22.2 C
Rio de Janeiro
sábado, julho 4, 2020

Clarice Lispector e o encontro com ela mesma

Destaques na semana

Arte no Palco, Em Casa e Etc e Tal

Pensando em fazer a espiral da arte continuar a todo vapor em pleno isolamento social, a companhia carioca Etc e Tal, acostumada...

Pratos com carne para o 4 de julho

Neste sábado, 04 de julho, os Estados Unidos comemora a sua Independência com muito churrasco, como é a tradição americana....

Desafio 10×10: Em iniciativa inédita, grafiteiros criam coletivamente obra doada para leilão solidário

O Desafio 10x10, gincana nacional que tem como objetivo alimentar 10 milhões de famílias, recebe doação de obra produzida coletivamente pelos artistas...

Receitas quentes e deliciosas para o inverno 2020

Com a chegada do inverno e as baixas temperaturas da estação, a dica é saborear receitas quentinhas para aquecer o estômago. Por...

A peça “Ao redor da mesa, com Clarice Lispector”, estreará, no dia 5
de março, no Sesc Copacabana, com elenco premiado. A dramaturgia tem a
assinatura da escritora e professora da PUC-Rio Clarisse Fukelman, que
acionou mais de 30 anos de pesquisa, publicações no Brasil e exterior
e adaptações da escritora. O resultado é uma proposta ousada e
inovadora. Não é adaptação de um texto, nem colagem de cenas de livros
diversos. É uma íntima e intensa conversa com temas candentes que
perpassam toda a obra da escritora.

A peça se passa no início dos anos 60,  quando a escritora (Gisela de
Castro) recebe a inesperada visita dela mesma (Ester Jablonski), vinte
anos mais velha.  As duas põem  as cartas na mesa e discutem escolhas
de vida e de linguagem. Frente a frente, confrontam-se a Clarice
recém-separada, com filhos pequenos e já desfrutando do prestígio da
crítica, e a Clarice no fim da vida, ácida e solitária, com projeto de
escrita que radicaliza propostas anteriores.

O inusitado encontro traz discussões sobre processo criativo e as
experiências de amizade, maternidade, corpo e amor. Por que e para
quem escrever? Como futuro e passado nos mobilizam? O que é ser
escritora mulher? Nesse percurso, a peça entremeia cenas de várias
obras da escritora (interpretadas por Ana Barroso e Joelson Medeiros),
destacando a atualidade do olhar de Clarice sobre preconceito,
discriminação étnica, conflitos de geração e comunicação entre
familiares e amigos.

Com direção musical de Liliane Secco, há inserções de música erudita,
do folclore  judaico e sugestões de rap e de cordel. Embora Lispector
tenha afirmado que a palavra é a sua “quarta dimensão”, ela também se
confessa “uma eterna apaixonada por palavras, música e pessoas
inteiras”. A peça encerra com uma “Ode a Macabéa”, protagonista do
último livro publicado e m vida e síntese da poética da escritora.

“O respeito pelo diferente não é fácil, como sugerem a publicidade e o
romantismo fora de hora. Fechados em nossos casulos, esquecemos do
permanente aprendizado com a língua e a vida e de que pertencemos ao
mundo em igualdade com outros seres. Lispector nos faz pensar a
respeito, ainda mais quando mediada por esse time maravilhoso que dá
vida ao projeto”, diz Clarisse Fukelman, que também assina o posfácio
de “Laços de Família” a ser relançado em 2020, como parte das
comemorações.

FICHA TÉCNICA
Direção:   Ester Jablonski
Supervisão: Fernando Philbert
Direção musical: Liliane Secco
Dramaturgia: Clarisse Fukelman
Elenco:  Ana Barroso, Ester Jablonski, Gisela de Castro e Joelson Medeiros
Cenografia: Natália Lana
Iluminação: Vilmar Olos
Figurino:   Marieta Spada
Designer: Mariana Grojsgold
Foto: Nil Caniné
Coordenação de produção: Veredas Promoções Culturais
Produção executiva: Sergio Canizio
Assistente de direção: James Simão
Assistente de produção: Daniel Koifman
Projeto e Realização: Veredas Promoções Culturais
Assessoria de Imprensa: Clóvis Corrêa – CICLO Comunicação

SERVIÇO
ESTREIA 5 de março, quinta-feira
Peça: Ao redor da mesa, com Clarice Lispector
Dramaturgia: Clarisse Fukelman
Direção:  Ester Jablonski
Supervisão: Fernando Philbert
Direção musical: Liliane Secco
Elenco:  Ana Barroso, Ester Jablonski, Gisela de Castro e Joelson Medeiros
Temporada: de 5 a 29 de março de 2020 – 5ª a domingo
Horário: 20h
Local: Mezanino do Sesc Copacabana
Endereço: Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, Rio de Janeiro – RJ
Ingressos: R$ 7,50 (associado do Sesc), R$ 15 (meia), R$ 30 (inteira)
(Ingresso solidário R$ 15,00 (meia) com a doação de 1 kg de alimento
para o Projeto Mesa Brasil do Sesc RJ)
Informações: (21) 2547-0156
Bilheteria – Horário de funcionamento:
Terça a Sexta – de 9h às 20h;
Sábados, domingos e feriados – das 12h às 20h.
Duração: 70 minutos
Classificação indicativa:12 anos

UM PEQUENO GIRO

Série Grandes Vozes no Theatro Municipal

Sondra Radvanovsky
Sondra Radvanovsky

O Theatro Municipal do Rio de Janeiro apresenta o seu concerto de
abertura com o célebre soprano, internacionalmente reconhecido, Sondra
Radvanovsky na “Série Grandes Vozes”, dia 13 de março, às 20h, abrindo
o segundo ano de um dos maiores destaques artísticos de 2019.
Considerada pela crítica internacional uma das maiores cantoras
líricas da atualidade, Sondra Radvanovsky já havia encantado o público
fluminense em 2011, quando se apresentou na ópera Tosca, conquistando
uma legião de novos fãs para a ópera e para o Theatro Municipal do Rio
de Janeiro. Sondra já se apresentou nas principais casas de ópera do
mundo, incluindo a Royal Opera House de Londres, o Teatro Alla Scala,
Opera Nacional de Paris, Opera Nacional de Munique, Opera de Berlim,
Barcelona, Madri, Zürich, Japão e claro, Metropolitan Opera House, em
Nova York, onde deu voz às três rainhas de Donizetti, com enorme
sucesso.Parte da temporada 2020 do Theatro Municipal, a “Série Grandes
Vozes” presenteia o público com as apresentações de quatro grandes
estrelas internacionais da ópera. Além de Sondra Radvanovsky, o jovem
soprano Pretty Yende da África do Sul, o mais famoso soprano da
Itália, Maria Agresta, e o célebre mezzo – soprano Anita
Rachvelishvili da Geórgia, virão à cidade maravilhosa.

Paulo Ricardo no São Paulo Oktberfest 2020

Paulo Ricardo - foto: Isabella Pinheiro / Luigi Vieira
Paulo Ricardo – foto: Isabella Pinheiro / Luigi Vieira

A São Paulo Oktoberfest 2020, que ocorre de 17 de setembro a 4 de outubro, confirma as quatro primeiras atrações musicais do evento: os cantores Paulo Ricardo, Humberto Gessinger e a Banda Cavalinho. O Grupo de Danças Folclóricas Alemãs Hallo Welt também já está confirmado para esta edição.

O cantor Paulo Ricardo se apresentará na sexta, 18 de setembro, com o show “Rádio Pirata Ao Vivo”, recheado de sucessos do RPM. Na sexta, 2 de outubro, a atração será o cantor, compositor, multi-instrumentista e escritor gaúcho Humberto Gessinger, líder da banda Engenheiros do Hawaii. Formada por nove músicos e duas bailarinas, a Banda Cavalinho, que esteve presente em duas edições da São Paulo Oktoberfest, embalará o público da festa, de 24 a 27 de setembro, com repertório que vai do germânico ao pop, coreografias, efeito de luzes e muita interação. O Grupo de Danças Folclóricas Alemãs Hallo Welt fará três apresentações, nos dias 19 e 26 de setembro e 3 de outubro. Em sua 4ª edição, o evento contará com mais de 200 horas de programação repleta de música, cultura alemã, gastronomia, 25 tipos de chope, além da primeira vila alemã cenográfica de 22 mil metros quadrados na Avenida Doutor Chucri Zaidan, na zona sul de São Paulo.  

Nenhum de Nós no Teatro J. Safra

Nenhum de Nós
Nenhum de Nós

Teatro J. Safra, espaço dedicado à curadoria de qualidade na cidade de São Paulo, recebe nos dias 20 e 21 de março a apresentação da banda gaúcha Nenhum de Nós com  “25 anos do Acústico Ao Vivo”. Lançado em julho de 1994 pelo Nenhum de Nós, “Acústico Ao Vivo” obteve o 2º  “disco de ouro” para a banda pela vendagem de mais de cem mil cópias. Aos 33 anos de carreira a banda optou por homenagear  este álbum pioneiro, reapresentando o show de 1994 ao vivo. Alternando até hoje novas e criativas soluções na linguagem do folk&rock, o Nenhum de Nós construiu uma forte conexão regional entre as referências de suas músicas. No palco estarão João Vicente (piano e acrodeão), Veco Marques  (violões de 6 e 12 cordas), Carlos Stein (violões), Sady Homrich (bateria) e Thedy Corrêa (vocal).  Acompanhados pelo músico convidado, Estevão Camargo no baixo. Para acompanhar a programação, acesse http://www.teatrojsafra.com.br/

- Advertisement -

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas notícias

Perinatal cria o Check-Up Ginecológico. Consultas e exames são realizados no mesmo dia, em poucas horas

Comodidade, praticidade e agilidade em tempos de pandemia. Esta é proposta do Check-Up Ginecológico que a Perinatal volta a oferecer na Unidade...

Desafio 10×10: Em iniciativa inédita, grafiteiros criam coletivamente obra doada para leilão solidário

O Desafio 10x10, gincana nacional que tem como objetivo alimentar 10 milhões de famílias, recebe doação de obra produzida coletivamente pelos artistas...

Farinha Pura divulga programação de lives para julho

Desde o início de maio, o Empório Farinha Pura vem realizando lives especiais para descontrair e levar conhecimento para os clientes que...

Feira de São Cristóvão retoma atividades neste sábado

Informes sobre as regras de ouro foram instalados por todo equipamento municipalDepois de mais de 100 dias fechado, a Feira de São...

Bares e restaurantes reabrem as portas para os atendimentos presenciais

O Ancoramar, tradicional restaurante no Centro do Rio, acaba de reabrir as portas para o atendimento presencial. Com todos os protocolos de segurança,...
Share via