15.2 C
New York
maio 21, 2019
Notícias

Chove na Barra promove festa no terraço do Barra Shopping

Bloco Chove na Barra - foto: Guilherme Souza
Bloco Chove na Barra - foto: Guilherme Souza

O  Chove na Barra se prepara para encerrar a temporada pré-carnaval com uma festa no Terraço do Barra Shopping no dia 23 de fevereiro. O último evento de 2019 do bloco contará  com a participação do Batucada Radical, um bloco de Portugal que aposta na mistura de MPB, samba e pop; além da já tradicional apresentação da bateria do Chove na Barra sob o comando do mestre Nando Ferreira e do DJ Lucão. E para agitar toda a festa, os DJs da On Top assumem as carrapetas para não deixar ninguém ficar parado!

Serviço:  Último pré-carnaval Chove na Barra
Data: 23 de fevereiro
Horário: 16h

Local: Terraço do Barra Shopping (acesso pelo Centro Médico 2 entrada B do shopping) –  Av. das Américas, 4666 – Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

Intgressos: pelo site https://www.eventbrite.com.br  ou na hora do evento (sujeito a lotação).

Valores:  R$ 20 – antecipado pelo site / R$ 30 na hora – todos ganham um EcoCopo do bloco.

Bloco Chove na Barra
O Bloco Chove na Barra surgiu no meio de 2018 quando os amigos Lucas de Mendonça, Fábio Viegas e Rossano Marques – moradores da Barra da Tijuca – se uniram em busca de um “lindo e louco sonho de Carnaval”. Após buscar oficinas de percussão para participarem na região, perceberam que não existia nenhuma e que todas as que haviam sido extintas por falta de apoio ou de público. Entusiasmados, resolveram então montar uma própria. Executivos de diversos ramos, eles sentiram que precisavam de mais alguém para enfrentar o desafio. Então eles convocaram o Nando Ferreira – músico e amigo de outros carnavais-  para integrar o time,  atuar como Mestre de Bateria  e ajudar o sonho a se tornar real.

A partir daí o quarteto criou uma oficina de percussão semanal que acontece todas as segundas-feiras no posto 7, na Praia da Barra. Esses encontros musicais tem o objetivo não apenas ensinar os alunos a tocar, mas de deixa-los felizes sem uma cobrança extrema para que a execução saia perfeita, pois a perfeição é consequência. “É muito comum que os alunos saiam e digam que os encontros são uma terapia.  E é ai que a gente ganha um ponto, quando a gente vê que o trabalho tá sendo feito” – comenta Nando Ferreira.

O estilo musical aposta na mistura de ritmos brasileiros com o som produzido pelo DJ Lucão, um dos fundadores do bloco. Segundo ele e o Nando Ferreira, a ideia da mistura abriu  um leque de opções amplo para a produção de arranjos musicais. “Por exemplo, a gente pode pegar uma música do Drake e colocar uma batida da Bahia e por trás da ideia da música vem a brincadeira, a diversão, que é a nossa cara” – explica o Mestre de Bateria.

Posts relacionados

III Festival de Cinema de Petrópolis começa dia 28 de novembro

Redação

Cedae nega falta d’água no combate a incêndio no Museu Nacional

Agência Brasil

Rock in Rio 2019: Ingressos esgotados para a noite de P!nk

Redação

Forró da Gávea

Redação

Ministério do Turismo firma parceria com Rally dos Sertões

Redação

Cheiro de coisa boa no dial carioca

Redação

Deixe um comentário