20.5 C
New York
junho 26, 2019
Música

Cantor e compositor Rogério Essin lança single inédito

“Contigo o mundo não tem ilusões” tem produção de Fernando Caneca e participações de Arthur Maia, Federico Puppi, Marcelo Costa e Rodrigo Tavares

O cantor e compositor Rogério Essin está lançando o single inédito “Contigo o mundo não tem ilusões” nas plataformas digitais, via Biscoito Fino.  Considerada por seu autor como “uma canção de amor nos tempos da cólera”, a gravação foi produzida pelo músico Fernando Caneca (que também toca violões) e conta com as participações de Federico Puppi (cello), Marcelo Costa (bateria) e Rodrigo Tavares (teclados), além da presença ilustre do baixistaArthur Maia em uma de suas últimas gravações, poucos meses antes de sua morte precoce. O single foi gravado, mixado e masterizado por Lucas Ariel, no Estúdio Biscoito Fino.

Vindo de uma família de artistas, Rogério Essin nasceu no Rio de Janeiro, filho do lendário cantor e compositor Antônio Ceará, um dos introdutores das casas de forró no cenário carioca dos anos 1960. Da influência natural dos artistas nordestinos, como Trio Nordestino, Luiz Gonzaga e Dominguinhos, que ouvia desde a infância, o artista recebeu influências de outras  gerações da MPB, que vieram com Gil, Caetano, Chico Buarque, Djavan, os compositores do Clube da Esquina, além do pop/rock de Sting, Chico Science, Chico César, Zeca Baleiro e Lenine.

Ouça o single:

https://orcd.co/contigoomundonaotemilusoes  

Em sua trajetória artística de cerca de 10 anos, Rogério busca apurar  cada vez mais as estéticas musical e poética em suas composições. Com formação na área das ciências humanas, Essin transpôs sua habilidade para a pesquisa científica para o universo musical, passando a mesclar vários ritmos em suas composições, como samba, xote, reggae, forró e pop, num estilo às vezes romântico, às vezes permeado pelo bom-humor e pela crítica social ácida.

O encontro com o renomado produtor musical Paulo Calasans em 2003 (que trabalha com Djavan), atestou a qualidade da obra do artista então emergente, reforçando suas possibilidades de desenvolvimento musical. Anos depois, do encontro com o músico e produtor Fernando Caneca e o saudoso baixista Arthur Maia, surgiu com o CD independente “O Olho de Deus não joga dados”, lançado em 2010 (selo Multifoco), com 11 canções autorais e uma canção de Antônio Ceará e Elias Soares. O trabalho contou com a participação de Rodrigo Vidal, produtor dos primeiros CDs de Maria Gadú, Osvaldo Vidal e dos músicos  Cesinha, Donatinho, Lui Coimbra e Cláudio Infante. O cantor  e compositor Rogério Essin teve composições gravadas pelo Trio Nordestino, Trio Pé de Serra, Pimenta do Reino, e Pedro Sol, neto do compositor Billy Blanco.

Posts relacionados

Rádio Cultura FM lança programa Brasil Toca Choro

Redação

Compositor Bernardo Valença lança carreira musical com single “Dó”

Redação

‘Somos todos Fênix’:  Leny Bello Quinteto

Redação

Espetáculo em tributo aos Bee Gees volta ao Brasil em 2019

Redação

Frida Kahlo em três únicas apresentações no Clara Nunes

Redação

Raça Negra no KM de Vantagens Hall RJ com o show “Raça Negra e Amigos II”

Redação

Deixe um comentário