-1.6 C
New York
janeiro 17, 2019
Livros

Clássico da literatura infantojuvenil, livro de Roseana Murray é reeditado pela Lago de Histórias

Um cachorro para Maya tem sessão de autógrafos com música ao vivo e oficina de dobraduras dia 15/12, às 16h, na Urca

Uma das poetas mais respeitadas da literatura contemporânea brasileira, Roseana Murray passa a emocionar também os leitores da editora carioca Lago de Histórias com a reedição do clássico da literatura infantojuvenil Um cachorro para Maya.

A sessão de autógrafos terá música ao vivo para adultos e oficina de dobraduras para crianças no dia 15/12, sábado, na Casa Cultural Lago de Histórias, na Urca, a partir de 16h, numa das raras saídas que a autora faz de Saquarema, no interior do estado do Rio de Janeiro, onde mora e recebe alunos e professoras de escolas para café, pão e conversas sobre literatura.

O livro já encantou uma geração e é sucesso nas escolas com a história de uma menina que tinha um desejo comum a quase todas as crianças: ter um bichinho de estimação. Era filha única e sentia falta de uma companhia com quem pudesse dividir afetos. Tinha certeza de que ter um cachorrinho a tornaria a criança mais feliz do mundo. Mas depois de tanto pedir, tanto esperar, chega o dia de ganhar o presente mais desejado da vida e o inesperado acontece, surpreendendo Maya e o leitor.

Segundo a autora, esta terceira edição [fora do mercado desde 2016] de Um Cachorro para Maya será mais movimentada, já que o cartunista, cineasta e ilustrador Caó coloca alegria, muita cor e animação em tudo o que faz. “A história do livro é simples, rica e densa”, define Roseana Murray.

A ligação da editora da Lago de Histórias, Helena Lima, com a obra é visceral. Um cachorro para Maya foi por algum tempo a leitura que a acompanhou no crescimento das filhas, Luiza e Stella, e é Helena quem assina a quarta capa da publicação.

– Durante anos, essa linda e tocante história fez parte da minha vida. Nas escolas em que atuei como professora do Ensino Fundamental e, mais tarde, nas experiências da maternidade me emocionei junto com as crianças que bordaram meus dias de leitora e incentivadora da leitura. Li e reli Um cachorro para Maya inúmeras vezes e ele morou na minha mesa de cabeceira por muito tempo -, testemunha Helena, sem saber se o mais gostoso era saborear a narrativa da escritora, ou dividir sonhos com as crianças.

Ilustrado pelo baiano Caó Cruz Alves, os desenhos trazem ainda mais vida e verdade para a poesia da escritora, que costuma misturar sua poesia do cotidiano a temas universais, como a vida, morte e o amor.

Um cachorro para Maya fecha com chave de ouro o segundo ano de trabalho da Editora Lago de Histórias, que em 2018 experimentou alegrias grandes para quem colocou o pé na estrada – ou os peixinhos para mergulhar– há tão pouco tempo. “O lançamento do livro vai ser também a nossa balada de encerramento e um momento de comemoração por um ano de tantas sementes plantadas e tanta colheita boa”, convida Helena.

RETROSPECTIVA

– Com Olga, a história de uma cobra de óculos, Helena Lima levou o 3º lugar do Prêmio da Biblioteca Nacional, na categoria Infantil (Prêmio Sylvia Orthof).

– Foi ano em que inscreveu, pela primeira vez, dois dos doze livros publicados pela Lago no Programa Nacional do Livro e do Material Didático (PNLD), com escolha de ambos pelo Programa: Soldado A Moça Artista do Topo do Morro levarão afeto às crianças de escolas do Oiapoque ao Chuí em 2019.

– O ano em que publicou Todos os pais do mundo, um infantil bilíngue com direito a trilha sonora; Bilica Chorona, sobre emoções; e Contos de Encantar os Céus, tendo fenômenos da natureza como protagonistas das histórias. Esses são os primeiros livros do catálogo que não têm autoria de Helena Lima.

– Participação em diversas feiras e eventos para compartilhamento de conhecimentos e atualização de informações do mercado editorial e da literatura infantojuvenil.

– Um ano em que passou por tantas escolas, e recebeu outras inúmeras em sua Casa Cultural, contando histórias, mas, sobretudo, compartilhando amor.

– Um ano em que teve artistas e escritores, entre eles Ilana Progrebinsch, Marcio Vassallo e Luis Pimentel, à frente de oficinas sobre temas diversos.

Mas os mergulhos serão ainda mais fundos em 2019. A Lago já prepara novidades, entre elas, a chegada ao mercado do selo adulto, que receberá, não por acaso, o nome de Lago Baikal, o lago mais profundo do mundo.

SERVIÇO

Um cachorro para Maya
Editora: Lago de Histórias
Formato: 28×20 cm // Páginas: 40 // Preço: R$ 39,90

Sessão de autógrafos (com música ao vivo e oficina de dobraduras)
15 de dezembro – sábado // 16h // Casa Cultural Lago de Histórias (R. Marechal Cantuária, 18 – Urca / Rio de Janeiro)

A Autora

Roseana Murray tem aproximadamente 100 livros de contos e poesia publicados e leitores de todas as idades, embora não acredite em idade, mas em experiências vividas. Uma de suas maiores alegrias é saber que os poemas que escreve na sua mesa, sozinha, chegam a lugares tão distantes e emocionam tanta gente. Atua em projetos diversos, como o Clube de Leitura Casa Amarela, Café Pão e Texto, e o Livro-Concerto Caixinha de Música, e é nacional e internacionalmente premiada. É graduada em Língua e Literatura francesa pela Universidade de Nancy através da Aliança Francesa.

Editora e Casa Cultural Lago de Histórias
A Casa Cultural Lago de Histórias é um desdobramento da editora homônima, fundada em novembro de 2016 no Rio de Janeiro, na mesma noite de lançamento dos livros Mais felizes do que sempre, Bia sem pressa, Os medos de Bel, e Soldado. Em 2017, o catálogo ganhou reforço de Olga e Grande ou pequena? Ainda em 2017, reforçaram o catálogo: A Moça Artista do Topo do Morro e Vicky, todos de autoria da escritora e pedagoga Helena Lima. Em agosto de 2018 chegou ao mercado editorial pela Lago de Histórias o bilíngue Todos os pais do mundo / All the dads in the world, do professor e músico André Tavares, seguido de Bilica Chorona, de autoria da educadora Isabelle Borges, vencedora da I Seleção de Originais da Lago de Histórias.

Com uma proposta rara no Rio de Janeiro, de oferecer oficinas de criação literária e de artes regulares para crianças, em horário complementar à escola e de segunda a sexta-feira, a Casa Cultural Lago de Histórias abriu suas portas em abril de 2017. É voltada também para pais, professores e todos que desejam despertar ou aperfeiçoar sua escrita e leitura.

Posts relacionados

Dra. Rosa Neme lança “Endometriose – Tudo o que você precisa saber sobre essa doença misteriosa”

Redação

Fundador da ONG Rio de Paz lança livro no Leblon

Redação

Startup Village | CEO da Flex Interativa lança livro com uso de realidade aumentada

Alyson Fonseca

Escritora Isa Colli cria editora com foco em novos talentos 

Redação

Lançamento do livro “SonetATO” no CCBB

Redação

A arte de compreender

Redação

Deixe um comentário