Bianco Su bianco faz apresentações no projeto Gamboavista e depois ocupa o Teatro Carlos Gomes

Trezentas e sessenta lâmpadas emolduram o cenário e emprestam atmosfera de sonho ao espetáculo Bianco Su Bianco, da Companhia suíça-italiana Finzi Pasca, que faz duas apresentações, dias 14 e 15 no projeto Gamboavista, e depois, a partir de 19 de janeiro, às 20h, ocupa o o Teatro Carlos Gomes, no Centro (RJ) em curta temporada. Serão 8 apresentações entre 19 e 29 de janeiro. Bianco Su Bianco foi criado especialmente para a dupla de atores e clowns Helena Bittencourt, brasileira, e Goos Meeuwsen, holandês, pelo diretor Daniele Finzi Pasca, um dos diretores contemporâneos mais importantes da atualidade. Nesta temporada, o espetáculo comemora a marca de 100 apresentações, mais precisamente no dia 29 de janeiro. Até agora, Bianco Su Bianco realizou 90 apresentações para 25 mil pessoas em 10 países diferentes e 31 cidades.

Cenas repletas de beleza, poesia e momentos oníricos são reveladas através da movimentação ágil e das histórias. Os dois atores cantam, dançam e se emocionam ao contar, através das personagens de uma atriz e um técnico, a inquietante vida de Ruggero, menino que superou uma infância difícil e encontrou o amor. Bianco Su Bianco é um espetáculo intimista e mágico onde as ilusões e artifícios são sempre revelados numa narrativa que se equilibra entre o absurdo doce e o nostálgico, entre o fazer rir e o comover, onde os clowns não encarnam a estupidez, mas a fragilidade dos heróis perdedores.

Trajetória

Bianco Su Bianco  foi apresentado em vários continentes e países como Itália, França, Romênia, Rússia, Suíça, Canadá, Equador, Chile e Uruguai. Conhecido mundialmente por suas criações grandiosas para o Cirque du Soleil, e com trabalhos caracterizados pelo simbolismo e pela linguagem clownesca , o diretor Daniele Finzi Pasca assina em Bianco Su Bianco uma montagem inspirada na ideia da esperança e busca pela paz, para o autor “uma palavra a ser resgatada”

Casados na vida real, Helena Bittencourt e Goos Meeuwsen conheceram-se em Taiwan durante um trabalho para o Cirque Du Soleil. Hoje, ambos cruzam o mundo com a Companhia Finzi Pasca mas também formam um duo de atores- clowns, escrevendo e dirigindo seus próprios espetáculos. Suas criações conciliam o canto, eles tocam instrumentos, além de construírem narrativas que englobam o teatro físico, a acrobacia e o texto, sempre transitando entre o trágico e o cômico. São 21 anos de carreira, tempo em que vêm atuando também em companhias como Cirque Bouffon, Cirque du Soleil, colaborando com artistas de diferentes áreas e companhias no Brasil, Holanda, Alemanha, Suíça e Canadá.

Ficha Técnica:

Autor, diretor, co-criador do desenho de luz, das coreografias e da Floresta de Vagalumes Daniele Finzi Pasca | Intérpretes Helena Bittencourt e Goos Meeuwsen | Diretora de criação e produção Julie Hamelin Finzi | Compositora, concepção sonora e co-criadora das coreografiasMaria Bonzanigo | Cenógrafo, aderecista e co-criador da Floresta de Vagalumes Hugo Gargiulo | Diretor de produção Antonio Vergamini | Figurinista Giovanna Buzzi |  Assistente de direção Geneviève Dupéré | Maquiadora e coordenadora do projeto Chiqui Barbé | Diretor técnico de turnê Marzio Picchetti | Realização e agenciamento no Brasil: Performas | Co-produção e Produção Executiva: Luana Lessa, Helena Bittencourt, Goos Meeuwsen.

Site da companhia:www.finzipasca.com

Serviço:

Bianco Su Bianco – Companhia Finzi Pasca. Direção: Daniele Finzi Pasca. Intérpretes: Helena Bittencourt e Goos Meeuwsen.

Gamboavista – Galpão Gamboa – Dias 14 e 15 de janeiro

  1. da Gamboa, 279 – Gambôa, Rio de Janeiro – RJ, 20220-290

Data: 14 e 15 de janeiro
Horário do Evento: 21h (sábado), 20h (domingo) 

Local: Teatro – Galpão Gamboa

Ingressos: R$ 20,00 inteira / R$ 10,00 meia / R$ 5,00 moradores da região

Capacidade do teatro: 86 lugares 

Teatro Carlos Gomes – Praça Tiradentes, s/n – Centro – RJ. Telefone: 21 2224-3602 Lotação: 685 lugares.

Temporada: 19 à 29/01 (quinta à domingo) – Quinta e sexta às 20h/Sábado e Domingo às 19h.

Ingressos: R$40 (inteira) :: R$20 (meia)

Bilheteria: Quarta à Domingo das 14h às 22h

Classificação etária: 10 anos | Duração: 90 minutos

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.