21.2 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, julho 6, 2020

Leopoldina, Independência e Morte, a história que não contam nas salas de aula

Destaques na semana

Receitas quentes e deliciosas para o inverno 2020

Com a chegada do inverno e as baixas temperaturas da estação, a dica é saborear receitas quentinhas para aquecer o estômago. Por...

Desafio 10×10: Em iniciativa inédita, grafiteiros criam coletivamente obra doada para leilão solidário

O Desafio 10x10, gincana nacional que tem como objetivo alimentar 10 milhões de famílias, recebe doação de obra produzida coletivamente pelos artistas...

Pratos com carne para o 4 de julho

Neste sábado, 04 de julho, os Estados Unidos comemora a sua Independência com muito churrasco, como é a tradição americana....

Arte no Palco, Em Casa e Etc e Tal

Pensando em fazer a espiral da arte continuar a todo vapor em pleno isolamento social, a companhia carioca Etc e Tal, acostumada...

Nem sempre a História é contada nos bancos escolares. Ainda bem que temos os palcos para que todos possam entender e compreender melhor o que ocorre ao longo dos séculos. Esse é um dos objetivos da peça Leopoldina, Independência e Morte, de autoria e direção de Marcos Damigo, em cartaz no Teatro Petra Gold, no Leblon, sábados e domingos, às 17h, até 29 de março.

Leopoldina
Leopoldina

A peça recria três momentos da vida da arquiduquesa austríaca que virou imperatriz do Brasil no século XIX, entre 1817 e 1826: recém-chegada da Áustria, ela relata a uma interlocutora estrangeira suas primeiras impressões sobre o Brasil; Leopoldina, agora imperatriz, e José Bonifácio, seu principal aliado, analisam o complexo processo de independência após um acerto de contas; e, por fim, num delírio que consumiu seus últimos dias, ela relaciona sua vida, sua época e os projetos em disputa naquele momento com os dias de hoje. Aos 29 anos, a imperatriz, que teve papel decisivo na Independência do Brasil, apesar de pouco ser falado nos livros didáticos, sai de cena. 

O destaque fica para a interpretação de Sara Antunes, que, com maestria, dá vida a Leopoldina. A suavidade nas falas e a segurança da atriz em um personagem de suma importância para a História brasileira dão a dimensão de como se torna necessário a ida ao teatro para que se tenha outra visão de nossa Independência.

UM PEQUENO GIRO

Trintões e Solteiros no Castelinho do Flamengo

Trintões e solteirões
Trintões e solteirões

Assistir Trintões e Solteiros, de Fabrisio Coelho, em cartaz no Castelinho do Flamengo, de sexta a domingo, às 19h,  é a garantia de boas risadas e de reflexão também. Afinal, as pessoas andam desencontradas e, muitas vezes, têm impressões erradas do outro (a). Apaixonados por Martha Medeiros, Carla e Luciana se cruzam num lançamento de livro da autora, no qual a afinidade desde então acontece, da parte dele, o despertar, o interesse afetivo, da parte dela, devido a educação e sensibilidade do rapaz, uma boa amizade com um amigo gay, propondo uma reflexão comportamental sobre os padrões estabelecidos de homem e mulher, as buscas e o equívoco de acreditar em conceitos, no lugar de “verdades”.
A comédia fala de amor, de equívocos, encontros e desencontros, padrões, da mulher moderna, do homem contemporâneo, das buscas afetivas, de sexualidade, de nossa atual sociedade. No elenco, Izabela Guedes, Jefferson Jima e Marcos Vianna. Som e luz ficam a cargo de Anauã Vilhena e a produção geral é de Clécio Ferreira. A peça pode ser vista até 26 de abril.

Nasceu Felicidade
A vida de uma senhora de 92 poderá ser ‘’conhecida’’ na peça Nasceu Felicidade, em cartaz nos dias 23 e 30 de março, às 20h, no Teatro Cândido Mendes, em Ipanema. Baseada em fatos reais, a comédia conta, a partir de uma entrevista para escrever sua biografia sobre uma senhora de 92 anos, após a morte do marido. Felicidade faz uma lista de todos  os sonhos que deseja realizar antes de morrer. O desenrolar da história mostra, de forma descontraída, a busca da realização pessoal de Felicidade e os conflitos que ela passa com a sua família. O texto é de Kyra Kahu e a direção de Mario Faini. No elenco estão a autora, Yara Brazão, Natália  Lima, Jefferson Correia, Diogo Borges, Nicolli Correia, Ana Luísa Nunes, Anísio Brahim, Paulo Mattoso e Rosa Amélia.

10º Entreartes promove mergulho na cultura portuguesa

A artista e psicóloga Fátima Dantas - foto: Toni Coutinho
A artista e psicóloga Fátima Dantas – foto: Toni Coutinho


A décima edição do ENTREARTES trouxe para o espaço do Solar do Jambeiro um pedaço de Portugal e suas tradições.  O “passeio” pela mostra que reúne trabalhos dos artistas Rodrigo Saramago, Renata Barreto, Leila B, Fátima Dantas, Lúcia Lyra e Francisco Valença se inicia com os “Seres de Luz”: as famosas esculturas de Rodrigo Saramago em ferro e cimento estão centralizadas no primeiro salão. E, ao fundo desse espaço, é possível admirar a imponente “Azulejaria em Bordados”, técnica de maxi-bordados em duas telas de aço que foram desenvolvidas por Renata Barreto. 

Sob a curadoria de Ana Schieck, “Portugal, o que me trazes?”, título da exposição, conta também com a participação de artistas como Leila B, que trabalha em suas cerâmicas a estampilha da azulejaria portuguesa do próprio Solar do Jambeiro e que figura como um contraponto ao espaço seguinte, onde estão abrigadas as telas em imagens abstratas da natureza, concebidas por Fátima Dantas. A visitação pode ser realizada até 5 de abril, de terça a domingo, das 10h às 18h. O evento é idealizado e organizado pela assessora de

Comunicação Cacau Dias e incentivado pelo Complexo Hospitalar de Niterói (CHN),

 

- Advertisement -

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas notícias

Magna Fernandes e Junior Costa comemoram o sucesso da reabertura da Feira de São Cristóvão

O Centro Luiz Gonzaga de Tradições Nordestinas reabriu para o público no último sábado (04), após um longo hiato de quarentena todo...

Kit Boteco Na Real

Com o bar em casa: é assim que o Na Real – Gastronomia Brasileira quer que o comensal se sinta ao receber,...

Perinatal cria o Check-Up Ginecológico. Consultas e exames são realizados no mesmo dia, em poucas horas

Comodidade, praticidade e agilidade em tempos de pandemia. Esta é proposta do Check-Up Ginecológico que a Perinatal volta a oferecer na Unidade...

Desafio 10×10: Em iniciativa inédita, grafiteiros criam coletivamente obra doada para leilão solidário

O Desafio 10x10, gincana nacional que tem como objetivo alimentar 10 milhões de famílias, recebe doação de obra produzida coletivamente pelos artistas...

Farinha Pura divulga programação de lives para julho

Desde o início de maio, o Empório Farinha Pura vem realizando lives especiais para descontrair e levar conhecimento para os clientes que...
Share via