Caixa Cultural Rio inaugura duas exposições coletivas no início de agosto

In Memoriam e Retroperformance terão abertura simultânea no dia 5 (sábado), às 15h. A entrada é franca

Retroperformance - Renato Cohen. Magritte, o espelho vivo. Foto Vina Essinger
Retroperformance - Renato Cohen. Magritte, o espelho vivo. Foto Vina Essinger

A CAIXA Cultural Rio de Janeiro recebe, no dia 5 de agosto (sábado), às 15h, as aberturas de duas exposições coletivas: Retroperformance, que apresenta registros do cenário da performance da década de 1980 no eixo Rio–São Paulo; e In Memoriam, que explora as possibilidades da prática do desenho. Os eventos são livres para todos os públicos e têm entrada franca. Ambas as exposições têm patrocínio da CAIXA Econômica Federal e do Governo Federal.

Na ocasião, a mostra Retroperformance recebe um debate com os curadores Grasiele Sousa, Lucio Agra, Joanna Barros e Samira Br, do grupo Brasil Performance, seguido de uma série de performances executadas ao vivo pelos artistas Guto Lacaz, Otávio Donsaci, Ricardo Basbaum, Alexandre Dacosta, Mauricio Ruiz e Alex Hamburger. A mostra realiza temporada no espaço até 8 de outubro de 2017, apresentando vídeos, fotografias, filipetas, jornais, cartazes, cadernos, croquis e storyboards produzidos na década de 1980 por alguns dos nomes mais representativos da performance do eixo Rio-São Paulo.

Durante a visita, o público terá acesso a materiais de arquivo raros ou mesmo inéditos de nomes como Lenora de Barros, Aimberê Cesar, Renato Cohen, Otávio Donasci, Guto Lacaz; das duplas Alex Hamburger e Márcia X, Lucila Meirelles e José Roberto Aguilar, Dupla Especializada (Ricardo Basbaum e Alexandre Dacosta) e do coletivo 3NÓS3 (Mário Ramiro, Rafael França e Hudnilson Jr).

A programação inclui, no dia 23 de setembro (sábado), às 14h, a oficina Retroperformance, voltada para artistas e interessados na linguagem da performance. A atividade, ministrada pela curadora Grasiele Sousa, é gratuita, e as inscrições devem ser realizadas pelo e-mail oficina@espacoliquido.com.br.

Já a exposição In Memoriam reúne trabalhos de 21 artistas desde os anos 1960 até hoje, de modo a propor uma reflexão sobre como uma categoria histórica como o desenho é apropriada, redefinida e ressignificada pela produção contemporânea. Organizada pela curadora Fernanda Lopes, a mostra conta com desenhos, objetos, vídeos, instalações, performances, fotografias e intervenções, totalizando 37 obras, e permanece em cartaz até 1o de outubro de 2017.

Dividida em módulos, In Memoriam apresenta algumas reflexões sobre o ato de desenhar e os elementos que compõem um desenho. Alguns tratam da linha em sua forma mais simples. Outros lidam diretamente com a prática do desenho de observação. Há ainda os que se interessam pelo suporte clássico do desenho: a folha de papel. Marcam presenças nomes como Ivens Machado, Paulo Bruscky, Carlos Fajardo, Milton Machado, André Terayama, Cinthia Marcelle, Marcio Diegues, Ricardo Basbaum e muitos outros.

A exposição lança seu catálogo no dia 29 de agosto (terça-feira), às 19h, com uma conversa aberta ao público com a curadora Fernanda Lopes e artistas participantes. O evento tem entrada franca, com distribuição de senhas uma hora antes do início.

Serviço:

In Memoriam
Entrada Franca
Local: Caixa Cultural Rio de Janeiro – Galeria 2
Abertura: 5 de agosto (sábado), às 15 horas
Visitação: de 6 de agosto a 1 de outubro de 2017
Classificação indicativa: Livre

Retroperformance
Entrada Franca
Local: CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Galeria 3
Abertura: 5 de agosto (sábado), às 15h
Visitação: 6 de agosto a 8 de outubro de 2017
Classificação indicativa: Livre
Imagens e material adicional: http://adelantesp.tumblr.com/tagged/retroperformance 

CAIXA Cultural Rio de Janeiro
Endereço: 
Av. Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô e VLT: Estação Carioca)
Telefone: (21) 3980-3815
Horários: terça-feira a domingo, das 10h às 21h
Acesso para pessoas com deficiência
Patrocínio: Caixa Econômica Federal e Governo Federal