Centro Cultural Justiça Federal recebe o concerto Das Terras Sertanezas – Homenagem a Elomar

Duo formado por André Grabois (voz) e João Brasileiro (violão) interpreta canções do músico baiano Elomar Figueira Mello

A música de Elomar Figueira Mello é reconhecida por revelar a árida beleza da vida no Sertão do Brasil, numa linguagem que funde música popular, de câmara e de concerto. Sua obra é escrita em diversas formas como serestas, cantigas, incelenças, óperas e sinfonias. A porção relativa ao Cancioneiro do baiano ganhou homenagem à altura no recital “Das Terras Sertanezas – Canções de Elomar”, realizado pelo duo formado por André Grabois (voz) e João Brasileiro (violão). Os músicos apresentam o projeto no dia 24 de abril, às 19 horas, no Centro Cultural Justiça Federal, no Centro do Rio.

Dono de uma música nordestina, modal, literária, mística e espiritual, em narrativas épicas, políticas e apocalípticas ou em crônicas poéticas da vida no Sertão Profundo, Elomar segue inventando o Brasil. Seu cancioneiro é um prato cheio para este duo de intérpretes, que prepara um disco em homenagem aos seus 80 anos recém-completos.

André e João criaram o duo em 2014, ainda no curso de Música do Instituto Villa-Lobos, da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO. “Estávamos em busca de um repertório que nos assombrasse e nos apaixonasse. Já comentávamos sobre Elomar, sobre o quanto gostávamos de sua obra, quando descobrimos que o seu cancioneiro havia sido publicado recentemente. Isto nos permitiu fazermos nosso trabalho de intérpretes em diálogo estreito com a essência de sua escrita”, conta André.

O projeto já foi apresentado em importantes casas da cidade do Rio de Janeiro, como o Bar Semente, o Centro de Referência da Música e o Parque das Ruínas. Em agosto de 2016, o duo se apresentou, a convite do próprio compositor, na Fundação Casa dos Carneiros, em Vitória da Conquista, na Bahia, local de inúmeros e ilustres encontros da Música Brasileira, e com ele teve a honra de dividir o palco.

No mesmo período, João Brasileiro foi convidado para participar como solista do mais recente disco de Elomar, O Menestrel e o SertãoMundo, gravado ao vivo no Teatro da UFF e na Sala Cecília Meireles, com a Orquestra Sinfônica Nacional, sob regência do maestro Tobias Volkmann, lançado em abril de 2017.

Os músicos
André Grabois canta música brasileira. Em 2016 lançou, ao lado de Leandro Cunha e Lucas Fixel, o álbum Rebentação, de canções da parceria de Dori Caymmi e Paulo César Pinheiro. Vem apresentando, em duo com o violonista João Brasileiro, o cancioneiro de Elomar, com quem dividiu o palco na mítica Casa dos Carneiros, em Vitória da Conquista – Bahia, em agosto de 2016. O duo prepara o lançamento de um álbum com esse repertório. André é também educador musical formado pela UNIRIO e preparador vocal. Cantou nas últimas duas entregas da Medalha Chico Mendes, organizada pelo Grupo Tortura Nunca Mais/RJ.

João Brasileiro é violonista. Estudante do curso de bacharelado em violão pela UNIRIO,onde teve aulas com renomados violonistas como Nicolas de Souza Barros e Maria Haro. Em 2012, obteve a terceira colocação no concurso de violões da AV-Rio. Em 2016 foi convidado para participar do concerto e álbum ao vivo “O menestrel e o Sertãomundo”,  de Elomar Figueira Melo, juntamente com a Orquestra Sinfônica Nacional.Também participa do projeto Taranta,com quem gravou o álbum homônimo lançado 2017.

SERVIÇO

Das Terras Sertanezas – Homenagem a Elomar
O duo formado por André Grabois (voz) e João Brasileiro (violão) interpreta canções do músico baiano Elomar Figueira Mello, cuja obra musical é reconhecida por revelar a árida beleza da vida no Sertão do Brasil. Pela fusão da música popular e músicas de concerto, Elomar criou serestas, cantigas, incelenças, óperas e sinfonias. Assim, a homenagem ao artista terá referência nordestina, literária e mística.

Dia 24 de abril, terça-feira
Horário: 19 horas
Duração: 90 minutos
Classificação Livre
Ingressos: R$30 inteira / R$ 15 meia-entrada
Endereço: Centro Cultural Justiça Federal – Av. Rio Branco, 241 – Centro

Telefone: (55 21) 3261-2565

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.