A Central do Brasil entra no circuito do Rolé Carioca 2017

A Central do Brasil, região que abriga prédios centenários e de onde chegam e saem os trens do subúrbio e de alguns municípios da região metropolitana, é o cenário perfeito para desbravar histórias do Rio Antigo. O segundo Rolé Carioca de 2017 vai jogar luz sobre as curiosidades históricas da região. Os professores Rodrigo Rainha e William Martins, da Estácio, são os guias-performances do passeio. Após o sucesso do passeio de estreia do ano na Glória, o Rolé pela Central do Brasil, no dia 25 de junho, promete ser ainda mais interessante, com o ponto de partida no pátio externo da estação de trem da Central, às 9h.

“Um país inteiro foi inventado naqueles seis quarteirões. Eu explico: quando colônia quis  facilitar seu comércio, abriu a Rua Larga, quando o império quis ser moderno dali fez o  trem, quando a República queria ser poderosa, os Generais inventaram Caxias, quando  Vargas queria acelerar o país refez o prédio da Central e abriu o Centro em uma via com  seu nome. Quando o Brasil abandonou o Rio, a Central tornou-se o ícone da cidade abandonada”, explica o professor Rodrigo Rainha destacando a importância da região.

E é nesse ritmo de descobertas que o passeio se desenvolverá, passando por locais de grande importância como: Central do Brasil, Palácio Duque de Caxias, Palácio do Itamaraty, Centro Cultural Light, Colégio Pedro II, Igreja Matriz de Santa Rita, Banco Central do Brasil, Igreja Nossa Senhora da Candelária e Centro Cultural Banco do Brasil. O público irá descobrir, por exemplo, como a expansão do centro é marca de uma cidade em modificação no século XVIII, e daí a importância da abertura de nossa primeira grande avenida do centro, batizada então de Rua Larga em 1763. Seu objetivo era interligar o Cais do Valongo e o Campo de Santana. Ali passam a circular além dos escravos, o sal, frutas, e os comerciantes erguem suas casas nos novos espaços.

Roteiro do primeiro passeio – Central do Brasil
Central do Brasil
Palácio Duque de Caxias
Palácio do Itamaraty
Centro Cultural da Light
Colágio Pedro II
Igreja Matriz de Santa Rita
Banco Central do Brasil
Igreja Nossa Senhora da Candelária
Centro Cultural Banco do Brasil

HISTÓRICO DO PROJETO
Realizado desde 2013, o Rolé Carioca atingiu a marca de 100 km percorridos em mais de 30 passeios gratuitos, promovendo as histórias da cidade para um público estimado em 15 mil participantes. No ano de estreia, passou pelos seguintes bairros: Urca, Cinelândia/Lapa, Madureira, Praça Tiradentes/Largo da Carioca, Rio Comprido, Gamboa e Vila Isabel. Em 2014, os passeios foram realizados em Botafogo, Méier, Praça XV/Castelo, Região Portuária, São Cristóvão e Tijuca. Em 2015, quando o evento fez parte das comemorações oficiais do 450º aniversário do Rio de Janeiro, o Rolé visitou o quadrilátero de fundação da cidade formado pelos morros do Castelo, de Santo Antônio, de São Bento e da Conceição; Niterói, Catete, Santa Cruz, Catumbi, Paquetá, Penha e Saara. O Rio de Janeiro sediou os Jogos Olímpicos em 2016 e o Rolé Carioca incluiu em seu roteiro o novíssimo Circuito Porto, além dos bairros Maracanã, Engenho de Dentro, Copacabana, Del Castilho e Laranjeiras.

2016 também foi o ano de expansão do roteiro. Assim, o Rolé ganhou uma versão nacional com passeios em cinco capitais brasileiras. O Rolé Brasil levou centenas de pessoas a dois roteiros distintos em cada uma das cinco capitais visitadas. Em duas ocasiões Fortaleza, Salvador, Curitiba, São Paulo e Florianópolis receberam o Rolé Brasil. Neste ano o projeto ganhou também uma exposição, realizada no Museu do Amanhã.

Em 2017, pelo quinto ano, os patrocinadores do Rolé são a Prefeitura da Cidade do Rio, a Secretaria Municipal de Cultura e a Universidade Estácio, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, destacando seu curso de história. Como co-patrocinador e abrindo espaço para mais amores cariocas, está o site de relacionamento Par Perfeito. A empresa Pro-Nephron inaugura sua parceria com o projeto como apoiadora.

Serviço:

Rolé Carioca – Central do Brasil
Data: 25 de junho
Horário: 9h
Local de encontro: Central do Brasil, pátio interno da estação, em frente ao Metrô
Duração do passeio: cerca de 2h
Indicação etária: livre

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.