Baseado na obra “Partimpim”, de Adriana Calcanhotto, musical infantojuvenil “Lá Dentro Tem Coisa” estreia no Teatro dos Quatro

Com texto de Adriana Falcão, Rafael Gomes e Vinicius Calderoni, espetáculo tem direção de Renato Linhares e direção musical de Felipe Habib

O elenco de atores-cantores é formado por Estrela Blanco, Julia Gorman, Leo Bahia, Leonardo Senna, Luellem de Castro e Simone Mazzer

De um lado, o medo do desconhecido. Do outro, a coragem de buscar o novo. Eis o dilema que a menina Isabel enfrenta no dia do seu aniversário de 9 anos, quando ela sai de casa sozinha pela primeira vez. Esse é ponto de partida do musical infantojuvenil “Lá Dentro Tem Coisa”, baseado na obra “Partimpim” –coleção de canções para crianças lançada pela cantora e compositora Adriana Calcanhotto, em 2004, vencedora do Grammy Latino de “Melhor CD Infantil”. Com texto de Adriana Falcão, Rafael Gomes e Vinicius Calderoni, e direção de Renato Linhares e direção de arte do artista plástico Vik Muniz, o espetáculo estreia em 2 de setembro, no Teatro dos Quatro, no Shopping da Gávea. A peça fica em cartaz aos sábados e domingos, às 17h, até 29 de outubro.

A história de “La Dentro Tem Coisa” se passa no dia do aniversário de 9 anos de Isabel – na abordagem lúdica da montagem, uma personagem dupla, Isa e Bel, meninas reflexos uma da outra, interpretadas respectivamente por Estrela Blanco e Luellem de Castro. Ao ganhar de presente dos pais a permissão para sair sozinha pela primeira vez, ela escolhe ir até a livraria, não muito longe de casa. No caminho, vai enfrentar o medo e conhecer a coragem e descobrir sensações e sentimentos diversos, bons e ruins, como raiva, mágoa, ansiedade, tristeza, expectativa, insegurança, incerteza, amor, desejo, gratidão.  

Idealizado pelo ator e empreendedor cultural Felipe Lima, “Lá Dentro Tem Coisa” surgiu da vontade de criar uma peça inspirada no universo de “Partimpim”. A primeira troca de ideias ocorreu após uma apresentação de “Mas Por Quê??! – A História de Elvis”, espetáculo infantojuvenil também produzido por Felipe, que Adriana Calcanhotto havia ido assistir. “Adoro o trabalho dela. Conversamos ali mesmo, depois da peça, e falei que queria fazer um trabalho em que o ponto de partida fosse o ‘Partimpim’. Comentei sobre a minha vontade de ter a Adriana Falcão como autora, e assim começamos”, diz Felipe, que trouxe para o projeto os dramaturgos Rafael Gomes e Vinicius Calderoni, os mesmos de “Mas Por Quê??! – A História de Elvis”.  

Para escrever o argumento de “Lá Dentro Tem Coisa”, a roteirista e escritora Adriana Falcão (que assina a dramaturgia ao lado de Rafael Gomes e Vinicius Calderoni) teve como pontapé inicial um sentimento que crianças e adultos experimentam com frequência: o medo do desconhecido. “Pensei nesse sentimento que todos nós nos identificamos, quando estamos em algum momento sozinhos, diante de um problema, e fazemos daquilo um monstro dentro da nossa cabeça”, diz a autora, que se inspirou nas músicas do disco, mas sem se ater a uma canção específica para criar a história.

Em cena, o elenco formado por Estrela Blanco (Isa), Julia Gorman (Mãe), Leo Bahia (Medo), Leonardo Senna (Pai), Luellem de Castro (Bel) e Simone Mazzer (Coragem) canta ao vivo nove músicas, sendo oito do disco “Adriana Partimpim” (2004). Com direção musical de Felipe Habib, as canções ganharam novos arranjos e foram encadeadas de maneira lúdica como condutoras da história. São elas: “Lição de Baião”, “Oito Anos”, “Ciranda da Bailarina”, “Ser de Sagitário”, “Borboleta”, “Formiga Bossa Nova”, “Fico Assim Sem Você” e “Saiba”. A trilha também traz “Poeta Aprendiz”, de Vinicius de Moraes e Toquinho, gravada por Calcanhotto no livro-disco homônimo.

A cenografia de Bia Junqueira retrata um espaço abstrato e onírico, com nuvens grandes suspensas a alturas variadas sobre o palco. Feitas de materiais como tela, arame, papelão e papel laminado, as nuvens criam caminhos que a menina Isabel percorre de casa até a livraria. “A ideia é evocar diferentes sentimentos e sensações. Não tem nada concreto. É como se fosse um espaço interno da menina”, explica Bia.

Os tons de branco e prata do cenário são coloridos com a luz de Tómas Ribas e os figurinos de Thanara Schönardie. As roupas não são situadas num tempo e num espaço e sugerem texturas sólidas e fluidas. “Os figurinos coloridos das meninas representam a liberdade da infância e o duplo, o reflexo uma da outra. Já os personagens que são sentimentos, Medo e Coragem, não têm uma forma definida, um contorno”, explica Thanara.

ROTEIRO MUSICAL
“Lição de Baião”
“Oito Anos”
“Ciranda da Bailarina”
“Ser de Sagitário”
“Borboleta”
“Formiga Bossa Nova”
“Fico Assim Sem Você”
“Poeta Aprendiz”
“Saiba”                        

FICHA TÉCNICA

ELENCO
Estrela Blanco
Julia Gorman
Leo Bahia
Leonardo Senna
Luellem de Castro
Simone Mazzer

IDEALIZAÇÃO – Felipe Lima
DRAMATURGIA – Adriana Falcão, Vinicius Calderoni e Rafael Gomes
DIREÇÃO – Renato Linhares
DIREÇÃO MUSICAL – Felipe Habib
DIREÇÃO DE ARTE – Vik Muniz
CENÁRIO – Bia Junqueira
FIGURINO – Thanara Schönardie
ILUMINAÇÃO – Tómas Ribas
PRODUÇÃO DE ELENCO – Marcela Altberg
PROGRAMAÇÃO VISUAL – Flavio Albino
FOTOS DE DIVULGAÇÃO – Daryan Dornelles
DIREÇÃO DE PRODUÇÃO – Ana Paula Abreu e Renata Blasi
PRODUÇÃO – Diálogo da Arte Produções Culturais
REALIZAÇÃO – Sevenx Produções Artísticas

SERVIÇO:
Temporada: De 02/09 a 29/10.
Dias e horários: Sábados e Domingos, às 17h
Local: Teatro dos Quatro
(Rua Marquês de São Vicente, 52 – Shopping da Gávea)
Tel.: (21) 2239-1095
Ingressos: R$ 60 (inteira) | R$30 (meia)
Duração: 60 minutos.
Classificação: Livre.
Gênero: Musical infantojuvenil.
Horários da bilheteria: Segunda a sábado, das 13h às 21h. Domingo, das 13h às 20h. Ou até horário do último espetáculo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.