do disco “Viva Forte Até Seu Leito De Morte”, além de outros singles da carreira.

Finalizando a lista de atrações, o Kore foi escolhida pelo público para participar do evento. De Petrópolis, na Região Serrana do estado, a banda traz influências que vão de Rage Against The Machine a Of Mice and Men, a banda apresenta no repertório as canções dos EPs “Epifania” e “Que Mal Tem?” (2014). Formada em 2013 por Igor Campos (voz), Armando Rocha (guitarra), Alex Melo (bateria) e Gabriel Respeita (baixo), as apresentações do grupo são repletas de energia, com duetos de guitarra e riffs marcantes.

Serviço

Reckoning Fest
Data: 22/07/2018 (domingo)
Horário: 16h às 23h
Local: Teatro Odisseia
Endereço: Avenida Mem de Sá, nº 66 – Centro – Rio de Janeiro/RJ
Ingressos: R$30 (3º lote/meia ou solidário*) l R$60 (3º lote/inteira)
Compra online: https://bit.ly/2keVqOQ
Classificação etária: 18 anos (menores acompanhados de responsáveis)
Evento: https://www.facebook.com/events/750538411816154/

*Mediante doação de 1kg de alimento não-perecível

 

Posts relacionados

Roda de samba e jongo do Grupo Zanzar – participação da cantora Ana Bispo

Redação

Evento gratuito homenageia vikings com música, hidromel e mais

Redação

Henrique e Juliano no Vivo Rio

Redação

Deixe um comentário