Casa Guilherme de Almeida realiza lançamento de livro inspirado em Abril Despedaçado de Walter Salles

Em Discurso, Cinema e Educação: Metáforas Visuais em Abril Despedaçado, Ana Cristina Abrantes explora as metáforas visuais do filme do importante cineasta brasileiro

A Casa Guilherme de Almeida realiza dia 21 de outubro, sábado, às 15h00, o lançamento do livro Discurso, Cinema e Educação: Metáforas Visuais em Abril Despedaçado, de Ana Cristina Abrantes. A obra faz uma leitura das metáforas visuais do filme Abril despedaçado, do cineasta Walter Salles, buscando dialogar com estudiosos, professores e cinéfilos. A Casa Guilherme de Almeida integra a Rede de Museus-Casa Literários da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciados pela Poiesis.

A obra analisa, a partir de imagens recortadas do cinema nacional e internacional com as quais o leitor se identifica de imediato, as metáforas visuais presentes no cinema. O texto é fluido e redigido com o intuito de aproximar o leitor dos temas abordados.Abril Despedaçado, em que pese ter sido escrito por Ismail Kadaré, nascido na distante Albânia, traz um retrato vivo e atual do sertão brasileiro, pintado em cores poéticas por Walter Salles. É uma obra-prima singular que nos mostra o quanto são complicadas as relações e afetos que desenvolvemos nas durezas da vida. De um pequeno universo, a princípio comum, como qualquer briga de família, a autora nos lança num mergulho profundo que vai além de tela e personagens, e nos brinda com uma leitura tão importante quanto o próprio filme”, diz o jornalista e cineasta Emilio Gallo no posfácio da obra.

Booking.com

Dirigido por Walter Salles, Abril Despedaçado (2001) conta a história de Tonho, que vive com sua família no sertão brasileiro de 1910. Seu pai tenta convencê-lo a vingar a morte do irmão mais velho, assassinado por uma família rival, mas sabe que caso se vingue será perseguido e terá pouco tempo de vida. Angustiado pela perspectiva da morte, Tonho passa a questionar a lógica da violência e da tradição.

Ana Cristina Abrantes é escritora e poeta com sete títulos já publicados. Formada em Letras e mestra em Linguística pela UFRJ, desenvolveu a visão sensível da análise metafórica dos discursos visuais das imagens no cinema e acredita que a educação pode se beneficiar da sétima arte para transmitir conhecimento e informação.

SERVIÇO: Lançamento do livro “Discurso, cinema e educação: metáforas visuais em abril despedaçado”
21/10, sábado, às 15h00
Atividade gratuita sem necessidade de inscrição prévia.

Casa Guilherme de Almeida
Anexo: Rua Cardoso de Almeida, 1943
Museu: Rua Macapá, 187 – Perdizes – São Paulo
Telefone: (11) 3673-1883 / 3672-1391
De terça a domingo, das 10h às 18h.
Site: www.casaguilhermedealmeida.org.br

Booking.com