CineB exibe “Gonzaga – de Pai para Filho” e “Comer o Quê?”, com entrada franca

Cena de Gonzaga - de Pai para Filho
Cena de Gonzaga - de Pai para Filho

No dia 27 de agosto, sábado, às 19h, o filme exibido será “Gonzaga – de Pai para Filho’. Nos dias 29 de agosto e 1º. de setembro será mostrado o filme “Comer o Quê?”. No dia 29, após a filme acontece um debate com a atriz e produtora Graziela Mantoanelli. Já no dia 1º., o debate será com Leonardo Brant, diretor do filme. A entrada para o CineB é sempre franca, mas é preciso retirar antes o ingresso. O projeto realiza sessões de filmes brasileiros, levando a experiência de uma sessão de cinema para comunidades e instituições de ensino das periferias com difícil acesso aos equipamentos culturais. Para proporcionar uma experiência mais próxima possível de uma sala de cinema, o projeto CineB conta com uma ótima estrutura de exibição itinerante, formada por telão, projetor, caixas de som, cadeiras, um painel luminoso, cartazes de divulgação, convites e pesquisas de avaliação do projeto. Também conta com um pipoqueiro exclusivo que serve pipoca gratuita em todas as sessões, com saquinhos padronizados.

O instigante programa CineB, circuito itinerante e gratuito de exibição de filmes brasileiros em espaços comunitários e universidades em diversos bairros de São Paulo e Osasco, estará no dia 27 de agosto, sábado, às 19h no Salão da Paróquia Santos Mártires, no Jardim Ângela, para a exibição do filme “Gonzaga – de Pai para Filho. No dia 29 de agosto, às 19h, estará no Anfiteatro da FIAM FAAM para a exibição do filme “Comer o Quê”, com a presença da atriz Graziela Mantoanelli, para um debate após a exibição. No dia 1º. de setembro, no mesmo horário, também exibe “Comer o Quê?”, no Centro Universitário Anhanguera de São Paulo, com a presença do diretor do filme Leonardo Brant para o debate após o filme.

Booking.com

O CineB realiza sessões de filmes brasileiros, levando a experiência de uma sessão de cinema para comunidades e instituições de ensino das periferias com difícil acesso aos equipamentos culturais. A entrada para o CineB é sempre franca, mas é preciso retirar antes o ingresso.

Desde 2007, foram realizadas cerca de 400 sessões, exibindo em torno de 90 longas-metragens e 60 curtas-metragens. Mais de 200 comunidades e bairros de São Paulo, Osasco e Região, além de 40 associações já participaram do projeto, que foi assistido por cerca de 50 mil pessoas. O CineB é realizado pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região e produzido pela Brazucah Produções.

Para proporcionar uma experiência mais próxima possível de uma sala de cinema, o projeto CineB conta com uma estrutura de exibição itinerante profissional e capaz de chegar a qualquer localidade. A estrutura é formada por telão, projetor, caixas de som, cadeiras, um painel luminoso, cartazes de divulgação, convites e pesquisas de avaliação do projeto. Também conta com um pipoqueiro exclusivo, que serve pipoca gratuita em todas as sessões, com saquinhos padronizados. Tem ainda sorteio de brindes e camisetas do projeto ao final de cada filme.

O CineB percorre comunidades e realiza exibições em igrejas e associações comunitárias de bairros e também sessões especiais ao ar livre. “Em diversas ocasiões recebemos depoimentos emocionados, de pessoas que nunca haviam assistido a um filme em uma tela grande” conta o coordenador do CineB, Cidálio Vieira Santos.

O projeto incentiva e quer difundir ainda mais a cultura local. Por isso, atrações artísticas de cada comunidade são bem-vindas. Antes do início dos filmes, por cerca de 15 minutos se apresentam grupos de dança, música e teatro. “A ideia é aproveitar o espaço e o público para valorizar as iniciativas culturais do próprio bairro. As sessões do CineB já receberam apresentações de ballet, dança de rua, grupo de capoeira e música de viola”, conta Cidálio Vieira Santos, acrescentando que o CineB tem ajudado a democratizar o acesso à produção audiovisual nacional, especialmente nas regiões mais carentes da cidade”.

A programação do CineB além dos filmes brasileiros recentes, tem o privilégio de contar com pré-estreias exclusivas. Ou seja, muitos filmes são exibidos em primeira mão nas comunidades e universidades que participam do projeto, antes de entrar no cinema. Isso porque os diretores e produtores reconhecem a importância do projeto em divulgar e promover o acesso ao cinema brasileiro.

A exibição de curtas metragens no CineB fez tanto sucesso entre as pessoas, que demonstraram interesse em ter uma cópia desses filmes, que daí nasceu o Selo CINEB, uma coletânea anual com os curtas-metragens preferidos do público, vendidos a preço popular, após as sessões do projeto. Cada Selo CINEB custa R$ 5,00 e a renda é revertida para os diretores dos filmes e para as comunidades.

A ideia inovadora teve seu reconhecimento pelo Ministério da Cultura, sendo premiado pela Secretaria da Economia Criativa e é muito apoiada por diretores e produtores.

Veja a seguir as próximas sessões:

Filme*:  Gonzaga – de Pai para Filho (Brasil, 120 min, 2012)

Dia:  27 de agosto, sábado, às 19h

Entrada: franca (com retirada de ingressos)

Público: o filme é aberto a todos, respeitando-se a classificação e a capacidade do local.

Local:  No Salão da Paróquia Santos Mártires

Endereço: rua Luís Baldinato, 9 – Jardim Angela

Ponto de Referência: Metrô Ana Rosa

Retirada de convites: na Secretaria da Igreja. Telefone de contato: 5831-9549.

Informações: producaocineb@brazucah.com.br

Direção: Breno Silveira

Roteiro: Patrícia Andrade

Elenco: Land Vieira (Luiz Gonzaga), Júlio Andrade (Gonzaguinha), Adélio Lima (Luiz Gonzaga), Nanda Costa (Odaléia) e João Miguel (Miguelzinho)

Gênero: Drama/Filme Biográfico

Classificação etária:  12 anos

Sinopse: decidido a mudar seu destino, Gonzaga sai de casa jovem e segue para cidade grande em busca de novos horizontes e para apagar uma tristeza amorosa. Lá, conhece uma bela mulher, Odaléia, por quem se encanta. Após o nascimento do filho e complicações de saúde da esposa, decide voltar para a estrada para garantir os estudos e um futuro melhor para o herdeiro. Para isso, deixa o pequeno aos cuidados de amigos no Rio de Janeiro e sai pelo Brasil afora. Só não imaginava que essa distância entre eles faria crescer uma complicada relação, potencializada pelas personalidades fortes de ambos. Baseada em conversas realizadas entre pai e filho, essa é a história do cantor e sanfoneiro Luiz Gonzaga, também conhecido como O Rei do Baião ou Gonzagão, e de seu filho, popularmente chamado de Gonzaguinha.

Link: https://www.youtube.com/watch?v=-eKxSg-rvsE

Curta-metragem: nesse dia será também exibido o curta “30 Anos do MST”. A história fala sobre o início do MST, a vida e morte da militante Roseli Nunes e a reforma agrária (https://www.youtube.com/watch?v=EGSF_VdKMkU)

Filme*:  Comer o Quê? (Brasil, 55 min, 2015, 2015)

Dia:  29 de agosto, segunda-feira, às 19h

Entrada: franca (com retirada de ingressos)

Público: o filme é aberto a todos, respeitando-se a classificação e a capacidade do local.

Local: Anfiteatro da Fiam Faam

Endereço: Rua Vergueiro, 2009, Vila Mariana

Ponto de Referência: Metro Ana Rosa

Retirada de convites: com Prof. Vicente Darde, coordenador do curso de Jornalismo Reservas: pelo email producaocineb@brazucah.com.br

Informações: producaocineb@brazucah.com.br

Direção: Leonardo Brant

Elenco: Alex Atala, Bela Gil, Helena Rizzo, Marcos Palmeira, Josimar Melo e Neka Menna Barreto, entre muitos outros personagens e especialistas do mundo da alimentação. 

Gênero: documentário

Classificação etária:  livre

Sinopse: cada um tem uma receita para se sentir bem à mesa: a presença de amigos e familiares, a experiência de comer algo novo e a certeza de ingerir um alimento saudável e natural. Há quem queira alimentar corpo e alma. Ou apenas manter o bom funcionamento da máquina humana. “Comer o Quê” apresenta o cotidiano de  personagens ligados ao mundo da alimentação, de chefs consagrados a produtores rurais, passando por especialistas em Nutrição, Economia e gastronomia, que Apresentam à atriz e nutricionista Graziela Mantoanelli as diversas dimensões e possibilidades da boa alimentação. O filme conta com a participação de Alex Atala, Bela Gil, Helena Rizzo, Marcos Palmeira,Josimar Melo, Neka Menna Barreto, entre outros personagens e especialistas do mundo da alimentação. Com direção de Leonardo Brant, “Comer o Quê?” serve ao público um banquete de sabores, imagens, reflexões e emoções, de maneira leve e despretensiosa. Afeto, saúde, cultura, indústria e educação formam equações possíveis entre desfrute e cuidado, consciência e espontaneidade, equilíbrio e bem-estar.    

Link: https://www.youtube.com/watch?v=1T3LGvIfhH0

*Após o filme haverá um debate com a atriz e produtora Graziela Mantoanelli e o coordenador do projeto CineB, Cidálio Vieira Santos.

 

Filme*:  Comer o Quê? (Brasil, 55 min, 2015)

Dia:  1º. de setembro, quinta-feira 19h

Entrada: franca (com retirada de ingressos)

Público: o filme é aberto a todos, respeitando-se a classificação e a capacidade do local.

Local: Centro Universitário Anhanguera de São Paulo

Endereço: Rua Afonso Celso, 235, Vila Mariana

Ponto de Referência: em frente ao Museu Lazar Segal

Retirada de convites: na secretaria, com a professora Silvia.

Reservas: pelo e-mail producaocineb@brazucah.com.br

Informações: producaocineb@brazucah.com.br

Direção: Leonardo Brant

Elenco: Alex Atala, Bela Gil, Helena Rizzo, Marcos Palmeira, Josimar Melo e Neka Menna Barreto, entre muitos outros personagens e especialistas do mundo da alimentação. 

Gênero: documentário

Classificação etária:  livre

Sinopse: cada um tem uma receita para se sentir bem à mesa: a presença de amigos e familiares, a experiência de comer algo novo e a certeza de ingerir um alimento saudável e natural. Há quem queira alimentar corpo e alma. Ou apenas manter o bom funcionamento da máquina humana. “Comer o Quê” apresenta o cotidiano de  personagens ligados ao mundo da alimentação, de chefs consagrados a produtores rurais, passando por especialistas em Nutrição, Economia e gastronomia, que Apresentam à atriz e nutricionista Graziela Mantoanelli as diversas dimensões e possibilidades da boa alimentação. O filme conta com a participação de Alex Atala, Bela Gil, Helena Rizzo, Marcos Palmeira,Josimar Melo, Neka Menna Barreto, entre outros personagens e especialistas do mundo da alimentação. Com direção de Leonardo Brant, “Comer o Quê?” serve ao público um banquete de sabores, imagens, reflexões e emoções, de maneira leve e despretensiosa. Afeto, saúde, cultura, indústria e educação formam equações possíveis entre desfrute e cuidado, consciência e espontaneidade, equilíbrio e bem-estar.    

Link: https://www.youtube.com/watch?v=1T3LGvIfhH0

*Após o filme haverá um debate com o diretor  Leonardo Brant e o coordenador do projeto CineB, Cidálio Vieira Santos.