Home ColunasColuna Rafa Gomes Escola de Samba Raça Rubro Negra promoveu sua primeira feijoada neste domingo

Escola de Samba Raça Rubro Negra promoveu sua primeira feijoada neste domingo

por Rafael Gomes

O evento aconteceu no bairro de Bento Ribeiro, no subúrbio carioca, e contou com o apoio do empresário TH Jóias e participação especial das escolas co-irmãs Gaviões da Fiel , Beija Flor de Nilópolis e Império Serrano. O grupo “Pintou o Clima” iniciou os trabalhos onde todos puderam curtir um ambiente totalmente familiar, saboreando a maravilhosa feijoada preparada pela “Malta Eventos”.

Personalidades do mundo do carnaval e da música foram homenageadas, entre elas ,a família do compositor do samba ” Aquarela Brasileira”, Silas de Oliveira.

Comandados pelos mestres Wallace Tchoa e Jorge Milanês, a bateria forte, acompanhados de sua rainha Monalisa Moura, mais uma vez mostrou o porquê atrai admiradores de todo o mundo com sua potência musical, o intérprete  Rafael Santos deu um show à parte.

O casal de primeiro Mestre Sala e Porta Bandeira , Fábio Rodrigues e Mônica Paulinho, levaram o pavilhão com tamanha classe que encantou o público presente. Falando em encanto, a ala das baianas entregou tudo com coordenação de dona Edna Aguiar, além da espectacular ala das passistas que tem como coordenadora a premiada bailarina internacional, Ana Pérola.

[Clique nas imagens para ampliar]

[justified_image_grid]

Nos bastidores, o carnavalesco Jorge Knnawer e o coreógrafo da comissão de frente Pablo Guerreiro conversavam sobre os futuros projetos da agremiação e deixaram todos curiosos para saber o que irão apresentar para o carnaval.

A musa Mia Faria com toda sua elegância, desfilava com um modelito lindo  criado pelo estilista Lucas Nogueira

A harmonia comandada por Luísa Salles, juntamente os diretores Allan Guimarães e Rambo, fizeram questão de deixar o ambiente o mais acolhedor possível.

Sempre atento a todos os detalhes, o também diretor “Pica Pau” trabalhava insanamente se desdobrando em vários cargos, exercendo funções de outros segmentos, no propósito de tudo sair como o planejado para esse grande evento.

Com o símbolo representado pelo punho cerrado, simbolizando toda a luta, resistência, vontade e muita raça, os integrantes pretendem provar ser uma escola estruturada, crescer e chegar a grande elite do carnaval carioca.

“Estou muito feliz com o que  apresentamos aqui hoje, O nosso samba sendo samba! A atuante torcida embarcou nesse grande feito e unidos almejam mostrar a grandeza das raízes rubro negras em um belo espetáculo que poderá ser conferido no carnaval de 2022 do Rio de Janeiro, no grupo B que desfilará na Intendente Magalhães” declarou o presidente Anderson Macula.

A fim de evitar aglomeração, o acesso foi reduzido , cumprindo com todos os protocolos designados pela Prefeitura do Rio de Janeiro.

Matérias relacionadas

1 comentário

Carnaval dezembro 21, 2021 - 00:08

“Inova” kkkkkkkkkkkkkkkkk

Já teve mais de 5 escolas que misturaram torcida de time e escola de samba. Duas delas deram ruim, e eu não concordo com escola de samba oriunda de torcida organizada

Responder

Deixe um comentário