Caixa Cultural São Paulo recebe Projeto Vozzes

Ordinarius (foto: Divulgação)
Ordinarius (foto: Divulgação)

Apresentações dos grupos Cobra Coral, BeBossa e Ordinarius farão parte da Virada Cultural 2017

Os shows e as oficinas são gratuitos e as vagas limitadas 

Booking.com

Entre os dias 19 e 21 de maio, a cidade de São Paulo recebe pela primeira vez o Projeto Vozzes– um importante instrumento da história e legado do canto popular. Serão três espetáculos com grupos vocais emergentes do Brasil. Os shows estão marcados para sexta, sábado e domingo, e integram a programação da aguardada Virada Cultural 2017.

Além das apresentações musicais, o projeto oferecerá ao público em geral, com foco em estudantes de música, três oficinas gratuitas de canto coral ministradas por músicos dos grupos participantes. Realizada em período alternativo ao das apresentações, cada uma delas terá 40 vagas e as inscrições podem ser feitas pelo e-mail vozzessp.gmail.com.

Com base em pesquisas cuidadosamente pensadas e escolhidas, os grupos de diferentes formações e linhas de trabalho foram escolhidos de acordo com características estéticas, procurando manter uma sintonia com o conceito do Vozzes, sem deixar de lado a singularidade e originalidade de cada um.

Quem abre os espetáculos será o Grupo Cobra Coralno dia 19, sexta-feira. O grupo, formado pelos artistas mineiros Flávio Henrique, Kadu Vianna, Mariana Nunes e Pedro Morais, aposta no formato acústico de quatro vozes, dois violões e piano para apresentar ao público. O quarteto já ganhou prêmios e já se apresentou ao lado de grandes nomes da música brasileira, como Milton Nascimento, Ed Motta, Boca Livre, Renato Braz, Toninho Horta, Cláudio Nucci, Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, Túlio Mourão e Wagner Tiso.

“A iniciativa de fazer um projeto só com grupos vocais é algo novo, que deve ser valorizado. Recebemos muitos pedidos de show em São Paulo e é sempre um prazer voltar à essa cidade que tanto gostamos. Trazer nosso repertório autoral mesclado com algumas releituras, aproxima ainda mais a plateia que já conhece e canta muitas das nossas canções dos dois discos já lançados (“Cobra Coral” de 2012 e “Pra cada um ser o que é” de 2015). Estamos curtindo também a ideia de dividir com as pessoas que se interessarem, a maneira com que fazemos os nossos arranjos vocais, na oficina que antecede nosso show”, destacam os músicos do Cobra Coral.

No sábado, dia 20, é a vez do BeBossa. O sexteto vocal carioca traz uma sonoridade sofisticada e contemporânea, com influências que vêm tanto da Música Brasileira, como do Jazz e do Blues, e de grupos como Boca Livre, Os Cariocas, MPB4, Quarteto Em Cy, Manhatan Transfer, Take6. Com um trabalho que vem sendo desenvolvido há mais de dez anos, o grupo já rodou por algumas cidades brasileiras e dividiu o palco com artistas consagrados da MPB, além de já ter se apresentado fora do Brasil. A formação atual conta com Livia Nestrovski, Fernanda Gabriela, Corina Viana, Cauê Nardi, Matias Corrêa e Zeca Rodrigues (direção musical).

“O BeBossa sente-se honrado em participar desse projeto que acende uma luz para a música vocal na cena musical e possibilita que levemos nosso trabalho para mais pessoas. Ficamos extremamente gratos pelo convite de fazer parte disso”, comenta Zeca Rodrigues.

Para fechar os Projeto Vozzes, no domingo, dia 21, o sexteto vocal Ordinarius , também do Rio de Janeiro, apresenta ao público um repertório variado e a voz como instrumento principal. Os arranjos inéditos e exclusivos são do diretor musical Augusto Ordine. As músicas em alguns momentos são executadas a cappella e em outros momentos enriquecidas com violão, cavaquinho e percussões variadas. O espetáculo abrange o cancioneiro popular nacional e internacional, desde o pop americano de Stevie Wonder, o rock dos Beatles, até a bossa nova de Johnny Alf, o choro de Ernesto Nazareth e o samba de Gilberto Gil.

“Para o Ordinarius é uma oportunidade maravilhosa participar do Vozzes, projeto que valoriza a prática dos grupos vocais, tão presentes na história da nossa Música Popular e tão pouco reverenciados nos dias de hoje. Mais legal ainda é ser justamente na cidade de São Paulo, onde temos um público cativo que nos acolhe com muito carinho. Esperamos que o projeto tenha muitas edições e que estimule o trabalho de grupos vocais por todo o Brasil!”, diz Augusto Ordine. 

Oficinas

Cobra Coral Com objetivo de apresentar a vivência, os processos inerentes ao trabalho de montagem e a execução de um repertório a quatro vozes, o grupo Cobra Coral realiza sua oficia “Arranjo Vocal” no dia 19 de maio, às 17h30, no grande salão da Caixa Cultural. O bate papo com Flávio Henrique, Kadu Vianna, Mariana Nunes e Pedro Morais é direcionado para o público em geral.

BeBossa Destinada a cantores iniciantes e mais experientes, a oficina preparada pelo grupo BeBossa levará ao público no sábado (20), às 10h30 (auditório – 6º andar da Caixa Cultural), elementos básicos do canto coral, capacitando-os à execução de um arranjo relativamente complexo. Com duração de duas horas, a oficina consiste em um rápido alongamento/relaxamento corporal com aquecimento vocal, seguido de alguns exercícios lúdicos de improvisação, tudo isso como processo preparatório para a leitura e execução de um dos arranjos do grupo.

Ordinarius Para fechar com chave de ouro as oficinas na Caixa Cultural, o sexteto traz no domingo um workshop com proposta de uma vivência musical, onde será trabalhado o canto em grupo tendo como base o projeto Ordinarius. Os cariocas, que contam com dois CDs dedicados à Música Popular Brasileira, propõem exercícios corporais e rítmicos que trabalham o suingue brasileiro e vocalizes e cânones que exercitam afinação, ouvido harmônico e timbragem dos cantores. Além disso, os alunos terão a oportunidade de aprender um arranjo exclusivo do grupo e de conhecer “por dentro” outros que serão mostrados ao vivo, com explicações do arranjador. A oficina está marcada para as 10h30 e acontecerá na sala de oficinas da Caixa Cultural.

SERVIÇO

ShowProjeto Vozzes
LocalCAIXA Cultural São Paulo (Praça da Sé, 111 – Centro) – próximo da estação Sé do Metrô
Datas:  sexta 19/05 – Cobra Coral (MG) / sábado 20/05 – Be Bossa (RJ) / domingo – 21/05 – Ordinarius (RJ)
Hora: 19h15
Informações: (11) 3321-4400
Classificação indicativa: livre
Capacidade: 80 lugares
Duração: 1h30
Entrada franca (ingressos distribuídos a partir do das 9h do dia de cada espetáculo, limitado a um par por pessoa).
Acesso para pessoas com deficiência 

Programação ParalelaOficinas
Cobra Coral (MG)      sexta –      19/05 –  às 17h30
BeBossa (RJ)             sábado –   20/05 – às 10h30
Ordinarius (RJ)          domingo – 21/05 –  às 10h30
Capacidade: 40 vagas por turma/dia
Inscrições: pelo e-mail vozzessp.gmail.com 

SET LIST COBRA CORAL

1)    Manha (Flávio Henrique, Kadu Vianna, Mariana Nunes e Pedro Morais)
2)    Falso milagre do amor (Ed Motta e Ronaldo Bastos)
3)    Só de você (Rita Lee e Roberto de Carvalho)
4)    Ávida (Flávio Henrique, Márcio Borges e Murilo Antunes)
5)    Cigana (Flávio Henrique e Brisa Marques)
6)    Deixa estar (Flávio Henrique, Kadu Vianna e Pedro Morais)
7)    Clube da esquina I (Milton Nascimento, Lô Borges e Márcio Borges)
8)    Quadros modernos (Flávio Henrique, Murilo Antunes e Toninho Horta)
9)    Sob o sol (Pedro Morais e Flávio Henrique)
10) Nada será como antes (Milton Nascimento e Ronaldo Bastos)
11) Canção da minha vida (Pedro Morais e Magno Mello)
12) Contos da lua vaga (Beto Guedes e Márcio Borges)
13) Cobra coral (Caetano Veloso e Waly Salomão)
14) E o que for, já é (Pedro Morais, Kadu Vianna e Magno Mello)
15) Capulito de aleli (Rafael Hernandez)
16) Casa aberta (Flávio Henrique e Chico Amaral)
17) Encontros e despedidas (Milton Nascimento e Fernando Brant) 

Set List BeBossa
1) A RÃ (3’30”) Caetano Veloso e João Donato
2) ZANZIBAR (2’48”) Edu Lobo
3) MADUREIRA ( Zeca Baleiro)
4) ALEGRE MENINA (Dorival Caymmi e Jorge Amado)
5) PATO PRETO (Tom Jobim)
6) PRO ZECA (Vitor Assis Brasil)
7) SILÊNCIO (Túlio Piva)
8) REFAZENDA (Gilberto Gil)
9) SAMBA DE VERÃO (Marcos e Paulo Sergio Valle)
10) GAROTA DE IPANEMA (Tom Jobim e Vinícius de Moraes)
11) MEDLEY DORIVAL CAYMMI
12) CAPIM (Djavan)
13) SÓ TINHA DE SER COM VOCÊ (Tom Jobim)
14) PRA QUE DISCUTIR COM MADAME (João Gilberto)
15) PIPOCA (Hermeto Pascoal) 

SET LIST ORDINARIUS
1)    André de sapato novo (André Vitor Correia)
2)    Baião de quatro toques (José Miguel Wisnik – Luiz Tatit)
3)    Tipo Zero (Noel Rosa)
4)    Linda Flor (Henrique Vogeler – Luiz Peixoto – Marques Porto – Cândido Costa)
5)    Mr. Sandman (Pat Ballard)
6)    Disseram que eu voltei americanizada (Luiz Peixoto – Vicente Paiva)
7)    Ladeira da Preguiça (Gilberto Gil)
8)    Água de beber (Tom Jobim – Vinícius de Moraes)
9)    Na baixa do Sapateiro (Ary Barroso)
10) Tico tico no fubá (Zequinha de Abreu) 11 – Vide Gal (Carlinhos Brown)
11) Arrastão (Edu Lobo – Vinícius de Moraes)
12) Batucada da Vida (Ary Barroso – Luiz Peixoto)
13) Adeus Batucada (Synval Silva)
14) O samba e o tango (Amado Régis)
15) O que é que a baiana tem (Dorival Caymmi)

Booking.com